Jardins Efémeros regressam a Viseu de 8 a 16 de julho

«A incerteza» é o mote da décima edição dos Jardins Efémeros, que irá animar o centro histórico de Viseu, entre os dias 8 e 16 de julho.

171

Os Jardins Efémeros (JE) são uma plataforma cultural multidisciplinar com sede em Viseu. Apresentam uma forte componente experimental, com objetivo de potenciar a relação entre agentes, artistas, curadores, investigadores, universidades, associações culturais, sociais, de comércio, turísticas, empresas, museus, escolas, municípios, residentes e visitantes. Dessas relações propostas e resultantes dos JE, poderão materializar-se projetos específicos que podem servir como ponto de partida para realizações futuras desenvolvidas pelos próprios agentes.

Tendo «a incerteza» como tema, a décima edição dos Jardins Efémeros, de 8 a 16 de julho, contarão com artistas de Portugal, México, EUA, Finlândia, Japão, Reino Unido, Alemanha e Polónia.

A organização afirma que “precisamos e queremos ser surpreendidos com o desconhecido, onde a incerteza é a constante”. A programação será anunciada em breve.

Na sua décima edição, os Jardins Efémeros são já (mais do que) uma marca da cidade, tendo vindo a afirmar-se como uma das produções culturais mais singulares, com reconhecimento nacional e internacional. O seu formato original foi concebido para a cidade de Viseu e a sua configuração multidisciplinar e experimental não tem outro projeto comparável em Portugal.