MOTELX: dos filmes à experiência imersiva

A organização do evento anunciou algumas novidades. Desde filmes-concertos, sessões especiais e muitas produções novas assustadoras.

Data:

O MOTELX – Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa anunciou as primeiras novidades da sua 16.ª edição. Vai acontecer entre 6 e 12 de setembro no Cinema São Jorge, com uma programação que se estende a outros espaços da capital portuguesa.

Entre os filmes já confirmados e que estão em maior destaque neste ano encontra-se “Final Cut”, do cineasta francês Michel Hazanavicius (“O Artista”). O italiano Dario Argento, autor de “Suspiria”, também está em destaque no MOTELX. O seu mais recente filme, “Dark Glasses”, com a participação da filha Asia Argento, vai ser exibido também no festival.

Vão fazer ainda parte do evento filmes como “Holy Spider”, de Ali Abbasi; “Huesera”, de Michelle Garza Cervera; “Hunt”, de Lee Jung-jae; ou “Wolfskin”, de Jacques Molitor. Contará ainda com uma sessão especial de uma cópia recentemente restaurada de “A Praga”, do mestre do cinema de terror brasileiro José Mojica Marins. O cinema português de terror também estará representado com títulos como “Criança Lobo”, de Frederico Serra; “Cemitério Vermelho”, de Francisco Lacerda; “Matrioska”, de Joana Correia Pinto; “Quando a Terra Sangra”, de João Morgado; “Uma Piscina”, de Carolina Aguiar; ou “Os Demónios do Meu Avô”, de Nuno Beato. Este último trata-se da primeira longa-metragem de animação stop motion feita em Portugal.

Partilhar

Revista Digital

Revista Pontos de Vista Edição 132

Popular

Mais Artigos deste tipo

Verão na Casa da Música: mais de 70 concertos até setembro

O festival começou ontem, 20 de junho, na praceta...

Lince Ibérico passa de espécie “em risco” para “vulnerável” na lista da UICN

A UICN vai atualizar oficialmente a sua lista de...

MB WAY a preparar o futuro dos pagamentos europeus

O MB WAY tem, a partir de hoje, um...