Castelo de Paderne volta a acolher “Observação de Estrelas – Perseidas”

No próximo dia 13 de agosto o castelo de Paderne acolhe o programa “Observação de Estrelas – Perseidas 2022”. A ação vai ter lugar entre as 20h30 e a meia-noite, contando com a presença do astrónomo Oleh Malyi, que traz consigo dois telescópios, que permitem fazer a observação do céu e das estrelas. Malyi pertence à equipa ESO – European Southern Observatory, uma organização intergovernamental que se dedica aos estudos dos astros.

Data:

A Observação das Estrelas decorre do fenómeno da chuva de meteoros das Perseidas, junto à constelação de Perseu, que todos anos no mês de agosto passa perto da zona, permitindo assim a sua observação. Desde o início do Cristianismo, o fenómeno ganhou popularmente a designação de “lágrimas de São Lourenço”. O Castelo de Paderne é sempre o local escolhido, pelo facto de se encontrar longe das luzes da cidade e permitir uma melhor contemplação do fenómeno das chamadas estrelas cadentes.

Durante a observação, os participantes poderão ainda desfrutar de atividades educativas na Ermida, nomeadamente, o reviver de histórias antigas e participar na “Oficina do escrivão”, bem como ouvir as estórias do Mouro do Castelo, personagem que vai maravilhar todos os presentes com a lenda da Moura encantada.

Refira-se ainda que esta é uma iniciativa do Município de Albufeira, através do Museu Municipal de Arqueologia e do Arquivo Histórico, que todos os anos preparam este evento, para que os amantes da astronomia possam apreciar de perto a magia da chuva de estrelas.

Partilhar

Revista Digital

Revista Pontos de Vista Edição 116

Popular

Mais Artigos deste tipo

Nível de polarização na Ibero-América cresceu quase 40% nos últimos cinco anos

O nível de polarização na Ibero-América cresceu quase 40%...

S21sec prevê um aumento de 15% dos ataques de ransomware face a 2021

No contexto do Dia Mundial da Cibersegurança, que se...

IMT vai lembrar os condutores para renovarem a carta de condução

O instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) referiu,...