Xiaomi entre as empresas mais inovadoras no ranking da BCG de 2022

A Xiaomi faz parte do ranking das 50 Empresas Mais Inovadoras de 2022 definido pela Boston Consulting Group (BCG).

Data:

A designação, em parte, reconhece o compromisso da Xiaomi em prosseguir com a sua inovação tecnológica e em reforçar as suas capacidades de investigação e desenvolvimento. No segundo trimestre de 2022, as despesas de I&D superaram os 500 milhões de euros, um aumento de 22,8% em relação ao ano anterior. No evento de lançamento de produtos Xiaomi em agosto, Lei Jun, Fundador, Presidente e CEO do Xiaomi Group, disse que o investimento em I&D da Xiaomi cresceu a uma taxa de crescimento anual composta de 39,7% desde 2017 e espera-se que atinja os 2,5 mil milhões de euros em 2022 e os mais de 14 mil milhões de euros nos próximos cinco anos.

O ranking das Empresas Mais Inovadoras do BCG baseia-se em grande parte num inquérito a mais de 1.500 executivos globais de inovação que foram inquiridos em dezembro de 2021 e janeiro de 2022. Avalia o desempenho de uma empresa em quatro categorias: partilha global, visão dos pares da indústria, disrupção na indústria e criação de valor.

O BCG tem publicado o seu relatório anual de inovação desde 2003. Outras empresas na lista de 2022 incluem Microsoft, Alphabet, IBM, Pfizer, Coca-Cola, Tencent, etc.

A Xiaomi está a construir uma ecosfera tecnológica em constante expansão que abrange smartphones, dispositivos wearables, casas inteligentes, fabrico inteligente, veículos elétricos inteligentes e robôs biónicos, para melhor ligar as pessoas ao mundo à sua volta e melhorar as suas vidas.

Partilhar

Revista Digital

Revista Pontos de Vista Edição 132

Popular

Mais Artigos deste tipo

Moda Online: As Últimas Tendências

Com a crescente popularidade das lojas de roupa online...

Perfumes Online: As Fragrâncias que estão em alta

Descubra o encanto dos perfumes online Comprar perfumes online é...

Festival Alive começa hoje com Arcade Fire e The Smashing Pumpkins

O festival abre as suas portas às 15 horas...

Ensino superior amplia oportunidades de emprego e melhora salários para os jovens

Após a crise pandémica, as taxas de desemprego juvenil...