“A Digitalização permite impulsionar os Negócios e as Empresas”

A Digitalização é hoje um pilar das marcas/entidades direcionadas para um futuro de sucesso, independentemente do setor de atuação. Uma das áreas que mais tem apostado na vertente da transformação digital e inovação é o da Contabilidade e, por isso, a Revista Pontos de Vista foi conhecer a XL Conta – Consultores & Assessores, tendo conversado com José Manuel Anastácio, CEO da marca, que revelou como tem sido esta adaptação e de que forma é fundamental continuar neste caminho, pois, para além de tornar os escritórios mais leves, no sentido em que cada vez existem menos documentos em papel, a transformação digital permite contribuir com maior vigor o este propósito de sustentabilidade. A otimização de recursos é imprescindível.

427

A XL Conta – Consultores & Assessores trabalha em prol da gestão de PMEs nas áreas da contabilidade, fiscalidade, recursos humanos e consultoria. Para melhor compreendermos, qual tem vindo a ser o papel da marca no apoio às empresas? De que forma o têm vindo a desenvolver?
A título preliminar, cumpre referir que, o nosso papel é acompanhar de forma eficiente, prática e crítica cada cliente para um serviço à medida do mesmo. O nosso objetivo é que o cliente possa usufruir de uma rede de serviços numa só marca – a XL Conta – uma marca próxima e para as pessoas.
A par com a digitalização, o fator social é um valor fundamental para a nossa empresa. Apesar do mundo digital ter tornado possível o trabalho remoto, a internacionalização das empresas, na verdade nada substitui a confiança e a assertividade do contacto físico entre as pessoas e as organizações. Neste momento, um dos nossos objetivos, é aproximarmo-nos dos nossos clientes, parceiros, não desconsiderando a importância dos meios digitais e das vantagens que os avanços tecnológicos nos proporcionaram.
No nosso caso, é crucial referir que foi através dos meios digitais que substituímos processos de registo e arquivo de documentos contabilísticos (i.e., funções ancestrais na área da contabilidade) por processos de digitalização e gestão documental, em prol de uma melhor monotorização organizacional interna, assim como, na eficácia e qualidade da informação, o que resultou no aperfeiçoamento de novas funções e competências entre a nossa equipa, que tem culminado no feedback positivo dos nossos clientes resultando na sua satisfação e fidelização.
Em paralelo, uma das nossas convicções é o potencial da internacionalização da XL Conta e dos nossos clientes. Na prossecução desse objetivo, estaremos presentes na Accountex España 2022, que se irá realizar nos dias 3 e 4 de novembro em Madrid, uma feira internacional que conta com a presença de vários profissionais da área financeira, legal e tecnológica, a fim de responder aos desafios enfrentados diariamente na prática das PME’s.

Sabemos que através da tecnologia, são uma marca que moderniza, otimiza e automatiza os processos. Num momento em que cada vez mais se vive a Transformação Digital, quais considera que são os maiores impactos desta abordagem no setor da contabilidade?
A otimização dos processos e sustentabilidade são os fatores em que a transformação digital tem vindo a ter maior impacto. Esta transformação diminui a margem de erro, aumenta a rapidez nos processos, eficiência e, acima de tudo, a qualidade da informação processada. Quando valores como a transformação digital e sustentabilidade deixam de ser um tabu, começa o verdadeiro desafio para as empresas.

Em que medida considera que a Digitalização deste setor, impulsiona os negócios e as empresas? Quão preparada a XL Conta – Consultores & Assessores está para esta realidade?
A Digitalização permite impulsionar os negócios e as empresas no sentido de aumentar a simplicidade, praticidade, autonomia e eficiência dos processos. A XL Conta já estava preparada para esta transformação antes do boom que se deu durante e pós-pandemia, e de facto, tivemos de acreditar no nosso propósito e dar “salto de fé”. Quando foi necessário passar este processo 100% para o digital foram necessários apenas pequenos ajustes.

Não há dúvidas de que foram os últimos dois anos que impulsionaram a Transformação Digital na Contabilidade. Mas hoje, num período pós-pandemia e a viver uma guerra na Europa, avizinha-se uma crise económica. Que importância tem este setor, agora mais do que nunca? De que forma a XL Conta se está a preparar para atender às necessidades dos clientes?
Consideramos que, mais do que nunca, a área contabilística e financeira é essencial para planear e prevenir, i.e., fazer uso das ferramentas de gestão de modo a perspetivar orçamentos a curtos períodos com o objetivo de acompanhar as variações forçadas pela conjuntura económica social que se presencia a nível global.

São uma marca que acredita nos benefícios da internacionalização, e têm, portanto, 30 anos de experiência nesta vertente. Como analisa a contabilidade como profissão global no quadro das novas tecnologias? Qual o balanço que faz deste “investimento”?
Esta é uma profissão de futuro, com um potencial de índole tecnológico enorme, sendo que tem todas as capacidades para acompanhar as constantes mudanças no panorama envolvente. É importante salientar que, as Universidades têm apostado, cada vez mais, na área de estudo da contabilidade a par com a tecnologia, resultando claramente em grandes profissionais, munidos de competências que os permitem avaliar crítica e objetivamente a realidade que (n)os rodeia. Por trás destes está, também, a liderança da Ordem Dos Contabilistas Certificados (“OCC”). Sendo que, temos todos a agradecer à Bastonária da OCC, a Drª. Paula Franco que tem feito um trabalho extraordinário, a todos os níveis.

O mote do 7.º Congresso da Ordem dos Contabilistas Certificados foi a sustentabilidade e o relato não-financeiro. De que forma analisa o atual panorama destas problemáticas no setor da contabilidade? Quais as suas perspetivas para os próximos tempos?
Em bom rigor, devemos ter em consideração que cada empresa deve gerir a sua atividade financeira atendendo à sua valorização com uma perspetiva de futuro. A resposta deve (sempre) estar relacionada com os valores imateriais e intangíveis – que fazem toda a diferença na hora de atingir objetivos e resultados prospetivos, em prol de uma melhor performance no mercado e no aumento da confiança dos possíveis investidores.
Salienta-se que, ter conhecimento da realidade que nos rodeia é fundamental para a delineação de uma estratégia/modelo de negócio sustentável (i.e., nas dimensões ambientais, sociais e governamentais).
Na ótica do setor da contabilidade há, de facto, alguma resistência em incorporar estes valores internamente. É necessário que as empresas (a montante e a jusante) entendam, estrategicamente, qual a melhor forma de operar para que o seu crescimento possa ajudar os Governos nacionais a alcançar os objetivos de desenvolvimento sustentável e a identificar as oportunidades para obterem uma vantagem comercial competitiva.

Se por um lado a Transformação Digital é um dos aliados do setor da contabilidade, por outro, acarreta também algumas ameaças e desafios. Tendo em conta a sua experiência, quais diria que são os mais difíceis de colmatar?
Do exposto, da perspetiva das empresas um dos maiores desafios que se coloca é a transição sustentada e a mudança cultural na obtenção de metas verdes. A sustentabilidade, lado a lado, com a transformação digital permite levantar questões de energias renováveis, descarbonização, economia circular, a impressão e o reaproveitamento de recursos, relembrando que setores como o turismo, imobiliário e agricultura são veículos impulsionadores desta mudança.
Da ótica dos Recursos Humanos, o papel de uma liderança atenta e informada é a chave para o sucesso de qualquer tipo de mudança significativa na esfera do negócio e na prossecução dos objetivos de sustentabilidade – que, por sua vez, devem ser valores refletidos no processo de recrutamento e na retenção de colaboradores.
Por fim, podemos elencar alguns desafios como os problemas normativos legais para a digitalização, automação de processos, otimização de recursos, armazenamento e uso dos dados (RGPD), entre outros.

Num mundo em constante transformação, qual continuará a ser a posição da XL Conta – Consultores & Assessores, de forma a estar continuamente na vanguarda da Transformação Digital e oferecer, assim, o melhor e mais adequado serviço ao mercado e aos clientes?
A posição e visão da XL Conta, assim como em qualquer outro setor, é ter uma presença ativa e crítica do panorama envolvente, tentar responder às necessidades do mercado, não desconsiderando o papel humano especializado que é fundamental naquilo que é a implementação da transformação digital no nosso dia-a-dia e dos nossos clientes.
Em face do exposto, cumpre referir que a transformação digital não é um conceito longínquo, mas a realidade atual. É vital que as empresas nacionais se modernizem e transformem a sua cultura organizacional para que continuem competitivas face à concorrência nacional e internacional.