O setor europeu da Carne de Bovino reforça os laços comerciais em Portugal

A Organização Interprofissional Espanhola de Carne de Bovino (PROVACUNO) realizou uma reunião no Porto com importantes empresas espanholas de exportação e importadores do mundo da carne em Portugal.

Data:

O objetivo deste encontro foi reforçar ainda mais as relações comerciais entre os dois países, bem como destacar todos os pontos que têm em comum: uma cultura e gastronomia semelhantes, uma paixão por alimentos de qualidade e apoio ao Modelo de Produção Europeu, que defende as máximas garantias de rastreabilidade e segurança alimentar em benefício dos consumidores, do bem-estar animal e do respeito absoluto pelo ambiente.

Portugal é o principal destino da carne de bovino espanhola, com uma quota de 32% do total das exportações.

A reunião B2B faz parte da campanha “Hazte Vaquero – Orgulhoso da UE”, que, juntamente com a APAQ-W interprofissional belga, visa informar sobre o modelo de produção sustentável levado a cabo na Europa. Além disso, os participantes também apreciaram um showcooking com carne de bovino europeia como protagonista, preparado pelo chef espanhol Rafa Centeno, distinguido com estrela Michelin e pelo Chef português Vítor Matos.

A PROVACUNO salienta que o setor é cada vez mais moderno e profissionalizado e sabe como responder às novas exigências dos consumidores, ao mesmo tempo que quer contribuir como ator principal para atingir todos os objetivos estabelecidos pela União Europeia nas estratégias “Pacto Verde” e “Da exploração agrícola à mesa”.

O compromisso com o bem-estar animal e a sustentabilidade são fatores competitivos importantes para a carne de bovino europeia. As linhas de trabalho abertas por este setor permitem, por exemplo, reduzir progressivamente as emissões e avançar para o grande objetivo de alcançar a neutralidade climática até 2050 (estratégia Carbono Neutro Beef 2050).

A PROVACUNO está atualmente envolvida no desenvolvimento da campanha de informação europeia “Hazte Vaquero”, com a sua homóloga APAQ-W na Bélgica, para reforçar a competitividade deste setor na Europa, com ações de informação na Alemanha, Bélgica, Portugal, França e Espanha.

As “Food-Based Dietary Guidelines in Europe” (FBDG), estabelecidas por cada Estado-Membro da União Europeia, fornecem recomendações de consumo saudável baseadas na ciência para cada grupo alimentar, incluíndo carne de vaca. Estabelecem a recomendação de consumo adequada para cada um dos 27 Estados-Membros da UE, tendo igualmente em conta que estas são culturalmente aceitáveis e práticas para que o consumidor as implemente.

Pode saber mais sobre as orientações dietéticas em: haztevaquero.eu/pautas-dieteticas/

Partilhar

Revista Digital

Revista Pontos de Vista Edição 116

Popular

Mais Artigos deste tipo

Nível de polarização na Ibero-América cresceu quase 40% nos últimos cinco anos

O nível de polarização na Ibero-América cresceu quase 40%...

S21sec prevê um aumento de 15% dos ataques de ransomware face a 2021

No contexto do Dia Mundial da Cibersegurança, que se...

IMT vai lembrar os condutores para renovarem a carta de condução

O instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) referiu,...