Fazer scroll na casa de banho: Dois terços das pessoas dizem que fazem

Um estudo recente da NordVPN revelou que as pessoas levam cada vez mais os seus smartphones para a casa de banho para navegar na internet.

Data:

Um novo estudo da empresa de cibersegurança NordVPN revelou que, atualmente, 65% das pessoas usam um smartphone na casa de banho. Cerca de 9800 pessoas entrevistadas de 10 países mostraram que fazer scroll nas redes sociais (53%) na casa de banho é de longe a atividade mais popular.

No que se refere a usar o smartphone na casa de banho, os espanhóis lideram com 80%, seguidos dos polacos (73%) e dos americanos (71%). No final da lista, pelo menos entre os países pesquisados, estão os australianos (62%), os britânicos (59%) e os alemães (55%).

Redes sociais — a atividade mais popular na casa de banho

A maioria das pessoas de todo o mundo admite que o tempo que passa na casa de banho é normalmente gasto a navegar nas redes sociais (53%), a ler ou a ouvir notícias (38%) e a jogar (31%).

Entre outras atividades, as pessoas também telefonam ou enviam mensagens (29%), verificam o e-mail do trabalho ou outras ferramentas como, por exemplo, o Slack ou o Microsoft Teams (28%), e veem vídeos, filmes ou programas de televisão (26%).

“Mesmo antes de os smartphones serem usados, as pessoas consumiam meios de comunicação na casa de banho. Neste contexto, falo frequentemente sobre a função multitarefas do smartphone. Ele concentra e agrupa várias atividades num único dispositivo, que costumavam ser realizadas em locais específicos ou em outros contextos, como namorar, tratar de assuntos bancários, fazer compras, jogar, fazer pesquisas, planear viagens ou aprender línguas”, diz Clemens Stachl, investigador na área do comportamento.

O psicólogo e investigador de vício na internet Hans-Jürgen Rumpf vê tradição no comportamento atual. “Mesmo no passado, as pessoas liam na casa de banho. Há um estudo de há 20 anos, segundo o qual pelo menos um quarto da população lia livros ou banda desenhada na casa de banho. Este comportamento era — e é — mais comum entre homens”.

FOMO — fear of missing out? (medo de perder algo)

Como diz Hans-Jürgen Rumpf, o fenómeno “FOMO”— ou seja, o “medo de perder algo” (do inglês “fear of missing out”)  — está a espalhar-se.

“Esta preocupação obsessiva e ansiedade podem levar ao uso intensivo do smartphone e ser o precursor de uma utilização problemática e eventualmente viciante,” diz ele. A taxa de pessoas em risco de enfrentar este problema e dependência será provavelmente maior entre os que fazem scroll na casa de banho (os chamados “toilet scrollers”) que entre aqueles que não levam os seus telemóveis para a casa de banho, diz Rumpf. Em suma, ele recomenda que se use os telemóveis de forma consciente e guardá-los com mais frequência, especialmente quando as pessoas estão a comer juntas, antes de irem dormir e talvez até quando vão à casa de banho.

Relembrar a importância da cibersegurança

Os smartphones estão a evoluir a uma velocidade inacreditável, fazendo com que estejamos ligados até na casa de banho. No entanto, as pessoas são encorajadas a lembrarem-se da importância da sua segurança online, mesmo quando imersas em redes sociais, conversas, jogos ou notícias.

Daniel Markuson, especialista em privacidade digital da NordVPN, partilha dicas importantes sobre como proteger o seu telefone dentro e fora da casa de banho:

  • Mantenha as apps e o sistema operativo (SO) do telefone atualizados. Não ignore as atualizações de software.
  • Faça a sua pesquisa. Nunca descarregue apps desconhecidas — leia sobre elas primeiro.
  • Evite lojas de apps não oficiais. É mais provável que elas contenham apps cheias de malware.
  • Evite usar um Wi-Fi desconhecido. E use sempre uma VPN quando o fizer.
  • Esteja vigilante. Não clique em links suspeitos, não dê o seu número a estranhos e tenha cuidado com números desconhecidos.

Metodologia: A pesquisa foi encomendada pela NordVPN e conduzida pela empresa externa Cint de 19 a 26 de janeiro de 2022. O público-alvo da pesquisa era composto por residentes em França, EUA, Reino Unido, Canadá, Austrália, Alemanha, Espanha, Países Baixos, Polónia e Lituânia, com mais de 18 anos (representação nacional), com exceção da Lituânia (18-74). A amostra foi retirada de entre internautas nacionais. Foram colocadas quotas em idade, género e local de residência. No total, foram inquiridas 9800 pessoas, das quais 800 pessoas eram de Espanha e 1000 pessoas em cada um dos restantes países.

Partilhar

Revista Digital

Revista Pontos de Vista Edição 117

Popular

Mais Artigos deste tipo

Royal Palace vai realizar uma festa alusiva ao Carnaval

A Royal Palace, marca conhecida por organizar a melhor...

Repsol incorpora nos seus combustíveis mais de 100.000 m3 de biocombustíveis em 2022

A Instalação da multienergética no Terminal de Líquidos de...

MB WAY simplifica os pagamentos autorizados e a gestão de subscrições

“O nosso investimento em soluções que acompanhem uma tendência...

Marina de Vilamoura recebe certificação 5 Gold Anchor Platinum

A Marina de Vilamoura anunciou, esta quinta-feira, num comunicado...