Exposição de luzes no Parque de Serralves vai permanecer até ao final de novembro

O evento foi prolongado até 30 de novembro devido há forte afluência do público.

143
Fonte: Website Fundação Serralves

A previsão inicial era que o “Serralves em Luz” termina-se no passado dia 31 de outubro. Contudo, a grande afluência por parte do público traçou uma nova edição, que vai prolongar-se até 30 de novembro.

Este espetáculo sensorial, com direção criativa de Nuno Maya encontra-se em exibição desde junho passado no Parque de Serralves, na cidade do Porto, e até já foi considerado pelo jornal britânico “The Times” como uma das dez melhores exposições a visitar em toda a Europa.

Durante um percurso noturno de três quilómetros realizados ao ar livre, é possível “com recurso a 25 instalações de luz, várias fontes, tecnologias de baixo consumo e ainda elementos vegetais, que foram recuperados no próprio parque, conhecer novas perspetivas deste espaço” e partir para a descoberta “do seu património natural e arquitetónico”, tal como se pode ler numa nota publicada no website da Fundação Serralves.

As criações do diretor criativo ao contemplarem “várias formas de luz com diversos locais do parque” despertam no visitante “diferentes emoções e sensações visuais, enquanto as intervenções internacionais se focam em peças escultóricas luminosas e interativas que permitem, pela primeira vez, um papel ativo do público que pode assim transformar, através da luz, as paisagens naturais dos espaços”, lê-se também no website.

Para além deste evento, irão decorrer atividades com visitas guiadas e workshops de fotografia, para acrescentarem e sobressaírem a experiência das distintas dimensões presentes neste espaço, como: a luz, a natureza, a arte e a arquitetura.

É possível entrar na experiência do “Serralves em Luz” todos os dias, a partir das 20:00 horas e os bilhetes custam 12,50 euros. Mas, para os estudantes, seniores com pelo menos 65 anos de idade, pessoas com mobilidade reduzida e crianças entre os quatro e os 11 anos o preço desce para os 10,50 euros. E a entrada é gratuita para as crianças até aos três anos.