Huawei Mate 50 Pro torna-se líder no ranking das câmaras fotográficas da DXOMARK

O Huawei Mate 50 Pro que ficou em 1º lugar no ranking da DXOMARK, "tem uma câmara de abertura ultra de última geração com uma abertura física ajustável em 10 níveis, que incorpora avanços fundamentais para o sistema ótico, estrutura mecânica, tecnologia de imagem e processamento de imagem",

368

A Huawei comemora o décimo aniversário da Huawei Mate Series com o lançamento do novo Huawei Mate 50 Pro, um smartphone para revolucionar a fotografia móvel. O equipamento possui hardware de ponta, funcionalidades particulares de software, um design simétrico e câmara de abertura ultra XMAGE. Esta última potencialidade levou-lhe a conquistar o 1º lugar no ranking da DXOMARK – que é especialista em testes de câmaras de smartphones – com 149 pontos.

Num comunicado enviado à imprensa, a marca destaca que “o Huawei Mate 50 Pro tem uma câmara de abertura ultra de última geração com uma abertura física ajustável em 10 níveis, que incorpora avanços fundamentais para o sistema ótico, estrutura mecânica, tecnologia de imagem e processamento de imagem”.

O dispositivo disponibiliza opções para fotógrafos amadores e profissionais, devido ao modo automático e ao modo profissional. Esses são capazes de funcionar com o Petal Search, o que permite a quem está a usar tirar fotografias de objetos, seja em que condição for, e depois pesquisá-los online, através da função AI Image Search.

“A câmara de abertura ultra vem equipada com uma grande abertura F1.4, trabalhando com o motor de imagem XD Fusion Pro e a alta entrada de luz para definir o brilho da imagem e os detalhes de luz e sombra.”, lê-se no comunicado. O modo noturno capa imagens com luz e sombra diferentes e em espaços poucos iluminados. Já o modo de retrato tem uma desfocagem de fundo natural. Para além disso, “a câmara periscópica suporta um alcance de zoom de até 200X”, explica a marca na nota partilhada.

A Huawei refere também que este smartphone possibilita a captação de macro vídeo e macro picture-in-picture (PiP), de forma a “transmitir cenas em movimento com precisão”, e que ao aliar estas particularidades às “capacidades do Petal Clip, os utilizadores são capazes de captar e criar vídeos que podem ser guardados no Huawei Mobile Cloud para serem facilmente partilhados”.

Além da alta qualidade de imagem, este Huawei viu as suas funções serem melhoradas, por causa do sistema operativo EMUI 13, que disponibiliza ao utilizador uma ampla gama de serviços de inteligência e apresenta o SuperHub, facilitando a transferência de dados e de ficheiros sem implicar esforço entre aplicações e dispositivos.

Também no documento partilhado, Jiandong Xue, Country Head de CBG da Huawei Portugal comunica que a inovação está na génese desta marca e que “o nosso objetivo é continuar a desenvolver produtos que elevem, cada vez mais, a fasquia no campo da indústria fotográfica”. O mesmo ainda adianta que “o Huawei Mate 50 Pro vem provar a nossa capacidade de superar tudo o que já foi anteriormente criado, oferecendo ao utilizador um desempenho poderoso e uma tecnologia de topo, mas mais do que isso: dando-lhe acesso à possibilidade de viver experiências únicas e registar momentos memoráveis com a qualidade a que sempre o habituámos”.

A imagem de marca móvel XMAGE foi apresentada em julho do presente ano, com o intuito de dar aos consumidores um novo modelo, que fosse capaz de juntar “a ciência com a cultura e a estética com a tecnologia”, destaca a Huawei. Todos os atributos da XMAGE podem ser acrescentadas com as aplicações e ferramentas, que se encontram ao dispor na Huawei AppGallery.