Os portugueses param de trabalhar por completo para ver a seleção de futebol?

Cerca de 31% dos trabalhadores portugueses vai interromper a sua atividade laboral para assistir à estreia da seleção portuguesa de futebol no Mundial, revela um estudo da APP Fixando conduzido entre 21 e 24 de novembro, a mais de 57 mil utilizadores e profissionais da sua plataforma de contratação de serviços.

Data:

Com o país a “parar” para ver a seleção de futebol no Mundial do Catar, a Fixando estima que, para os profissionais inscritos na plataforma, esta paragem represente cerca de 2.8 milhões de euros que não serão faturados, uma vez que 24% dos trabalhadores por conta própria afirma que não irá trabalhar para ver o jogo.

Os serviços para casa, que incluem jardineiros, pintores ou canalizadores, representam a maior fatia com perdas estimadas de cerca de 1.2 milhões de euros, seguidos dos profissionais ligados a eventos (960.000 €) e serviços de assistência técnica (175.000€).

PERDAS ESTIMADAS PARA CADA ÁREA DE SERVIÇOS NA FIXANDO (2 HORAS):

– Serviços para a casa: 1.200.000 €

– Serviços para eventos: 960.000 €

– Aulas: 62.000 €

– Bem-Estar: 97.000 €

– Serviços Variados: 140.000 €

– Animais: 24.000 €

– Serviços Domésticos: 50.000 €

– Assistência Técnica: 175.000 €

– Serviços Empresariais: 116.000 €

Para os cálculos realizados, foram tidos em conta os preços médios praticados, por área de serviço, em mais de 29.000 pedidos efetuados através da plataforma de contratação de serviços, assumindo a interrupção de duas horas de trabalho.

Quanto aos trabalhadores por conta de outrem, apenas 9% revelou ter sido informado pela entidade empregadora que o trabalho ficaria suspenso para que pudessem assistir ao jogo, com 31% a defender que deveria ser dada dispensa durante os jogos da seleção portuguesa no Mundial.

Partilhar

Revista Digital

Revista Pontos de Vista Edição 116

Popular

Mais Artigos deste tipo

STCP passa a disponibilizar pagamentos por MB WAY

A partir desta segunda-feira, 28 de novembro, na STCP...

Desinfestação de empresas: a Truly Nolen explica

A Truly Nolen, líder mundial em controlo de pragas,...

Surfista Inês Tralha desenvolve método de ensino do SURF

A surfista Inês Tralha, nome de referência no surf...

Montar e decorar uma casa em 90 minutos? LEROY MERLIN desafiou os portugueses nesta Black Friday

O desafio testou duas equipas, lideradas por Mafalda Castro...