“Por ser um escritório multidisciplinar obriga a aprender novos conceitos”

Marilisa Baptista

219

De que forma a Work3 elabora estudos, projetos e planos, abrangendo a edificação e urbanismo, com vista à harmonia das atividades humanas no território, valorizando o património construído e do ambiente? Como interliga todos estes fatores?
Cada projeto é diferente bem como a sua solução, mas o processo é semelhante. Um projeto nasce num determinado lugar e entender as suas condicionantes é o ponto de partida para resolver a equação. Os arquitetos são responsáveis por encontrar o equilíbrio entre o lugar e a solução a implantar, mas no fundo o essencial é encontrar uma solução que seja funcional. Diria que os projetos que desenvolvemos se preocupam por se adaptar ao lugar, pelo bem-estar dos usuários, e que sejam o reflexo de uma equipa dedicada.

A sustentabilidade é um tema bastante discutido nos últimos tempos. Em que medida a Work3 pratica uma Arquitetura sustentável?
A sustentabilidade na arquitetura não é uma novidade, mas sim uma necessidade, tendo em conta que o setor da construção apresenta um elevado consumo energético e de matérias-primas no mundo. É evidente o avanço que se tem conseguido no setor, através da integração de aspetos técnicos de desenvolvimento de projetos com uma pegada ambiental mais sustentável, existindo um conjunto de fatores a ter em conta na elaboração dos projetos com vista a proteção do meio ambiente, a melhoria das questões sociais e a obtenção de benefícios económicos – se um deles falhar, compromete todos os outros. Contudo, a Work 3 empenha-se na capacidade de conjugar esses fatores. O emprego de materiais e produtos reciclados é cada vez mais comum, assim como soluções técnicas inovadoras que promovam a redução do consumo energético. Fora a vertente tecnológica, considero que a componente do design joga um papel fundamental na conceção de edifícios sustentáveis, com o fim de tirar partido dos recursos naturais e materiais do lugar onde se insere, e reduzir a dependência de determinados equipamentos. Acredito que deveria ser obrigatório a integração de vegetação nos edifícios, bem como a redução da impermeabilização dos solos. Trabalhamos para que estas duas últimas premissas integrem os nossos projetos, é um processo pelo qual nos empenhamos.

O que significa trabalhar na Work3?
Diria que é “saber e fazer de tudo um pouco”. Por ser um escritório multidisciplinar obriga a aprender novos conceitos ou novas técnicas todos os dias, o que torna a experiência desafiante e enriquecedora. Nos últimos anos temos vindo a elaborar desde pequenos projetos de reabilitação a projetos de grande envergadura, o que nos empurra a aprender a atividade do nosso colega do lado, que nem sempre é da mesma área de trabalho e isso permite-nos criar um ambiente de colaboração e de aprendizagem.