“As organizações necessitam cada vez mais de Líderes Inspiradores”

A Revista Pontos de Vista esteve à conversa com Carla Fonseca, CMO da BI4ALL - uma marca de referência na área do Data Analytics e da Inteligência Artificial. Apesar da sua qualidade de atuação, algo que distingue verdadeiramente esta empresa e os seus líderes, é a cultura organizacional orientada para pessoas, que promove um ambiente próximo e capaz de proporcionar evolução. Sendo um dos rostos por detrás deste sucesso, a nossa entrevistada conta-nos o quão gratificante é poder motivar e inspirar outros a serem melhores.

155

A BI4ALL é uma empresa de referência em serviços de consultoria de Data Analytics e Inteligência Artificial. Nestes 19 anos de atividade, o que fez com que esta marca fosse líder no setor onde atua?

A paixão, o compromisso e o entusiasmo com que os sócios-fundadores desde sempre geriram a empresa reflete o percurso de sucesso e o crescimento que a BI4ALL tem tido ao longo destes 19 anos. Somos uma referência na área do Data Analytics e da Inteligência Artificial devido ao foco e à cultura da empresa, e este reconhecimento transmite-se através dos nossos clientes e da notoriedade que alcançamos no mercado.

A BI4ALL tem como propósito ajudar as empresas a transformar os seus dados em insights acionáveis, a melhorar os seus resultados e a aumentar o seu sucesso. Para isso, estamos em constante atualização das tendências providenciando a mais atualizada qualificação aos nossos colaboradores.

Somos totalmente focados no sucesso dos nossos clientes, compreendemos as suas necessidades e adicionamos valor real às organizações através da expertise e domínio de soluções poderosas.

A BI4ALL afirma que a sua equipa é o elemento mais valioso e a sua janela para o mundo. Enquanto CMO desta marca como é, para si, integrar uma empresa que se rege por esta visão?

A BI4ALL tem uma cultura muito orientada para as pessoas, com um ambiente familiar e de proximidade, e procura proporcionar todo o conhecimento e condições para que os colaboradores possam evoluir e serem felizes a fazer o seu trabalho.

Com mais de 420 colaboradores altamente qualificados e com uma larga experiência nas tecnologias de Data Analytics e Inteligência Artificial, a empresa continua a apostar no talento e na valorização contínua da equipa com formações e certificações nas nossas competências, bem como formações de gestão, liderança e soft skills.

É muito bom fazer parte de uma empresa com esta cultura, porque tem-me permitido evoluir profissionalmente e ao mesmo tempo contribuir diariamente para o crescimento da organização.

Efetivamente, as pessoas de cada empresa são o motor do sucesso e a Carla Bastos da Fonseca tem tido um papel fundamental nos feitos e marcos conquistados. Que fatores pessoais e profissionais tem depositado de si?

Cheguei à BI4ALL em 2016 para a função de Diretora de Marketing e hoje faço parte do Board.

O Marketing é uma área muito dinâmica, complexa e desafiante, pela diversidade de projetos que trabalha em simultâneo, e pelo muito trabalho de bastidores que não é visível. O segredo? Sou uma apaixonada por Gestão, Marketing, Analítica e Inovação! Adoro desenvolver estratégias que contribuam para o crescimento dos negócios e visibilidade das marcas. Sou muito focada em criar estratégias vencedoras e muito orientada para o alto desempenho, eficiência e resultados.

A diferença entre o trabalho comum e o extraordinário está muitas vezes nos detalhes e eu sou apaixonada pelos pormenores. Uma boa estratégia de Marketing é aquela que é capaz de cativar, inspirar, envolver, ser relevante para os clientes (e potenciais clientes) e consequentemente, para os resultados do negócio. É aquela que fica na memória, que potencia os valores da marca e que vai além dos objetivos.

Mas, num mundo tão acelerado e exigente como o que vivemos é muito difícil pensar numa fórmula vencedora, porque o que resulta hoje, não terá o mesmo impacto “amanhã”, por isso é crucial estar em constante aprendizagem.

Muitos afirmam que um bom líder é aquele que lidera pelo exemplo. Concorda com esta afirmação? O que é mais gratificante na arte de liderar?

Os bons líderes são auto-conscientes, estimulam o pensamento estratégico, comunicam de forma eficaz, delegam trabalho e motivam a equipa a dar o seu melhor. No mundo que vivemos hoje, onde a complexidade é crescente, as organizações necessitam cada vez mais de líderes inspiradores que consigam guiá-las nas direções corretas. Por isso, os líderes devem apresentar competências robustas de gestão e liderança para conseguir alcançar e entregar bons resultados.

Um líder tem de ter disponibilidade para ouvir, ensinar, aprender e inspirar. Gosto muito de ajudar a realçar o que há de melhor em cada membro da equipa, fazê-los descobrir os seus talentos e potenciá-los. Ser líder também é fazer com que os membros da equipa brilhem dando oportunidades para evoluir.

Quando falamos de liderança, o tema remete-nos para a questão da igualdade de género e, consequentemente, de oportunidades. Na posição de pessoa, mulher e profissional, como observa a atualidade desta matéria?

Não sinto que seja o género que distingue um bom líder! Acredito sim, em líderes inspiradores e inclusivos.

Desde que assumi a liderança de departamentos de Marketing, nunca me senti penalizada por ser mulher. Sempre tive o privilégio de trabalhar com pessoas incríveis e inspiradoras e em empresas onde me foi dada a oportunidade de progredir, fruto da minha dedicação, determinação e dos resultados alcançados.

A diversidade tornou-se um ativo nas organizações, mas no campo da liderança no feminino, ainda há trabalho a fazer. Apesar de sentir que a igualdade de género é uma prioridade de muitas empresas, muitas mulheres ainda enfrentam discriminação e dificuldades no respeito a paridade de oportunidades profissionais. É um processo, um caminho e uma alteração de valores da própria sociedade que ainda precisa de tempo e de espaço para essa mudança.

O Dia Internacional da Mulher, 8 de março, serve precisamente para nos relembrar os passos dados até então. Considera, contudo, que este caminho não pode ficar por aqui? O que é que a sociedade ainda tem de instituir pelos direitos das mulheres?

Estudos revelam que as mulheres possuem fortes competências para serem excelentes profissionais e que assumem, com grande êxito, importantes cargos de liderança.

a liderança no feminino é caracterizada por ser mais assertiva e persuasiva, mas simultaneamente mais flexível, empática e resiliente. Consequentemente, torna a empresa mais inclusiva e colaborativa.

Este ano, pela primeira vez, mais de 10% das empresas da Fortune 500 têm como CEOs mulheres. Ainda é uma clara minoria, mas estes avanços só são possíveis devido aos inúmeros pequenos passos dados anteriormente.

As pessoas são genuinamente o principal ativo das empresas. Há um caminho a percorrer, e é crucial que as organizações implementem nas suas estratégias ações que promovam a igualdade de género como a paridade salarial, o próprio processo de recrutamento, flexibilidade, entre outras iniciativas.

Por fim, a nível profissional e pessoal, o que pretende conquistar nos próximos tempos? O que podemos esperar?

Sou motivada por marcar a diferença, pelo conhecimento, pela criatividade, inovação e pelas pessoas. A motivação leva a conquistar sonhos, superar os desafios e vencer os obstáculos. Quando estamos motivados, temos mais energia, foco e determinação em caminhar rumo aos objetivos, por isso tento manter sempre os níveis de motivação em alta, ter clareza no propósito e nos objetivos.

Penso no legado que gostaria de deixar e no impacto que posso ter e dar ao mundo que me rodeia. Quero continuar a crescer enquanto pessoa e profissional, marcar a diferença, contribuir para o sucesso e ajudar as pessoas a crescer.