“O que mais me fascina é o desafio em mudar mentalidades”

Em conversa com a Revista Pontos de Vista esteve Raquel Seixas, Gerente da marca DeterWater, pertencente à ProClean e, ainda, representante da KIMU. Entre vários assuntos, imperou a vontade da nossa entrevistada em mudar mentalidades que, apesar de ser um processo longo, é um caminho para um futuro melhor. Saiba tudo.

619

Sabemos que, atualmente, a Raquel Seixas é Gerente da marca ProClean DeterWater Unipessoal, Lda, mas gostaríamos de a conhecer melhor. A nível pessoal e profissional, o que nos pode contar sobre a sua história?
Comecei muito jovem a trabalhar nesta área. O meu crescimento profissional deve-se ao facto de me ter cruzado com pessoas que me ensinaram e ajudaram a evoluir. As ferramentas estavam lá. Com dedicação, empenho muito esforço e resiliência, cheguei onde estou hoje.

A Deterwater apresenta soluções ecológicas e «vive» preocupada com o meio ambiente. Enquanto Gerente desta marca, o que mais a fascina no setor onde a mesma atua?
O que mais me fascina é o desafio em mudar mentalidades. Ainda é fácil usar o hipoclorito e soda caustica, como a melhor solução para a limpeza e desinfeção, mas os mesmos são extremamente prejudiciais ao meio ambiente e à saúde publica. A mudança é um processo longo, mas é o caminho para um futuro melhor. Temos soluções eficazes, e com pouco, podemos fazer muito.

Em cada caso, a Deterwater foca toda a sua atenção em encontrar a solução ideal. Fazendo uma análise aos serviços que dispõe, o que distingue os mesmos no mercado? De que forma respeitam o ambiente e o seu futuro?
Procuro satisfazer a necessidade do cliente, através de um aconselhamento técnico adequado e de uma atenção personalizada. Querendo ser uma referência no mercado nacional, na venda de produtos técnicos e ecológicos que proporcionem soluções eficazes. Implementamos várias ações destinadas a reduzir o impacto ambiental, nomeadamente a de minimizar o consumo de recursos naturais, incluindo água, energia, matérias primas, embalagens, entre outras; reduzir emissões, descargas e resíduos; e, por fim, a implantação de sistemas informáticos com o objetivo de minimizar as impressões.

Além disso, representa em Portugal a Soluciones Ecológicas KIMU 2000 S.L. – uma empresa comercial dedicada à distribuição de produtos químicos de limpeza e manutenção. Que mais-valias esta representação aponta à Deterwater e ao mercado nacional?
A KIMU veio dar um maior impulso à Deterwater. Tem produtos que fazem a diferença no mercado nacional, sobretudo, na questão dos odores. Para as Etar´s, limpeza urbana e principalmente com a questão dos bio resíduos, temos uma solução única e efetiva, para neutralizar o mau odor.

Está ainda ligada à Associação De Limpeza Urbana – Parceria para Cidades + Inteligentes. Sendo esta a primeira associação nacional especificamente dedicada aos temas da limpeza urbana, quão importante tem sido a atuação da mesma e a sua ligação? Que objetivos já foram conquistados?
A Associação de Limpeza Urbana, tem como objetivo potenciar e dinamizar essa área, fazem parte alguns municípios, empresas fornecedoras de serviços, fornecedores, entre outros. Aqui trocamos experiências/conhecimentos e criamos contactos. A minha ligação esta a ser bastante positiva, estou ainda numa fase inicial, mas é fácil perceber que tem sido benéfico.

A Raquel Seixas é o rosto por detrás de várias iniciativas que defendem a sustentabilidade. A sustentabilidade do mundo e o futuro das gerações é algo que a preocupa? Quão gratificante é, através da Deterwater, poder contribuir para um mundo mais saudável?
Preocupa-me bastante o facto de ser mais fácil fazer “lixo” do que propriamente pensarmos em dar uma segunda vida útil ao que usamos. Mais importante do que reciclar, é reutilizar.
Enquanto empresa e soluções, a nossa gama apresenta produtos ultraconcentrados, diminuímos as emissões de plástico no nosso planeta. Tentamos apresentar sempre produtos de baixa classificação toxicológica.

Com que novidades a Deterwater irá brindar o mercado das soluções de limpeza ecológicas? Para os próximos meses, o que podemos contar?
Neste momento estamos a desenvolver as nossas máquinas de doseamento, principalmente para as Etar´s. Juntamente com o produto, vamos conseguir baixar os custos dos mesmos e com a mesma eficácia. Outras novidades virão.