“É expectável que o Contabilista Certificado tenha um papel ativo na emissão do relatório de sustentabilidade”

“A equipa da RMP reconhece, aplica e incentiva medidas relevantes e prioritárias, no que concerne com práticas de sustentabilidade”, quem o afirma é Raquel Mota Pinto, Partner e CEO da RMP Management, que, entre outros assuntos, abordou as mais-valias de aplicar o ESG (Environmental, Social and Governance) na gestão administrativa e financeira das empresas.

208

A RMP surgiu para ser a parceira na gestão e organização do negócio de pequenas e médias empresas. Que fatores fazem com que esta empresa seja, hoje, uma referência em consultoria de gestão?
Dispomos de uma estratégia organizacional e de controlo de produtividade que permite o foco nos resultados de uma forma simples, digital, didática e descomplicada.
Implementamos constante e consistentemente as melhores práticas de gestão, contribuindo para um crescimento sustentado dos negócios dos nossos parceiros, através da promoção do valor acrescentado.
Para além disso, disponibilizamos consultoria estratégica e financeira na montagem de operações de média e pequena dimensão, apresentando soluções adaptadas às diferentes fases do desenvolvimento dos negócios.
Deste modo, os nossos parceiros ficam com mais tempo para a gestão do seu negócio e têm acesso a informação fiscal, parafiscal, económica, financeira e contabilística atempada.

Certo é, a RMP afirma oferecer as melhores soluções para a gestão eficiente dos recursos internos de cada empresa. Que serviços adaptados à realidade de cada negócio a marca dispõe? O que os distingue no mercado?
Processamos e interpretamos informação empresarial que suporta e sustenta a adequada tomada de decisão dos nossos parceiros, no contexto do seu processo de flexibilidade e adaptação continua às mudanças do ambiente concorrencial em que estão inseridos.
Atuamos transversalmente em setores como serviços, comércio, indústria, não lucrativo e empreendedorismo social, através das nossas linhas de serviço nomeadamente: contabilidade, payroll, fiscalidade, candidaturas, formação, assessoria financeira, mentoria e consultoria estratégica e de gestão.
A vasta experiência da nossa equipa sénior, em diversos setores de atividade, abrange desde o processamento e desenvolvimento de informação empresarial, ao apoio e crescimento de intra-empreendedores e empresários.

A RMP destaca-se, ainda, pela plena consciência da importância que a inovação e a tecnologia tem hoje no mundo. Que papel diria que a tecnologia tem, no futuro das empresas de Contabilidade?
Ao longo dos tempos, as tecnologias tornaram o trabalho em contabilidade mais ágil, preciso, seguro e eficaz, mitigando erros operacionais, simplificando a submissão declarativa e, ainda, automatizando processos.
Acreditamos que a tecnologia permite aumentar a capacidade de oferecer soluções e de aperfeiçoar o acompanhamento aos parceiros, dedicando mais tempo à consultoria e análise, e menos a processos rotineiros e com valor acrescentado diminuto.
A RMP dispõe e disponibiliza um processo inteligente com recurso a um robot de arquivo. As faturas e demais documentos fiscalmente relevantes são arquivados em formato eletrónico, com o valor probatório dos documentos originais tornando o processo inteligente.

Falando de serviços em específico, face à sua experiência, que função diria que a inovação tem tido, e terá, na prestação de serviços de compliance contabilístico e fiscal?
É possível encontrar o equilíbrio certo entre a experimentação de novas ideias e a conformidade com leis, normas e regulamentos contabilísticos e fiscais.
O compliance contabilístico e fiscal deve ser encarado como um meio de potencializar a inovação, minimizando os riscos inerentes ao seu desenvolvimento, a partir de duas perspetivas: a gestão da inovação e a aplicação de tecnologias de informação e comunicação.
A transformação digital juntamente com uma abordagem inovadora permite gerir e aprimorar as atividades de governança, riscos e compliance, possibilitando a capitalização de oportunidades, bem como navegar pelos riscos, lidar com a incerteza e atender às novas necessidades e expetativas dos stakeholders.

Mas não é apenas a tecnologia que está a mudar mentalidades – também a sustentabilidade está a fazer repensar ações. Sabendo que a RMP é ciente de que o futuro sustentável se constrói no presente, que medidas incrementou neste sentido?
A partir de janeiro de 2024, por imposição de uma diretiva europeia publicada em abril de 2021, as grandes empresas e as PME (pequenas e médias empresas) suas participadas vão ser obrigadas a publicar um relatório de sustentabilidade.
Como tal, é expectável que o Contabilista Certificado tenha um papel ativo na emissão do relatório de sustentabilidade em todas as suas vertentes: ambiental, social, governança e financeira.
A sustentabilidade constituiu um tema relevante da atualidade e com estas novas regras as empresas vão flexibilizar e adaptar todas as suas vertentes. Dessa forma, ser mais responsáveis ética e socialmente, bem como contribuir para o cumprimento das metas energéticas e de redução das emissões.
Assim sendo, a equipa da RMP tem rotinas diárias de caráter ambiental, desenvolve programas internos que permitem a socialização e promove a saúde mental. Para essa finalidade, dispomos de animais de estimação em ambiente corporativo, apoiamos localmente instituições de solidariedade social, intervindo ativamente no empreendedorismo social, e disponibilizamos, atualmente, um serviço de contabilidade e arquivo 100% digital.

Considera que o setor da Contabilidade está no caminho certo para o desenvolvimento sustentável? Que mais-valias emerge de aplicar o ESG na gestão administrativa e financeira das empresas?
A tomada de decisão em contexto de investimento tem cada vez mais em consideração os aspetos ambientais, sociais e de governança corporativa.
Em termos ambientais, através dos investimentos, baseados na escolha de equipamentos e soluções que promovam a diminuição do consumo de papel, da poluição e dos consumos energéticos e a saúde e o bem-estar dos colaboradores.
No que concerne com a inclusão social pela valorização do capital humano e mitigação de desigualdades.
Pelo modelo de governança, investindo e fomentando a relação entre os colaboradores e a empresa nomeadamente através do salário emocional e implementação de medidas de retenção de talentos.

O mundo está a mudar, e a mudança tem de ser promovida desde cedo. Por este motivo, qual diria que é a relevância da formação no setor da contabilidade?
As agências de rating ESG (Environmental, Social and Governance) usam a informação pública disponível nos relatórios e contas, relatórios de sustentabilidade, sites à qual aplicam as métricas e índices, para a formulação de classificações.
Nos dias de hoje, os investidores recorrem cada vez mais a ferramentas de auxílio não financeiras para complementar a tomada de decisão.
Sendo o contabilista certificado o principal ator na produção de informação de relato financeiro e não financeiro, é crucial que este profissional tenha sensibilidade para estas matérias, conheça a legislação e a implemente, de forma a desenvolver sentido crítico.

Quais os próximos passos a dar pela RMP no mercado? Que novidades nos pode confidenciar?
A equipa da RMP reconhece, aplica e incentiva medidas relevantes e prioritárias, no que concerne com práticas de sustentabilidade, investindo, permanentemente, no reforço das qualificações e no ajuste das competências dos recursos humanos e do talento empresarial.
De forma consistente vamos continuar a gerar oportunidades de colaboração ao nível das cadeias de valor junto dos nossos parceiros e de reflexão, para que possamos superar-nos e constituir um verdadeiro ecossistema empreendedor com praticas sustentáveis reconhecidas.