Streams de “Ai Coração” cresceram mais de 400% no Spotify na semana da Eurovisão

Em linha com as previsões do Spotify, “Tattoo” de Loreen acabou por ser a vencedora, tendo batido o recorde de artista feminina sueca mais ouvida num único dia.

Data:

Após a vitória triunfante de “Tattoo” de Loreen na edição de 2023 da Eurovisão, os dados de streaming do Spotify revelam os artistas mais ouvidos pelos fãs do concurso musical mais importante da Europa, na semana chave que antecedeu o festival.

Os dados recolhidos durante a semana da Eurovisão, isto é, de 8 a 14 de maio, revelam que em Portugal, sem grandes surpresas, a música mais ouvida pelos fãs foi  “Ai Coração” de Mimicat, que teve um crescimento de mais de 400% na semana decisiva, apesar de ter terminado na 23.ª posição. Na segunda posição das canções mais ouvidas pelos Portugueses está a música vencedora de Loreen, seguida pelo tema da Finlândia, “Cha Cha Cha” de Käärijä.

Top Global

A nível global, os dados do Spotify voltam a acertar: a música mais ouvida foi  “Tattoo” de Loreen, que levaria para casa o troféu pela segunda vez, entrando na playlist Spotify Global 50 e batendo o recorde de artista feminina sueca mais ouvida num único dia. O segundo lugar é ocupado por  “Cha Cha Cha” de Käärijä, a representar a Finlândia, e o pódio encerra com a música norueguesa de Alessandra,  “Queen of Kings”.

Curiosamente, “Mama ŠČ!” de Let 3, a música que representa a Croácia, atingiu grande sucesso no Spotify – com um aumento de 669% nos streams apesar de ter terminado em 13.º lugar. Outras músicas que viram um aumento nos streams após a emissão da final foram “Better the Devil You Know” interpretado por Sonia e “I Turn To You” de Mel C, mas com performance de Cornelia Jakobs, com uma aumento de 1000% e 130% nos streams respetivamente.

Os vencedores mais ouvidos das últimas 10 edições:

Olhando para os vencedores das últimas edições da Eurovisão, os fãs continuam a ouvir todos os anos as músicas mais marcantes das várias edições. A liderança pertence a Duncan Laurance com “Arcade”, seguido de “Zitti e Buoni” de Måneskin e o top 3 encerra com Måns Zelmerlöw com “Heroes”. “Amar pelos dois“, a música vencedora de Salvador Sobral, encontra-se na 8.ª posição das mais ouvidas nas últimas dez edições.

Êxitos Eurovisão surpreendentes no Spotify

Embora o destaque vá para os vencedores, há músicas da Eurovisão que não ganharam o festival, mas que atingiram grande sucesso no Spotify. No ano passado, a Arménia, representada por Rosa Linn, obteve apenas 61 pontos e ficou no 20.º lugar. No entanto, “Snap” tornou-se viral nas redes sociais e já tem 600 milhões de streams no Spotify. Em 2021, por exemplo, o Reino Unido ficou na última posição da final, mas “Embers” de James Newman atingiu o sucesso no Spotify e já tem mais de 11 milhões de streams.

O sucesso de músicas que não foram as preferidas nas suas edições da Eurovisão, demonstra o poder da competição na descoberta de novos artistas.

Os utilizadores do Spotify podem reviver o incrível concurso deste ano com acesso aos bastidores, através de entrevistas exclusivas de Loreen, Mae Muller e mais artistas, ouvindo o último episódio do podcast Discover This.

As músicas mais ouvidas mundialmente da edição de 2023 da Eurovisão (8 a 14 de maio):

  1. Suécia – “Tattoo” de Loreen
  2. Filândia – “Cha Cha Cha” de Käärijä
  3. Noruega – “Queen of Kings” de Alessandra
  4. Israel – “Unicorn” de Noa Kirel
  5. Itália – “Due Vite” de Marco Mengoni
  6. Polônia – “Solo” de BLANKA
  7. França – “Évidemment” de La Zarra
  8. Áustria – “Who the Hell is Edgar?” de TEYA, SALENA
  9. República Checa – “My Sister’s Crown” de Vesna
  10. Reino Unido – “I Wrote A Song” de Mae Muller

As músicas mais ouvidas em Portugal da edição de 2023 da Eurovisão (8 a 14 de maio):

  1. Portugal – “Ai Coração” de Mimicat
  2. Suécia – “Tattoo” de Loreen
  3. Filândia – “Cha Cha Cha” de Käärijä
  4. Noruega – “Queen of Kings” de Alessandra
  5. Israel – “Unicorn” de Noa Kirel
  6. França – “Évidemment” de La Zarra
  7. Aústria – “Who the Hell is Edgar?” de TEYA, SALENA
  8. República Checa – “My Sister’s Crown” de Vesna
  9. Reino Unido – “I Wrote A Song” de Mae Muller
  10. Itália – “Due Vite” de Marco Mengoni

Partilhar

Revista Digital

Revista Pontos de Vista Edição 129

Popular

Mais Artigos deste tipo

DepilConcept abre clínica na Maia

Os novos franchisados da insígnia vêm de áreas distintas....

Ornatos Violeta celebram 25 anos de “O Monstro Precisa de Amigos”

O concerto de celebração do 25.º aniversário do segundo...

Venda de livros cresceu 5,8% de janeiro a março, face ao mesmo período de 2023

Segundo a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL),...