“O Feng Shui é para os despertos, para as mentes evoluídas”

A propósito do Dia Internacional da Mulher na Engenharia, celebrado anualmente a 23 de junho, fomos conversar com Sofia Lobo Cera – embora conhecida a nível nacional e internacional pela sua vida dedicada ao Feng Shui e ao sucesso que já construiu através da sua própria marca, tem também uma linha temporal ligada à Engenharia Química - Ramo Ambiente e Qualidade, área pela qual, ainda hoje, mantém um profundo sentimento de apreço.

226

Sofia Lobo Cera afirma, desde logo, que sempre viu as suas aptidões direcionadas para as áreas da química, da biologia, da matemática e de todas as que envolvam pragmatismo. Por esse motivo, licenciou-se em Engenharia Química – Ramo Ambiente e Qualidade com a visão primordial de querer melhorar o mundo, passando, por isso, a colher experiências nas mais diversas áreas que a sua licenciatura lhe permitiu – e rapidamente se tornou, à época, uma das poucas Mulheres de sucesso no universo da Engenharia.

Importa referir que a Ordem dos Engenheiros (OE) foi a primeira Ordem Profissional a ter uma Comissão para a Igualdade de Género e a única com um programa com o Governo – o projeto «Engenheiras por um dia». Com este impulso motivador de quem dá o exemplo no mercado de trabalho, e segundo dados do PORDATA, em 2001 tínhamos 2519 Mulheres formadas nestas áreas, sendo que, 20 anos depois, o número ascende para 5643.Aos poucos, aquela que é uma área muitas vezes conotada como masculina, muda o seu paradigma e adapta-se ao mundo moderno.

“Há 20 anos, quando tirei o curso, notava-se muita diferença. No que diz respeito à igualdade, eu posso comprovar que não era uma realidade. Não a nível de salário, não a nível de oportunidades e não, até, a nível de exigência. Eu acho que, de facto, a Ordem dos Engenheiros tem de ser um ponto de partida, mas importa garantir que o mercado de trabalho segue o exemplo e o aplica na prática”, afirma a nossa entrevistada, acrescentando ainda que “energeticamente, é preciso equilíbrio. Da mesma maneira que há o dia e a noite, é preciso o homem e a mulher”.

Mas foi, de facto, esta mentalidade retrograda da sua altura, que fez com que Sofia Lobo Cera procurasse algo que, por um lado, a completasse enquanto pessoa e profissional e, por outro, a preenchesse na missão a que se propôs nos primórdios da sua juventude: melhorar o mundo. Todos, enquanto cidadãos do planeta Terra, podemos contribuir para que, este nosso mundo, seja um bocadinho melhor. Uns diminuem o consumo de energia, outros reduzem o consumo de água, há quem dissemine os seus conhecimentos sobre como preservar o meio ambiente e há, também, quem tão simplesmente faça o bem pelo outro, pense no próximo, crie soluções, veja mais além – e é neste «lugar» que habitam os sonhos da nossa interlocutora. Assim nasceu o Feng Shui na sua vida e na de tantos outros que, por acaso do destino (e muitas horas de trabalho e dedicação), se cruzaram no seu caminho.

De que forma o Feng Shui e a Engenharia se complementam?

O Feng Shui e a Engenharia são duas áreas que abordam diferentes aspetos do ambiente construído, mas que se podem unir, entre si, para criar espaços harmoniosos e funcionais. Embora tenham origens culturais e abordagens distintas, ambas têm o objetivo de melhorar a qualidade de vida das pessoas nos seus próprios ambientes.

O Feng Shui é uma prática chinesa antiga, que procura harmonizar as energias do ambiente por meio da disposição cuidadosa dos elementos e de princípios específicos, considerando fatores como a disposição de edifícios, o fluxo de energia, a localização dos móveis, a escolha das cores e tudo o que possa criar um ambiente equilibrado e propício ao bem-estar da pessoa que ali mora ou trabalha.

Por outro lado, a Engenharia envolve o projeto, a construção e o funcionamento de estruturas físicas, sendo que estes profissionais consideram aspetos como a estabilidade estrutural, o conforto térmico, a eficiência energética, entre outros.

“Estas áreas cruzam-se porque, no fundo, a base é a mesma – a energia. Durante muitos anos perguntei-me diversas vezes por que motivo tinha ido para Engenharia, para o que é que me serviria no futuro. E quando entrei no Feng Shui encontrei as minhas respostas. A Engenharia é uma mais-valia muito grande”.

Contudo, nem sempre é reconhecido o verdadeiro valor do Feng Shui, nomeadamente em áreas tão importantes como a Engenharia Civil. E, quanto a isso, “se me perguntar se eu gostava que a mente humana evoluísse no sentido de podermos cruzar estas áreas e trabalharmos em sinergia? Esse é o meu sonho” – e é o que a própria concretiza nos projetos que desenvolve, através da sua marca Sofia Lobo Cera.

Feng Shui  – Mitos por desmistificar

Embora o Feng Shui seja uma prática amplamente conhecida e popular (e cada vez mais em Portugal), existem alguns mitos e equívocos associados que urgem desmistificar e que a nossa entrevistada esclarece. “Desde logo, importa clarificar que não é obrigatório que o Feng Shui seja aplicado em projetos de raiz. Claro que se sim, melhor, mas não é uma regra imposta. Outro mito que levanta muitas questões, é o facto de as pessoas pensarem que é obrigatório fazer obras ou que vão gastar muito dinheiro. Aqui posso dar um exemplo de um caso muito simples que eu tive em mãos, em que a queixa da cliente era que o seu filho nunca estava com ela, estava sempre noutro compartimento da casa, fechado, no computador. Aquilo que lhe pedi que fizesse, foi que mudasse um cadeirão específico de um sítio para o outro. Ela assim o fez e passaram a ter momentos de qualidade em família. E o terceiro grande mito é as pessoas pensarem que vão ficar com as casas todas zen, que o minimalismo é obrigatório ou que têm de colocar elementos chineses no espaço. A única coisa que vão sentir de diferente não é palpável, é a sensação de bem-estar”.

Certo é, para a Sofia Lobo Cera, o Feng Shui está hoje mais conhecido, mas, em Portugal, e a nível de massa empresarial, está muito atrás relativamente a países como Suíça, França, Reino Unido ou Espanha. As portas de várias áreas ainda não se abriram, algumas mentalidades ainda não se rasgaram. E sobre esta falta de interesse, a mesma assegura que “não tem a ver com acreditar, porque estamos a falar sobre ciência. Costumo dizer que o Feng Shui é para os despertos, para as mentes evoluídas. A maioria das pessoas que o aplicam já está mais à frente”.

Marca Sofia Lobo Cera

A Sofia Lobo Cera é uma Consultora de Feng Shui, como anteriormente mencionado, reconhecida internacionalmente, com centenas de consultas realizadas e inúmeros projetos bem-sucedidos. Sabemos que o segredo é, como se diz na gíria portuguesa, a alma do negócio. Contudo, nesta conversa longa e transparente, a mesma abriu espaço para afirmar que o seu grande truque no mercado é o conhecimento contínuo.

Durante o ano e meio que passou, “nunca parei de estudar, nem nunca vou parar. Criei o serviço de mentoria a profissionais, fiz diversas consultas, comecei uma série de cursos paralelos ao Feng Shui, mas que me completam enquanto empresária, como na área de Literacia Financeira, Marketing Digital, entre outros. Tenho apostado no meu desenvolvimento pessoal, tenho estudado conceitos de neurociência. Neste momento tenho mais uma Arquiteta e outra pessoa ligada, também, ao Feng Shui, a trabalhar comigo, até porque um dos meus maiores focos é, efetivamente, a expansão internacional. Tenho participado em projetos de empresas e, posso dizer que, felizmente, o serviço de consultoria tem aumentado. Por fim, desenvolvi cursos online, para já de curta duração, mas em breve lançarei também de longa duração”.

Para o futuro, existem outros projetos que, embora já estejam em curso, Sofia Lobo Cera ainda não os pode revelar. A sua promessa é que serão inovadores, pioneiros e transformadores.

Uma mensagem especial a todas as jovens

A Sofia Lobo Cera é um exemplo de uma mulher determinada e empreendedora. Por esse motivo, desafiámos a mesma a deixar umas palavras a todas a jovens que estão agora a iniciar as suas vidas profissionais.

“Primeiro de tudo, sejam pessoas. Tenham tempo de qualidade nas vossas vidas, seja a nível profissional ou a nível pessoal. Tentem o equilíbrio certo. Sejam organizadas. Tenham a cabeça muito bem arrumada e as ideias definidas – saibam o que não querem, mas, acima de tudo, o que querem para o vosso futuro. Fazerem o que gostam é muito importante. Têm de ter foco, determinação e ambição. Façam um bom trabalho e pensem em grande. Foquem-se no conhecimento contínuo. Assim vão ter, com certeza, uma carreira de sucesso”.

Sofia Lobo Cera
www.sofialobocera.com

> Consultora Profissional e Mestre de Feng Shui
> Feng Shui Society Accredited Consultant
> Feng Shui Master in Xuan Kong Fei Sin by CAFS of Malaysia
> Engenheira Química Ambiente e Qualidade
> Autora do Livro “Mude a Sua Casa Enriqueça a Sua Vida” e do Projeto Digital “Casa Organizada Vida Equilibrada”