Portugueses envolvidos em projeto europeu para desenvolver sistema computacional mais sustentável

O projeto europeu 2DNeuralVision conta com uma equipa portuguesa para ajudar a desenvolver um novo sistema de visão computacional que utilize menos energia, reforçando assim o papel da Europa enquanto líder na cadeia de componentes digitais.

259

A equipa do 2DNeuralVision, composta pela FI Group Portugal e por outros seis parceiros de quatro países europeus, espera que este projeto tenha um impacto em vários setores, desde a indústria automóvel, às áreas de Realidade Artificial e Realidade Virtual, passando também pelos dispositivos móveis.

Através do desenvolvimento de componentes de circuitos integrados fotónicos e eletrónicos e do recurso a tecnologia bidimensional, será possível utilizar este novo sistema em qualquer circunstância, independentemente das condições climatéricas e da luminosidade, permitindo uma poupança energética e uma maior eficiência desta tecnologia.

Este projeto conta com um investimento de 5,5 milhões de euros no âmbito do programa Horizonte Europa e procura posicionar a Europa no desenvolvimento de uma rede de fornecimento digital mais sustentável.

A equipa da FI Group Portugal, que representa o país no projeto, “assume a responsabilidade da divulgação e avaliação dos resultados”, como explica Bruna Fonseca, International Grants Manager da empresa. “Temas como armazenamento e economia de energia são uma das nossas principais prioridades, dado o compromisso da FI Group Portugal para contribuir em várias frentes para a sustentabilidade na Europa”.

O projeto, que arrancou a 9 de outubro e será desenvolvido ao longo dos próximos três anos, é coordenado pelo Instituto de Ciências Fotónicas.