APCC refuta argumentos da Greve agendada para o dia 8 de março

Na sequência do aviso prévio de greve no Setor dos Contact Centers para o próximo dia 8 de março, dia em que se comemora o Dia da Mulher, a APCC, apesar de respeitar o direito à greve, não pode deixar de refutar os argumentos utilizados com o pretexto da desigualdade de género, por não corresponderem à verdade dos factos, segundo afirma.

255

No âmbito da greve marcada para o dia 8 de março, a APCC afirma que “acreditamos e trabalhamos, desde sempre, na valorização e dignificação dos profissionais dos Contact Centers, independentemente do seu género”.

Assim, a APCC condenará sempre qualquer tipo de discriminação junto dos Colaboradores desta Indústria, sem exceção. Pela sua importância, a mesma assume que “o Dia Internacional da Mulher não pode servir de mote para denegrir um Setor, onde as mulheres estão tão bem representadas e contribuem de forma tão decisiva para o seu sucesso. Esta greve carece de contexto que a justifique, pelo que não podemos pactuar com esta falsidade!”.

Dados do último Estudo de Benchmarking 2023, elaborado pela APCC, mostram que o género feminino continua a ser predominante entre os Colaboradores e Supervisores dos Contact Center:

  • Dos seus operadores 63% são mulheres;
  • 58% dos Supervisores são mulheres, o que mostra uma situação dominante das mulheres em cargos de chefia;
  • Não há quaisquer diferenças salariais, mediante o género.
  • Este como qualquer outro Setor tem algumas especificidades, como seja o formato de prestação de serviço 24/7, para muitas das operações dos seus representados, no que diz respeito a serviços de emergência ou problemas técnicos.

A APCC, bem como as empresas suas Associadas, defende um Setor justo com importância relevante para a Economia Nacional, com forte impacto na criação de emprego e oportunidades para as pessoas, onde impera o respeito pela igualdade e inclusão. Trata-se de um Setor que emprega em Portugal mais de 104 mil pessoas.

De referir que o número de pessoas empregadas na Indústria de Contact Centers está a crescer a um ritmo acentuado e substancialmente superior ao crescimento anual do emprego nacional, onde as mulheres continuarão a assumir um papel de peso e de extrema relevância. A APCC celebra neste dia todas as mulheres que graças ao seu empenho contribuem diariamente para o desenvolvimento do Setor dos Contact Centers!

A APCC manifesta total disponibilidade para um debate sério sobre o Setor, em qualquer fórum ou meio, sempre que para tal seja solicitada.