“Construir um Futuro onde a Igualdade seja a base da nossa sociedade”

“As mulheres imigrantes no nosso país enfrentam desafios únicos ao procurar integração no mercado de trabalho e acesso a serviços de apoio”, revela Bárbara Simões, Head of the Immigration Department na Finpartner, que nos deu a conhecer como a marca assume um papel importante no suporte igualitário e inclusivo às Mulheres imigrantes.

140

A Bárbara Simões é Head of the Immigration Department na Finpartner. Quão gratificante é, para si, ser uma Mulher Líder nesta empresa de sucesso?
Poder fazer parte desta empresa como Team Leader é uma honra, pois considero que a diversidade de género na liderança não apenas promove a igualdade, mas também traz uma variedade de perspetivas, habilidades e estilos de liderança que podem ser benéficos para qualquer organização.
Na Finpartner, onde grande parte dos Team Leaders são mulheres, cultivamos uma cultura inclusiva que valoriza e respeita as mulheres. Promover a liderança das mulheres não é apenas uma questão de justiça social, mas também uma estratégia para impulsionar o desempenho e a sustentabilidade das empresas a longo prazo.

No contexto do Dia Internacional da Mulher – e dada a sua experiência na área da imigração – observa desafios enfrentados por Mulheres imigrantes em termos de integração no mercado de trabalho e acesso a serviços de apoio? Como se encontra, atualmente, esta questão?
As mulheres imigrantes no nosso país enfrentam desafios únicos ao procurar integração no mercado de trabalho e acesso a serviços de apoio. Alguns dos desafios mais comuns que observamos diariamente incluem: barreiras linguísticas, onde a falta de proficiência no idioma local pode ser uma barreira significativa para a integração no mercado de trabalho, reconhecimento de qualificações, onde muitas vezes as qualificações e experiências profissionais obtidas nos países de origem podem não ser reconhecidas no novo país, o que limita bastante as oportunidades de emprego, e desafios culturais e sociais, quando as diferenças culturais nas práticas de trabalho e nas normas sociais podem impactar a forma como as mulheres imigrantes são percebidas e aceites no mercado de trabalho.
Políticas inclusivas, programas de integração, reconhecimento de qualificações estrangeiras e esforços para promover uma cultura de diversidade e inclusão são fundamentais para apoiar a integração bem-sucedida das mulheres imigrantes no mercado de trabalho e na sociedade em geral.

Por outro lado, em que medida este importante Departamento na Finpartner garante suporte igualitário e inclusivo às Mulheres imigrantes que procuram assistência em questões relacionadas à residência, trabalho e integração?
Garantir suporte igualitário e inclusivo requer uma abordagem abrangente e sensível às necessidades específicas de cada pessoa. Algumas das estratégias implementadas diariamente na Finpartner passam pela informação acessível e clara sobre processos de imigração, direitos no trabalho, serviços de saúde e educação, e orientação sobre regulamentações e práticas de negócios locais. Tentamos também ter uma boa rede parceira de apoio, que nos possa auxiliar com assuntos mais específicos e que não estejam dentro da área de trabalho da Finpartner, para que as clientes em questão se sintam ajudadas ao máximo em todos os aspetos que achem essenciais.

Já dentro de «portas», considera que o Departamento que lidera promove, também, esta igualdade de que tanto falamos? De que forma?
O Departamento de Imigração, uma equipa composta apenas por mulheres, mas que tem várias nacionalidades diferentes, tenta ao máximo promover esta igualdade já anteriormente referida. Promover esta igualdade no trabalho é fundamental para construir ambientes profissionais mais justos, produtivos e inclusivos. Algumas das estratégias que adotamos incluem oferecer oportunidades de desenvolvimento e formação, promovendo o avanço profissional e a aquisição de habilidades necessárias para cargos de liderança, e a avaliação e adaptação contínua, onde o feedback constante é crucial, e tentar ao máximo que as diferenças culturais não sejam uma barreira, compreendendo as necessidades e diferenças de cada um. Ao adotar essas práticas, as organizações podem criar ambientes de trabalho mais equitativos, onde todos os funcionários tenham oportunidades iguais de sucesso e crescimento profissional.

Em nome da Finpartner, gostaria de deixar uma mensagem inspiradora para todas as leitoras, destacando como as mesmas podem contar com o apoio e o compromisso da Finpartner?
Num mundo que muitas vezes tenta impor limites e onde a igualdade de género é uma batalha constante, lembrem-se de que cada obstáculo é uma oportunidade para crescer, aprender e fortalecer. Juntas, podemos desafiar as normas ultrapassadas e construir um futuro onde a igualdade seja a base da nossa sociedade. A sororidade é uma ferramenta poderosa, e cada passo que damos em direção à igualdade contribui para um mundo mais justo e equitativo. A Finpartner compromete-se a fazer o seu melhor para que uma realidade justa e igualitária seja possível.