Degroof Petercam: Uma longa história de sucesso no setor Financeiro

A Revista Pontos de Vista conversou com Kris De Souter, Head of Private Banking e com Vincent Frédérick, Market Leader France, Switzerland, Southern Europa & Canada, ambos da Degroof Petercam, sobre a história da empresa e o que é que a mesma representa nos mercados onde atua, nomeadamente no Luxemburgo – este que é um país com um histórico de sucesso económico.

80

Tendo em conta a longa história de Degroof Petercam como marca líder de investimento, como é que a empresa se adaptou às mudanças no mercado global ao longo do tempo e às tendências de investimento para garantir o sucesso em vários contextos, incluindo no Luxemburgo?
Kris De Souter (KDS) Fundada em 1871, a Degroof Petercam tem uma longa história de sucesso. O banco cresceu de forma estável ao longo de todos os ciclos económicos e financeiros, expandindo progressivamente as suas competências e atividades e mantendo o seu papel social. O seu desenvolvimento baseia-se em quatro atividades principais: o banco privado, a gestão de ativos, o banco de investimento e o serviço de ativos. o serviço do banco privado é realizado por duas entidades. A entidade belga serve os residentes fiscais belgas, enquanto a entidade luxemburguesa serve uma clientela internacional, principalmente da Europa. Os nossos clientes são exclusivamente pessoas com património líquido elevado (com ativos financeiros líquidos iguais ou superiores a um milhão) e pessoas com património líquido ultraelevado, constituído por famílias abastadas ou empresários de sucesso. Os nossos clientes têm frequentemente ativos com uma dimensão transfronteiriça, que podem estar localizados em diferentes jurisdições, e membros da família que podem ser altamente móveis e residir em diferentes países. Estamos presentes no Luxemburgo desde 1987, onde empregamos atualmente mais de 430 pessoas. A Degroof Petercam presta serviços aos HNWI’s portugueses com uma equipa dedicada, experiente e multidisciplinar. No nosso processo de recrutamento, procuramos contratar pessoas com experiência local num mercado de desenvolvimento alvo para garantir que têm uma boa compreensão do ambiente e das necessidades dos nossos clientes.

O Luxemburgo tem, de facto, uma sólida reputação como país favorável às empresas e ao investimento. Porque é que este mercado faz jus à sua reputação?
Vincent Frédérick (VF) Com sede na Bélgica, a Degroof Petercam criou um banco no Luxemburgo há 37 anos para aceder ao mercado europeu do banco privado. A longa história de experiência do Luxemburgo ao serviço dos investidores e dos particulares abastados é muito apreciada, graças à sua estabilidade política, social, financeira (classificação AAA) e económica. Com mais de 650 mil milhões de euros de ativos sob gestão, o centro serve 86% dos clientes europeus do banco privado. A equipa da Degroof Petercam possui competências múltiplas e complementares, conhecimentos fiscais transfronteiriços e conhecimentos especializados em filantropia, bem como em investimentos tradicionais e alternativos, tais como arte e private equity.

Com base no histórico de sucesso económico do Luxemburgo, como é que Degroof Petercam aproveita estes elementos para impulsionar ainda mais os seus serviços bancários para clientes locais e internacionais?
(KDS) A vasta experiência de Degroof Petercam em banco privado transfronteiriço a partir do Luxemburgo permite-nos servir clientes em toda a Europa, incluindo Portugal, com benefícios únicos que não se encontram em bancos locais ou estrangeiros. A nossa proposta de valor é inigualável e orgulhamo-nos de proporcionar a cada cliente um banqueiro privado dedicado que desenvolve uma relação forte e íntima com ele. No mundo financeiro, a normalização está a aumentar devido à regulamentação, às pressões sobre os custos e à digitalização. No entanto, é importante notar que o desenvolvimento de uma abordagem personalizada continua a ser altamente valorizado pelos nossos clientes que procuram confiança e estabilidade nas suas relações. Enquanto membro da equipa de gestão, cultivei pessoalmente relações com a maioria dos nossos clientes, o que nos permitiu compreender melhor as suas necessidades específicas e fornecer soluções personalizadas com confiança e competência. A relação estreita entre os clientes e os seus banqueiros privados permite-lhes ter um conhecimento profundo dos desafios que o património e as famílias dos seus clientes enfrentam. Podem antecipar as necessidades dos seus clientes e aconselhá-los com confiança. Além disso, os private bankers são apoiados por uma equipa de profissionais experientes, incluindo planeadores imobiliários e consultores de investimento, que ajudam a aconselhar os clientes.

No que diz respeito às perspetivas futuras, quais são os planos de Degroof Petercam para inovar e expandir os seus serviços no Luxemburgo, especialmente à luz das oportunidades emergentes no setor financeiro que podem ter um impacto no ambiente de investimento no país?
(VF) Em termos de produtos de investimento, o nosso objetivo é facilitar o acesso a classes de ativos alternativos, como o private equity e o imobiliário. Oferecemos, desde há 20 anos, opções inovadoras que vão desde o investimento ecológico ao investimento de impacto, para satisfazer a procura crescente de produtos de investimento sustentáveis e responsáveis. Também fornecemos a nossa experiência em planeamento, estruturação e financiamento de património a indivíduos com elevado património líquido e a proprietários de empresas familiares. Ajudamos os proprietários de empresas familiares a resolver questões de governação familiar e a facilitar a compra, venda ou transferência de empresas para a geração seguinte. Além disso, oferecemos serviços relacionados com aspirações filantrópicas, como o investimento em arte, a construção de uma coleção de arte ou a criação de uma fundação. Os nossos serviços também incluem conhecimentos especializados na utilização de soluções de seguros de vida como uma ferramenta de gestão de património.
No que diz respeito às ferramentas digitais, acreditamos que o seu principal objetivo é facilitar a comunicação e a partilha de informações. No entanto, reconhecemos que a tecnologia não pode substituir a experiência e a relação pessoal que o cliente tem com o seu banqueiro. Na gestão, estruturação e transmissão de ativos no valor de 5, 10 ou 15 milhões de euros, o toque humano é indispensável. Dedicamos tempo a compreender os problemas e a apresentar soluções e alternativas ao cliente. Isto tem um custo, mas está incluído no serviço que prestamos.

Por último, em termos gerais, como é que a Degroof Petercam pretende manter a sua posição de referência no setor financeiro? O que vos reserva o ano de 2024?
(KDS) Em agosto de 2023, o CA Indosuez Wealth Management e a Degroof Petercam anunciaram uma aliança no domínio da gestão de patrimónios. Esta combinação criará um líder pan-europeu com mais de 200 mil milhões de euros em ativos sob gestão. Faz parte de um projeto de crescimento destinado a desenvolver a atividade, proporcionando oportunidades interessantes tanto aos nossos empregados como aos nossos clientes. A operação é o resultado da união de dois intervenientes de longa data no setor do banco privado, que se complementam bem em termos de presença geográfica e de oferta de serviços, partilhando simultaneamente os mesmos valores e a mesma orientação para os interesses dos clientes. Ao juntar-se ao CA Indosuez Wealth Management, a Degroof Petercam terá uma presença física em países como Portugal ou Espanha, permitindo-nos estar ainda mais perto dos nossos clientes. A transação está sujeita a aprovações regulamentares e de concorrência e deverá ser concluída no segundo trimestre de 2024.