“Gosto de comparar a Mulher com a Lua, plena de si e feita de fases”

Daniela Moreira, Empreendedora na StarLEADER – Love&business Empowerment e People Manager na LIDERTEAM, lançou a sua marca impulsionada pelo seu propósito maior – o de apoiar o próximo a encontrar dentro de si, aquilo que o faz brilhar. Conheça a sua visão inspiradora sobre a vida, sobre os desafios da Mulher no mundo dos negócios e sobre aquilo que ambiciona para si e para a sociedade em geral.

83

Sabemos que o percurso da Daniela é vasto, tendo passado por diferentes áreas, tais como enfermagem, política e agora como empreendedora na StarLEADER – Love&business Empowerment. Poderia partilhar connosco um pouco sobre os motivos que a levaram a lançar a sua própria marca no último ano?
Acredito firmemente que todos temos um propósito a cumprir neste Mundo e a minha jornada na criação da minha marca reflete esse entendimento. Este é um caminho que poucos se permitem trilhar, uns pelo receio do desconhecido, outros porque ainda não encontraram o momento certo. Há três anos, iniciei um profundo processo de autoconhecimento, na procura da minha autenticidade, da minha verdade, da verdadeira razão da minha existência. Pode soar clichê, mas a realidade é que vivemos num mundo cheio de distrações externas e muitas vezes perdemo-nos de quem verdadeiramente somos, o que nos traz felicidade genuína e o que nos faz pulsar a nossa alma e o nosso coração. Acredito que é essencial olharmos para dentro de nós mesmos, para o que nos traz paz e energia positiva para podermos contribuir de forma significativa nas nossas vidas, no mundo e para com as pessoas que nos rodeiam. Encontrar o nosso propósito pessoal e profissional transforma completamente a nossa visão do presente e do futuro. Esta é uma das minhas maiores verdades, pois vivi o processo. Foi esta convicção que me levou a fundar a StarLEADER, não apenas como um projeto, mas como um legado, uma forma de partilhar esta mensagem e inspirar outros a acreditarem que o sucesso está no ser e jamais no ter.

Ao fundar a StarLEADER – Love&business Empowerment, embarcou numa jornada no universo do empoderamento. Sempre foi uma ambição fundar uma marca com a sua identidade? Como nos pode descrever a missão central da mesma e o impacto que deseja promover no cenário atual?
Sim, sempre foi ambição criar algo com a minha identidade. Dei aulas durante dez anos na área da saúde e subi muitas vezes ao palco como atriz amadora. O tema “comunicação e relações de confiança”, que trabalhei nestas duas áreas da minha vida, sempre me fez sentir uma energia especial e sabia que ali estaria o meu ponto de partida, só não sabia como, nem quando. Empoderar pessoas é um tema delicado, mas sou sincera, faz-se sorrir a alma e devolve-me o brilho no olhar. Com o meu projeto de Love&business Empowerment, através dos eventos da marca, pretendo inspirar cada pessoa através do testemunho de histórias de vida impactantes e com coragem para ir atrás dos sonhos, pessoas com um legado construído na liderança humanizada e com o coração do lado certo, o dos valores, como a humildade, a tolerância e o amor. Vejo cada um dos meus clientes como pessoas, não através dos cargos ou funções que desempenham, muito menos pelo poder da marca que representam no mercado. Vejo, e sinto pessoas, com histórias felizes e menos felizes, vivências mais intensas ou menos intensas, mas todas elas com algo a acrescentar no mundo. Pessoas que inspiram pela coragem de ir mais além e impactam o mundo com a sua autenticidade. Este é o meu fascínio, que cada um encontre dentro de si aquilo que o faz brilhar e elevar a sua energia, para que juntos consigamos tornar o mundo um lugar melhor para se viver. Parece utopia, eu sei… mas é a magia do autoconhecimento. Começamos por nós, e pouco a pouco levaremos a mensagem aos que nos rodeiam. Este é o maior dos propósitos, e é nele que encontro a minha missão.

Além de ser fundadora da StarLEADER, também desempenha um papel importante como People Manager na LIDERTEAM. Quais diria que são os desafios e as oportunidades de ser líder, tanto no seu próprio projeto como dentro de uma equipa já estabelecida?
O maior desafio de um líder é ser uma pessoa e ter de liderar outras pessoas. Até parece estranho, e como é óbvio, podemos entrar no campo da produtividade, da estratégia, da técnica, da racionalidade e dos resultados, e sim, são cruciais e não deixam de ser desafios. Na minha opinião, o maior desafio de um líder prende-se com o básico, o respeito por cada pessoa da sua equipa. Nos eventos da marca e no contacto com as pessoas no dia a dia, esta é a estrela do meu projeto, cuidar da energia de cada um para que consigam alcançar melhores resultados nas suas tarefas diárias. Sou apaixonada por pessoas, por histórias e por conseguir guiá-las no caminho do autoconhecimento até a uma versão de si mesmas onde se redescubram, tal como eu fiz. Uma alma cuidada é mais produtiva e mais criativa, com toda a certeza. Empoderar é muito mais do que dizer palavras bonitas e incentivar a fazer mais e melhor, é mergulhar com a pessoa na sua história e fazê-la sentir que pode, porque pode. Esta é a verdadeira oportunidade de um líder, evoluir com a sua equipa, como pessoa e como profissional.

Com uma carreira tão diversificada e dinâmica, como equilibra os seus compromissos pessoais e profissionais? Existem práticas ou princípios-chave que adota para garantir que possa prosperar em ambas as vertentes?
Equilíbrio é uma palavra que raras vezes utilizo. Hoje, vejo a vida como um balanço. A procura pela “perfeição”, pelo equilíbrio, foi um dos motivos que me levou a um estado que hoje não me deixa saudades, o verdadeiro salto sem para-quedas. Encaro cada acontecimento como uma aprendizagem e naquele momento havia uma certeza, só restava subir… e eu fui subindo, com a descoberta do autoconhecimento e claro, com o apoio das pessoas certas. Tenho dois filhos, a Maria com dez anos e o João Maria com cinco, e eles sim, são um dos maiores compromissos da minha vida. Não existem milagres nem fórmulas mágicas para o sucesso e para a prosperidade, mas acredito que há princípios básicos para garantirmos que tudo se torna mais fluido, verdadeiro e autêntico e que cada um encontrará a melhor forma de viver o seu caminho. Estar verdadeiramente presente em cada momento e entregar o melhor de mim onde e com quem estou, é uma máxima que levo para a vida, pessoal e profissional. Somos pessoas a comunicar com pessoas. Quando trabalhamos com propósito, a caminhada é muito mais leve e eu sou apaixonada pelo que faço. Cuido com muito amor da minha energia, sei o quanto me custou perdê-la e sentir o vazio da alma. Valorizo muito o meu sorriso sincero, o brilho no olhar e a paz no coração. Uma certeza, serei melhor mãe, mulher e empreendedora se estiver feliz a desempenhar cada um destes papéis. A vida vai balançando e nós temos o poder de ir limando arestas mediante os nossos objetivos. Muitas quedas virão, muitos degraus irei descer para voltar a subir, mas uma certeza tenho, já sei voar. Gerir expectativas ajudou-me imenso a encarar a vida de uma outra forma, relembro que só restava mesmo subir e nessa fase damos tudo de nós. Acredito que o processo nos prepara para o propósito e eu encontrei aí o meu caminho.  Já não estou no palco, nem a vida é uma peça de teatro, vivo a vida com intensidade, encontro-me no belo, no simples e na magia, no contacto com a natureza, naquela música, naquele texto, naquele abraço. Sei que as minhas escolhas definem o meu destino e faço-as em consciência, ouvindo o coração.

Como mulher e empreendedora multifacetada, o Dia Internacional da Mulher certamente tem um significado especial na sua vida. Como observa este dia, à luz das suas experiências pessoais e profissionais? Há alguma mensagem ou reflexão que gostaria de partilhar com outras mulheres que estão a trilhar os seus próprios caminhos no empreendedorismo e no mundo corporativo?
Adoro ser mulher e cuidar do meu feminino. Sei o quanto recuperar este poder pessoal nos eleva e o quanto aumenta a nossa capacidade para agregar, tanto nos negócios como na política, áreas onde atuo. Gosto de comparar a mulher com a Lua, plena de si e feita de fases. Ver uma mulher empoderada é sentir a força de uma leoa que descobriu o seu verdadeiro poder. Hoje, dou início a um novo projeto “Histórias da Lua”, um jantar intimista para seis mulheres, onde pretendo incentivar cada uma delas a descobrirem o verdadeiro poder do feminino. As histórias da lua serão partilhas de vida e experiências, como fonte de inspiração para evoluirmos juntas. A coragem para descobrir quem somos, o que toleramos e o que não toleramos é o primeiro passo para trilhar o caminho do empreendedorismo e do mundo corporativo. Vivemos ainda tempos onde a mulher é vista como inferior e menos capaz. Felizmente, temos o poder de transformar esta mentalidade sendo a verdadeira força da mulher que carregamos dentro de nós, acreditar nos nossos sonhos e ir atrás, entregando o nosso melhor com excelência. E vamos rir, e vamos chorar, e vamos pedir apoio, e vai dar medo, e vai… mas a certeza de que mesmo assim, na nossa vulnerabilidade nós podemos, é muito maior.