Em junho, Valença será palco transfronteiriço dos Vinhos do Minho e da Galiza 

VINHOS DO ATLÂNTICO – EXPOSIÇÃO DO NOROESTE, com data marcada para 14 e 15 de junho, na Fortaleza de Valença do Minho, ambiciona agregar numa estratégia de comunicação coesa um terroir vínico transfronteiriço que abarca o Minho e a Galiza, elegendo Valença como palco internacional para uma Mostra Vínica capaz de unir grandes referências dos vinhos do Noroeste Ibérico.

124

Este evento de múltiplas dimensões propõe a união entre Vinho, Cultura e Património num programa que integra um cartaz musical eclético sob a égide Músicas do Mundo, uma Mostra Vínica com mais de uma dezena de produtores vínicos, um roteiro de provas em locais de valor patrimonial emblemáticos da Fortaleza de Valença e uma Gala, na qual terá lugar a apresentação das referências vínicas designadas por um conselho de provadores como Embaixadores dos Vinhos do Atlântico.

O Vinho é festa, cultura, história, memória e tradição. É o mote para amigos se reunirem, o pretexto para a evasão do quotidiano, o melhor companheiro de tertúlias e um infindável tema de conversa. Brinda-se à vida, às conquistas, aos princípios e aos recomeços.

São estes os ingredientes de diferenciação do evento VINHOS DO ATLÂNTICO – EXPOSIÇÃO DO NOROESTE, uma celebração e à partilha de bons momentos, mas também um ponto de encontro entre o Minho e a Galiza, um fórum de produtores, enólogos, escanções e de todos os apaixonados pelo mundo do vinho, que aceitem o convite de juntos compreendermos a identidade dos Vinhos do Atlântico.

Esta unidade biogeográfica do Noroeste Ibérico é berço de um conjunto de vinhos que partilham uma identidade muito própria. Em Portugal são designados por “Vinhos Verdes”, região vitivinícola demarcada desde 1908, enquanto que na Galiza se encontram divididos por diversas denominações de origem. Um património genético e contexto edafoclimático similares onde, dos dois lados da fronteira, brilham castas como o alvarinho, loureiro, trajadura e galeguinho, partilhando uma sabedoria ancestral e uma arte de saber fazer o vinho apurada ao longo de séculos de uma história comum. São estes os Vinhos do Atlântico do Noroeste, frescos, vivos, irreverentes e de múltiplas expressões.

Procuramos os vinhos mais genuínos, a sabedoria ancestral, aqueles que representam a expressão do terroir, a autenticidade e a diversidade dos Vinhos do Atlântico. Projetos de produtores e enólogos que partilham a paixão pela arte de fazer vinho. Os vinhos de autor, os vinhos das quintas de família, os vinhos que se bebem com os amigos… para brindar consigo, numa mostra vínica onde a diferença é valorizada!

Programa Geral – Fortaleza de Valença (14 e 15 de junho)

Mostra Vínica

Horário: 18h – 24h

Mostra vínica com 18 expositores vínicos e gastronómicos, funcionando a partir das 18h até ao fecho do espetáculo, pelas 00h.

 Animação Musical

Horário: 21h15 – 24h

Sexta-feira e sábado subirão ao palco duas bandas por noite, entre as 21h15 e as 24h, uma Internacional e uma Nacional, dos géneros Blues, Soul, Rythm & Blues e Músicas dos Mundo.

Dia 14 de junho 2024 – sexta feira

21h15 Ana Cris – PT (Músicas do Mundo)

22h30 Lene Soul Band – IT (Soul)

Dia 15 de junho de 2024 – sábado

21h15 Jay Doe & Blues Preachers – ES (Blues)

22h30 Wax & Boogie – Rhythm & Blues Projects – ES (Quarteto R&B)

Passaporte Vinhos do Altlântico

15 de junho – sábado

Horário: 16h – 18h30

Roteiro de experiências vínicas em referências do património da Fortaleza de Valença

Participação é gratuita, estando sujeita a inscrição prévia, até dia 13 de junho, pelas 17h, no seguinte formulário online: https://forms.gle/9PvoKZnpYd5WBBuXA. A aceitação dos pedidos de inscrição será realizada por ordem de receção e está sujeita à disponibilidade de vaga, sendo comunicada por email aos inscritos.

O roteiro será realizado em modo visita guiada orientada na Fortaleza de Valença, com início no Arquivo Municipal de Valença, pelas 16h do dia 15 de junho, sábado, contemplando provas vínicas temáticas interpretadas por enólogo, em três pontos de relevância patrimonial: Arquivo Municipal de Valença; Centro de Interpretação das Fortalezas Abaluartadas da Raia (CIFAR) – Paiol do Açougue; Centro de Interpretação dos Castelos e Fortalezas – Paiol do Campo de Marte.

Mais informação:
www.vinhosdoatlantico.com
https://www.instagram.com/vinhosdoatlantico/
https://www.facebook.com/profile.php?id=61559637003803