Começam a circular em Lisboa autocarros movidos a energia 100% renovável produzida a partir de óleo alimentar usado

Entra hoje em operação o ‘Beato Biobus’, a carreira da CARRIS que dá uma nova vida aos óleos alimentares, depois de usados na cozinha. No âmbito deste projeto piloto, os autocarros da linha 794 vão utilizar este tipo de energia - ZERO Diesel B100 - produzida a partir de óleo alimentar usado, promovendo a economia circular.

248

O ‘Beato Biobus’ é uma iniciativa integrada no Beato Living Lab, co-financiado pelo programa ‘EEA Grants’, e junta a CARRIS, a PRIO, Unicorn Factory Lisboa / Startup Lisboa, a Lisboa E-Nova e a Câmara Municipal de Lisboa. Uma parte do óleo alimentar usado que é convertido em energia é recolhido em 15 escolas da Zona Oriental de Lisboa, envolvendo, assim, mais de 4500 alunos do pré-escolar ao secundário e toda a comunidade escolar nesta solução inovadora. Os óleos são, depois, encaminhados para o Centro de Produção em Ílhavo da PRIO, em Aveiro, e transformados em ZERO Diesel B100, um biocombustível fornecido à CARRIS para operar a carreira batizada de ‘Beato Biobus’.

A CARRIS e a PRIO pretendem, com esta ação, contribuir para a redução de emissão de cerca de 400 toneladas de Dióxido de Carbono (CO2) por ano, promover a reciclagem de resíduos e diminuir a importação de recursos energéticos.

A Carreira 794 é uma das linhas que serve a Unicorn Factory Lisboa – Beato Innovation District, um dos símbolos da inovação na cidade de Lisboa e serve várias das escolas envolvidas na recolha dos óleos alimentares usados (OAU).

O ‘Beato Biobus’ faz, também, parte da estratégia de transformação do Beato Innovation District num Smart Campus, com vista à implementação de estratégias urbanas para a sua sustentabilidade e resiliência ambiental.

Pedro de Brito Bogas, Presidente do Conselho de Administração da CARRIS, sublinha que “Hoje é um dia importante para a cidade de Lisboa, que demonstra, através deste exemplo, como se lidera a descarbonização e a transição energética. Temos um projeto que une vários pontos críticos na promoção de um melhor ambiente, começando, desde logo, com uma ação de educação ambiental que envolve milhares de crianças das escolas da Zona Oriental de Lisboa; promove a reciclagem de resíduos; ajuda a poupar os recursos hídricos; reduz as emissões de CO2 e contribui para que Lisboa seja, efetivamente, neutra em carbono até 2030″.

Para Anabela Antunes, COO da PRIO Bio, Membro da Comissão Executiva PRIO, “Na PRIO, estamos comprometidos com a inovação e a sustentabilidade e orgulha-nos contar com parceiros que partilham da mesma motivação. Este projeto pioneiro é um exemplo claro de como podemos em conjunto promover a economia circular e reduzir a pegada carbónica nas nossas cidades”.

O ‘Beato Biobus’ é um projeto piloto que teve início em 2022, arrancando agora a fase de circulação dos autocarros movidos a energia produzida a partir do óleo alimentar usado, e deverá prolongar-se até ao final deste ano.