Inicio Autores Posts por Ricardo Andrade

Ricardo Andrade

435 POSTS 0 COMENTÁRIOS

“A Força do Mar” debate-se em Matosinhos

Dividido em quatro painéis, o congresso debaterá as potencialidades da relação privilegiada de Matosinhos com o mar, detendo-se na sua dimensão cultural e económica, na atividade marítima enquanto polo de criação de emprego, mas também na importância do Atlântico para a gastronomia, a moda ou a investigação. Este evento contará com a presença da presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, na sessão de abertura.

O congresso, que tem o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos, contará ainda com diversas atividades paralelas, da mesa a um concerto no Mary Spot Vintage Bar. Ao longo do mês de maio haverá ainda lugar para vários workshops gratuitos e visitas guiadas ao Farol da Boa Nova, à DocaPesca e ao Terminal de Cruzeiros de Leixões.

Nova fase de candidaturas aos estágios profissionais

As candidaturas à segunda fase dos Estágios Profissionais arrancam hoje, com uma dotação orçamental de 45 milhões de euros, prevendo apoiar cerca de 8.400 estágios, segundo o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).
Integrar estagiários no quadro dá prémio às empresas

O período de candidaturas da segunda fase decorre entre as 9:00 de hoje e as 18:00 do dia 01 de junho e a candidatura aos Estágios Profissionais é feita pela entidade, no portal do IEFP, segundo o aviso de abertura publicado na página da internet do organismo.

Segundo o aviso de abertura, a dotação orçamental afeta ao segundo período de candidaturas é de 45 milhões de euros, dos quais 16 milhões para a região Norte, 13,5 milhões para Lisboa e Vale do Tejo, 10,5 milhões para o Centro, 2,8 milhões para o Alentejo e 2,2 milhões para o Algarve.

Os estágios têm a duração de nove meses e dirigem-se a desempregados inscritos no IEFP, sobretudo jovens entre os 18 e os 30 anos de idade ou desempregados de longa duração (há mais de 12 meses no desemprego), entre outras situações.

Os estagiários têm direito a uma bolsa mensal, que varia em função do seu nível de qualificação. O IEFP apoia no pagamento da bolsa (suporta 65% ou mais destes valores, dependendo da tipologia do destinatário e do promotor) e a entidade empregadora cobre a parte restante dos custos.

Durante este período de candidaturas será possível formalizar o pedido de Prémio ao Emprego, apoiando a celebração de contratos de trabalho sem termo, com ex-estagiário, relativos à contratação de ex-estagiários das medidas Estágios Emprego, Estágios de Inserção e REATIVAR.

Concelho de Oeiras recebe novo empreendimento de luxo

Localizado no concelho de Oeiras, em Carnaxide, o Dream Living é um novo conceito de empreendimento que nasce com o intuito de simplificar a vida dos portugueses. Rodeado de todo o tipo de serviços e parques empresariais, este empreendimento de luxo é o local ideal para viver, a dois passos de tudo o que é essencial, sobretudo para quem trabalha na região.
Com preços bastante competitivos, a partir dos 180.000 €, Como? Reduzindo o tempo e os custos em deslocações, de forma a permitir aproveitar melhor todos os minutos. Mais uma vez, a JPS Group – empresa promotora deste empreendimento – procura inovar e estar ao lado do cliente proporcionando-lhe um estilo de vida urbano, sem nunca descurar as necessidades reais dos portugueses. www.dreamliving.pt
Com tipologias desde o T1 ao T5, o Dream Living é um condomínio privado com piscinas, parque infantil e jardins, projetado a pensar na qualidade de vida de quem decide chamar lar a este novo empreendimento. A ideia é atenuar as consequências naturais e menos positivas de viver numa grande metrópole. o Dream Living nasce a pensar nas famílias que procuram luxo e qualidade a escassos minutos do centro de Lisboa.

Qual é o teu “Era uma vez”?

Existem inúmeros case studies de storytelling de sucesso que são apontados como referências nos espaços em que se discute e ensina a metodologia do storytelling.
Concretamente no marketing farmacêutico, o storytelling desempenhou um papel interessante mas, por diversas razões, de pouco interesse neste contexto, foi de certo modo esquecido, abandonado. Provavelmente, foi por alguns considerado uma perda de tempo ou dispêndio de energias, sem retorno visível de modo óbvio.
Recentemente, voltou-se a falar de storytelling como uma estratégia de trabalhar a forma como se apresentam e se comunicam produtos. Talvez se tenha percebido que os conteúdos não diferem muito no ambiente concorrencial, então voltou a olhar-se para a forma como estes são “trabalhados”.
Antes de qualquer outra referência sobre o papel do storytelling, é importante referir que falamos de algo que se faz há milhares de anos, remetendo-nos para o tempo em que os homens e mulheres (também do Marketing) viviam em cavernas. Ou seja, desde sempre, uma boa história é sempre bem recebida e proporciona bons momentos.
O storytelling adequa-se quando existe uma narrativa a que queremos dar uma forma específica. Conceptualmente temos o conteúdo, personagens, conflitos, resoluções, etc, numa vertente mais académica.
Recentemente, contava-me a minha amiga V que frequentou e adorou um workshop sobre storytelling. Esta foi a minha motivação para partilhar a experiência que estou a vivenciar com a minha equipa, o momentum em que estamos a criar um novo projecto profissional, contando a nossa história, juntando personagens, médicos, doentes, todos os profissionais de Saúde com quem nos cruzamos a passam a fazer parte do nosso storytelling.
O que fazemos é tão somente sustentar o nosso trabalho numa variável fundamental para que o storytelling tenha eficácia: autenticidade.
Quando falamos da nossa empresa, contamos a sua história, com tudo o que ela nos diz, os desafios, as decisões, as vitórias e as suas celebrações. E os seus heróis, colaboradores e clientes, entram nesta história e tornam-na sua.
Quando falamos das soluções terapêuticas que desenvolvemos, também cada uma delas tem uma história; que começa por um propósito, o de encontrar uma forma de tratar doentes. E contamos os conflitos, as frustrações, os obstáculos, mas também a tenacidade das pessoas que finalmente encontraram essas formas de tratar a doença.
E chegamos ao dia em que dizemos ao mundo: “Era uma vez um mundo onde vivam pessoas que estavam doentes”. E nós, juntámo-nos e traçámos um caminho que conduziu à forma como poderemos ajudar essas pessoas a ter uma vida com Saúde.
E, sem hesitações, assumimos o compromisso de, todos os dias, usarmos da mesma palavra: “Era uma vez…”

Konica Minolta anuncia nova Diretora de Marketing para Portugal

Carolina Afonso foi o nome escolhido pela Konica Minolta para ocupar o cargo de Diretora de Marketing em Portugal. No seu percurso profissional, Carolina Afonso, conta com mais de 10 anos de experiência na área das tecnologias de informação com destaque para a ASUS onde desempenhou a função de Diretora de Marketing entre 2008 e 2016, e onde desenvolveu a estratégia de marketing e comunicação da multinacional em Portugal. Passou também pela Listopsis como Gestora de Comunicação.Mais recentemente desempenhou as funções de professora e coordenadora executiva no ISEG de alguns cursos de formação executiva como, por exemplo, a  Pós-Graduação em Marketing Digital.

A par de todo este percurso, a nova Diretora de Marketing da Konica Minolta, é também autora e co-autora de livros na área de marketing.  “É um desafio que faz todo o sentido no meu percurso profissional, desde sempre ligado à tecnologia e ao marketing. A Konica Minolta é uma referência no mercado das TI e que se pauta pela inovação constante, com os quais me identifico plenamente.”, refere Carolina Afonso, Diretora de Marketing da Konica Minolta Portugal.

Frente fria vai agravar estado do tempo

O estado do tempo vai sofrer hoje de manhã um agravamento com a passagem de uma superfície frontal fria que vai causar chuva e vento forte, queda de neve e agitação marítima, segundo a meteorologista Cristina Simões.

Esta situação meteorológica levou a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) e a Direção Geral da Saúde a emitir conselhos à população. “Estamos com um agravamento esta sexta-feira de manhã com a passagem de uma superfície frontal fria que traz alguma atividade. Temos períodos de chuva por vezes forte nas regiões do Norte e Centro, que vai passar gradualmente a regime de aguaceiros que poderão ser localmente fortes e possibilidade de trovoada”, explicou a meteorologista. De acordo com a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a frequência da chuva vai diminuir ao longo da tarde, prevendo-se apenas a ocorrência de alguns aguaceiros. “De salientar também a queda de neve a começar nos pontos mais altos da Serra da Estrela durante a manhã acima de 1.400 metros, descendo a quota para os 600/800 no Norte e Centro. Vamos ter também vento forte de sudoeste com rajadas de 70 quilómetros por hora, sendo de 90 nas terras altas, mas diminuindo de intensidade para a tarde”, salientou.

No que diz respeito às temperaturas, Cristina Simões disse que vão descer hoje e sábado entre 10 a 15 graus Celsius, devendo registar-se valores abaixo de zero nas terras altas do Norte e Centro na madrugada de sábado. “As temperaturas não estão abaixo do valor normal para época. O que aconteceu é que estiveram elevadas e com esta descida nota-se mais o frio”, sublinhou. Segundo o IPMA, hoje as mínimas no interior Norte vão ser de 02/03 graus, nas Penhas Douradas -2 e na região Sul entre 05 e 07. “A temperatura máxima descerá igualmente, embora não tão acentuadamente e deverá ser inferior a 13 graus na generalidade do território e com valores inferiores a 06 graus no nordeste transmontano e na Beira Alta”, disse. Cristina Simões adiantou também que está prevista agitação marítima forte, tendo sido emitido para hoje aviso amarelo e para sábado e domingo aviso laranja, prevendo-se ondas que podem ultrapassar os 06 metros em toda a costa portuguesa.

“No sábado continua o desagravamento, prevendo-se aguaceiros pouco frequentes e vento menos intenso. No domingo já não se prevê precipitação e vai continuar o tempo frio”, disse. Face à situação prevista, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) recomendou à população que adote comportamentos preventivos em particular nas zonas historicamente mais vulneráveis. A ANPC aconselha a população a garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas, a adotar uma condução defensiva, a não atravessar zonas inundadas, a colocar correntes de neve nas viaturas, fixar estruturas soltas e ter cuidado na circulação em zonas arborizadas e junto à orla costeira e zonas ribeirinhas. Na sequência do agravamento do estado do tempo, também a Direção-Geral da Saúde (DGS) recomendou à população que se proteja do frio e da chuva, mantendo o corpo quente com luvas, cachecol, gorro/chapéu, calçado e roupa quente, utilizando várias camadas de roupa. A DGS aconselha também a hidratação através da ingestão de líquidos e sopas quentes e no exterior a ter cuidados com o piso, uso de sapatos confortáveis e a evitar quedas.

O que deveria ser a Raríssimas

Quando a Revista Pontos de Vista realizou a cobertura do Dia Mundial das Doenças Raras na Raríssimas. Uma Instituição que muito tem feito por quem mais precisa mas que por estes dias vive dias negros pela gestão danosa de Paula Brito e Costa, a ex Presidente da instituição.

WEF SPOT web

 

 

BREAK HEAVEN, de Aida Chamiça

No próximo dia 27 de Setembro às 19 horas, na livraria Bertrand Chiado, Lisboa, ocorrerá o lançamento do livro BREAK HEAVEN, de Aida Chamiça. Não falte e esteja na primeira fila para uma leitura estimulante e desafiadora.

Aida Chamiça é Executive  and Team Coach, a primeira portuguesa a alcançar o nível de certificação MCC (Master Certified Coach) pela ICF, contando já com mais de 5000 horas  de experiência em clientes nacionais e internacionais.

Actualmente directora de formação (cursos ACTP – Accredited Coach Training Program) na International Coaching Academy,  foi ainda co-formadora na primeira formação para Executive and Team Coaches, certificada pela ICF Portugal.

Para além da certificação MCC, realizou o Masterful Coaching Program no College of Executive Coaching (Califórnia, Estados Unidos) e, ao longo de 13 anos, tem feito actualização de formação em Coaching em mercados maduros, como os EUA, Inglaterra, França, Bélgica e Espanha.

 

Seminário Executivo – Building High Performance Supply Chains

 No dia 29 de Setembro, em Lisboa , no Museu do Oriente, o Professor Martin Christopher irá explora, num intensivo e interactivo workshop, quais as empresas que podem alcançar uma vantagem competitiva através do investimento na excelência da cadeia de abastecimento.

EMPRESAS