Inicio Autores Posts por Sara Soares

Sara Soares

175 POSTS 0 COMENTÁRIOS

Espanhóis criam os primeiros snacks totalmente isentos de glúten

O número de pessoas que tenta escapar ao glúten é cada vez maior, mas só os celíacos sabem o quão difícil é encontrar alimentos e produtos totalmente isentos desta proteína do trigo.

Em Espanha, essa dificuldade já está a ser ultrapassada. E graças à Facundo, empresa especializada em snacks totalmente livres de glúten, ovos, lactose, soja e frutos secos.

Passados cinco anos de tentativas e experiências, os produtos criados pela Facundo já conseguiram a inclusão no ‘Livro Branco’ de alimentos adequados para celíacos por parte da Federação das Associações para Celíacos de Espanha, conta o El Mundo.

“Todos os nossos produtos são livres de glúten. E é isso o que nos diferencia dos nossos concorrentes, porque somos o único fabricante de snacks e frutos secos em que toda a gama de produtos é livre de glúten e ovo”, explica David Villarga, um dos mentores do projeto.

Para eliminar o glúten de todos os produtos, a empresa teve eliminar todas as matérias-primas que contêm glúten, substituir todas as essências que tinham glúten e fazer uma limpeza profunda de todas as linhas de produção para eliminar qualquer vestígio.

Durex revela emoji de preservativo

Emoji Preservativo

A Durex anunciou que vai submeter para apreciação do Unicode Consortium um emoji representativo de um preservativo. O objetivo? Promover sexo seguro.

De acordo com o comunicado publicado pela Durex, este emoji “permitirá aos jovens ultrapassarem vergonha em torno da discussão sobre sexo seguro, encorajar conversas e aumentar a sensibilização para a importância de usar preservativos para proteger contra infeções transmitidas sexualmente.”

Juntamente com este comunicado foram revelados vários dados que apoiam a aprovação deste novo emoji, nomeadamente que 84% das pessoas com idades entre 18 e 25 anos se sente mais confortável a falar sobre sexo usando emojis.

Smartphones chineses em contraciclo com mercado mundial

Smartphone Huawei

O mercado mundial dos smartphones está a desacelerar. De acordo com a Standard & Poor’s, o crescimento de 2015 foi de 10%, em comparação com o incremento de 30% no mesmo período de 2014.

Tal como salientou um dos autores do estudo agora divulgado, a principal causa desta desaceleração é a economia chinesa. A China é o país onde se vendem mais smartphones em todo o mundo. Além disso, o mercado de smartphones começou a consolidar-se há pouco tempo, pelo que os consumidores estariam agora a começar a renovar os equipamentos comprados como primeiro smartphone.

De acordo com o estudo, a crise não afeta apenas o mercado chinês. A recessão da economia asiática tem repercussões também nos EUA e Europa Ocidental, enquanto que em outros países como a Índia, Médio Oriente e África espera-se uma “maior procura” nos próximos dois anos.

Por empresas, Xiaomi ou Huawei começam a ganhar terreno a empresas como a Samsung, que em 2012 era a segunda marca mais vendida na China e agora ocupa o quarto lugar atrás da Xiaomi, Huawei e Apple.

No resto do mundo, a Huawei e Xiaomi superaram as vendas de empresas como a LG ou a Sony e continuam no encalce da Samsung e Apple.

O estudo revela que o principal motivo pelo qual estas empresas chinesas começam a superar os seus rivais é o preço. Os terminais que comercializam são mais baratos e têm características similares aos da concorrência.

De acordo com outro dos autores do estudo, a Apple é a única que se mantém “extremamente forte” no mercado graças à lealdade que existe à marca.

Em 2014, venderam-se mais de 1.300 milhões de smartwatches em todo o mundo, mais 300 milhões do que em 2013, dos quais 40% foram fabricados na China, país que comprou no ano passado cerca de 30% do total mundial.

Galp. Há petróleo em águas profundas em Pontiguar

Extração de Petróleo

A Galp Energia confirmou a descoberta de petróleo em águas profundas no Poço Pitu Norte, localizado na bacia de Pontigua. Em informação enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Galp Energia informa que “a perfuração do poço de extensão Pitu Norte confirmou a descoberta de petróleo na área de Pitu (Bloco BM-POT-17), em águas profundas da bacia de Potiguar”.

A petrolífera recorda que a descoberta de petróleo na área de Pitu foi inicialmente comunicada ao mercado a 17 de dezembro de 2013.

A bacia de Pontiguar é uma bacia sedimentar brasileira localizada no nordeste do país, ao longo da costa do estado do Rio Grande do Norte e do estado do Ceará.

“O poço 3-BRSA-1317-RNS, informalmente conhecido como Pitu Norte, é o primeiro poço de extensão na área do Plano de Avaliação da Descoberta (PAD) de Pitu, a cerca de 60 km do litoral do Estado do Rio Grande do Norte, e a uma profundidade de água de 1844 metros, com profundidade final de 4200 metros”, descreve a empresa cujo conselho de administração é liderado por Américo Ferreira de Amorim.

A informação enviada à CMVM acrescenta que !a descoberta foi comprovada por meio de análise de perfis e de resultados de pré-testes, sendo que as amostras de fluido obtidas no poço serão posteriormente analisadas em laboratório”.

O consórcio dará continuidade às operações conforme estabelecido no Plano de Avaliação da Descoberta, aprovado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), acrescenta o documento.

Através da subsidiária Petrogal Brasil, a Galp Energia tem uma participação de 20% no consórcio que explora o BM-POT-17, cabendo as restantes participações à operadora Petrobras (40%) e à BP (40%).

Banco CTT abre 50 balcões até março

CTT

Os Correios de Portugal anunciaram que o Banco CTT vai começar a funcionar a 27 de novembro e que irão abrir em mais de 50 “estações do correio” até março de 2016.

De acordo com os CTT, o banco postal irá abrir mais de 50 lojas, na rede de lojas dos Correios até “ao final do primeiro trimestre de 2016”, refere a empresa liderada por Francisco Lacerda em comunicado.

A data já tinha sido anteriormente avançada pelo Banco do Portugal e nessa altura “estarão concluídas as ações tendentes ao respetivo lançamento e arranque na agência sede do Banco CTT”, avança informação enviada pela empresa à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A 27 de novembro, o “Banco CTT irá operar na agência sede num ambiente reservado a colaboradores dos CTT e do Banco CTT”. Nesta primeira fase, os serviços não estarão disponíveis para o público em geral.

A abertura da instituição financeira na rede de lojas dos Correios de Portugal “ocorrerá até ao final do primeiro trimestre de 2016 em mais de 50 lojas”, detalha a comunicação à CMVM.

A marca do Banco CTT será apresentada esta quarta-feira durante o dia. O banco será liderado por Luís Pereira Coutinho, antigo administrador-executivo do BCP.

As coisas de que as pessoas mais se esquecem nos hotéis

Quarto de hotel

Relógios de ouro, vibradores, dentaduras e até uma esposa e uma mãe. O motor de busca de hotéis e voos Jetcost compilou as coisas mais surpreendentes de que as pessoas já se esqueceram em hotéis.

Nesta lista há alguns objetos bastante óbvios como os carregadores de telemóvel ou câmaras fotográficas, pijamas e roupa interior, livros e despertadores e peluches.

Há ainda pessoas que se esquecem da dentadura (chegou a ser encontrada uma com dentes em ouro que custaria mais de oito mil euros), cintas lombares e olhos de cristal ou até uma perna ortopédica.

São ainda encontrados objetos mais íntimos. São encontrados todas as semanas dezenas de vibradores, caixas de preservativos e bonecas insufláveis.

Mas ainda esquecimentos mais graves. Um casal esqueceu-se por umas horas do seu bebé de 18 meses, que deixou no berço do quarto; um empresário esqueceu-se da esposa e só deu conta quando já estava no aeroporto; outro turista esqueceu-se da mãe.

A lista de objetos perdidos é longa. A Jetcost destaca ainda em comunicado enviado às redações que foram também esquecidos em hotéis objetos como um relógio Rolex de ouro valorizado em 60 mil euros, as chaves de um Ferrari 458 e de um Rolls Royce, um vestido de noiva ou até lotes de notas escondidos.

Crianças que tomam o pequeno-almoço têm mais sucesso na escola

Um estudo levado a cabo pela Cardiff University e que envolveu cinco mil crianças entre os nove e os 11 anos de idade revela que existe uma relação entre tomar o pequeno-almoço e a performance académica.

Há muito que os nutricionistas garantem que tomar o pequeno-almoço ajuda a criança a concentrar-se melhor na escola – e já foi encontrada também uma relação entre fazer esta refeição e o estado de saúde.

Mas, esta é a primeira vez, como reporta o Independent, que a investigação mostra que as crianças têm o dobro das probabilidades de terem melhores notas do que a média em testes e fichas de avaliação aos 11 anos se começarem o dia com um pequeno-almoço saudável.

Mas, comer alimentou pouco saudáveis como doces e snacks salgados ao pequeno-almoço – como uma em cada cinco crianças faz – não tem qualquer impacto positivo no desempenho académico.

Os investigadores descobriram ainda que o consumo regular de alimentos ao longo do dia também potencia a performance académica e os níveis de concentração.

Os reais efeitos da privação do sono

Sono

A privação do sono é uma das consequências mais fulminantes da azáfama do dia-a-dia e de alguns maus hábitos quotidianos. Mas não só: é um problema que consegue dar origem às mais variadas condições de saúde.

Dormir pouco tem um impacto direto na qualidade de vida e apenas uma noite mal dormida é capaz de interferir com a capacidade de ação e pensamento no dia seguinte.

Mas quando a privação do sono é algo recorrente, podemos estar perante a uma condição crónica e altamente prejudicial para a saúde, uma vez que desencadeia situações de desconcentração, confusão, stress, irritação e alucinação. Além disso, as noites mal dormidas estão intimamente relacionadas com problemas cardíacos, Diabetes e casos de obesidade. Na pior das hipóteses, podem levar à morte.

Para mostrar como a privação do sono é uma situação grave, o Huffington Post partilhou um vídeo do Ted-Ed em que são revelados os reais efeitos da falta de sono.

Veja o vídeo e fique a conhecer o caso do jovem que, em 1965, ficou 11 dias sem dormir. Sim, 11 dias. E tome nota de tudo o que é preciso saber sobre o sono.

França vai falhar metas do défice devido a luta antiterrorista

François Hollande

Questionado numa entrevista de radio à estação France Inter sobre se irá respeitar os limites do défice acordados com os seus parceiros europeus, Manuel Valls respondeu que “forçosamente estes serão superados” devido às novas exigências para garantir a ordem e a segurança no país depois dos atentados de sexta-feira em Paris.

“A Europa vai compreender. É hora de a União Europeia e a Comissão Europeia entenderem que esta é uma luta que não é apenas de França, mas de toda a Europa”, referiu o primeiro-ministro francês.

A este respeito, Valls sinalizou também que a intervenção francesa no Mali para impedir que os jihadistas tomem o poder nesse país foi feita pela França mas também pela Europa e por isso a “união Europeia deve ajudar a França”.

Manuel Valls insistiu ainda na mensagem de que fazem falta “fronteiras seguras” na Europa contra o terrorismo e o tráfico de armas.

O Presidente francês, François Hollande, anunciou na segunda-feira que irá criar 5.000 novos lugares nas polícias nos próximos dois anos, assim como 2.500 novos postos de trabalho no Ministério da Justiça (na sua maioria vigilantes e guardas prisionais) e outros 1.000 na vigilância das fronteiras.

Hollande reconheceu que estas medidas implicarão novos gastos e referiu que, “nas atuais circunstâncias, o pacto de segurança está em cima do Pacto de Estabilidade”.

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou no sábado, em comunicado, os atentados de sexta-feira em Paris, que causaram pelo menos 129 mortos, entre os quais dois portugueses.

A França decretou o estado de emergência e restabeleceu o controlo de fronteiras na sequência daquilo que François Hollande classificou como “ataques terroristas sem precedentes no país”.

Avião: Rússia oferece recompensa de 50 milhões por informações

Vladimir Putin

Esta manhã foi confirmado o atentado ao avião com 224 pessoas a bordo que caiu no Sinai, Egito, noticia a CNN.

O presidente russo prometeu punir os autores, depois de ter sido informado pelo chefe de segurança russa que o aparelho tinha sido derrubado intencionalmente.

Agora, a imprensa local avança com a indicação de que existe uma recompensa de 50 milhões de dólares (cerca de 47 milhões de euros) para aqueles que tiverem informações sobre este ataque.

Vladimir Putin ordenou serviços especiais para ajudar a encontrar os responsáveis pelo despenhamento do avião, que aconteceu no mês passado.

“Vamos procurá-los onde quer que estejam escondidos. Vamos encontrá-los em qualquer parte do mundo e castigá-los”, disse o Presidente russo, Vladimir Putin, ao chefe dos serviços de inteligência russos (FSB), Alexander Bortnikov, na noite de segunda-feira.

O chefe da agência de segurança FSB (antigo KGB), Alexander Bortnikov, informou o presidente russo de que a queda do avião resultou de um atentado.

“Pode dizer-se de forma inequívoca que foi um ato de terrorismo”, garantiu.

Bortnikov disse que o avião se desintegrou no ar devido a uma bomba com o equivalente a um quilo de TNT.

EMPRESAS