Inicio Tags Associação Portuguesa de Apoio à Vítima

Tag: Associação Portuguesa de Apoio à Vítima

Jovens de quatro nacionalidades criam campanha contra o bullying em Castelo Branco

Onze jovens da Síria, Índia, Itália e Portugal criaram uma campanha de prevenção sobre ‘bullying’, no âmbito de um projeto desenvolvido em Castelo Branco pela associação Amato Lusitano, foi esta terça-feira anunciado

Os 11 jovens oriundos da Síria, Índia, Itália e Portugal participam do projeto Nós com os Outros – Escolhas 7G, promovido pela associação de Castelo branco, com a criação de uma campanha de prevenção sobre esta temática.

“Com o apoio da equipa do projeto, os jovens exploraram a problemática e criaram o conceito da campanha em formato vídeo. O vídeo está disponível nas redes sociais do projeto ‘Nós com os Outros E7G’ e contará com o apoio dos elementos do consórcio na sua divulgação“, lê-se na nota.

Trata-se de uma campanha de caráter preventivo que pretende garantir um contributo efetivo às novas medidas inseridas no plano de ação “Escola Sem Bullying, Escola Sem Violência” lançado pelo Ministério da Educação que, de entre outras medidas, prevê que os diretores comuniquem os casos de ‘bullying’ que ocorram nas escolas.

Segundo a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), o bullying é uma forma de violência contínua que acontece entre colegas da mesma turma, da mesma escola ou entre pessoas que tenham alguma característica em comum. Trata-se de um ato intencional e sistemático que envolve várias formas de violência (física, psicológica, social e sexual) e vários agentes (vítima, agressores e espetadores), sendo que estes comportamentos agressivos são propositados: têm o objetivo de assustar, magoar, humilhar e intimidar a vítima.

A Amato Lusitano – Associação de Desenvolvimento (ALAD) é uma associação privada sem fins lucrativos, que desenvolve um trabalho de intervenção social, nas necessidades identificadas dos grupos mais vulneráveis, com problemas sociais e em situações de risco, em Castelo Branco.

Fonte: Agência LUSA

Associação Portuguesa de Apoio à Vítima vence Prémio D. António Francisco

LUSA

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) venceu a segunda edição do Prémio D. António Francisco 2019, no valor de 75 mil euros, anunciou esta quarta-feira a organização da iniciativa.

A distinção foi atribuída à APAV pela Associação Comercial do Porto, pela Irmandade dos Clérigos e pela Santa Casa da Misericórdia do Porto.

Em comunicado, a organização destaca que “o projeto selecionado representa uma causa que merece sempre a maior atenção e cuidado de toda a sociedade” e que “o trabalho desenvolvido por esta associação cumpre de forma exemplar os objetivos deste prémio”.

O galardão, que está na segunda edição, destina-se a apoiar cidadãos que se distinguem na promoção e defesa da dignidade, dos direitos humanos, do diálogo inter-religioso e ecuménico e na promoção da paz.

O Prémio D. António Francisco é, segundo a organização, uma homenagem ao bispo António Francisco dos Santos, que morreu em 2017, pela relevante obra na cidade do Porto e como referência de amor ao próximo e de solidariedade.

No ano passado, o prémio foi para o Serviço Jesuíta aos Refugiados e o Centro São Cirilo.

Fonte: Agência Lusa

EMPRESAS