Inicio Tags Asterios

Tag: Asterios

O EXEMPLO DE “COMEÇAR DO ZERO”

Como todas as histórias têm um início, gostaríamos de saber quem é a Carminha Loureiro? Como é que se descreve?

Sou uma pessoa muito simples e humilde, mas, no entanto, considero-me uma guerreira, uma vez que a minha vida não foi nada fácil. Nasci em Resende, uma pequena vila de Portugal e fui criada pelos meus avós paternos após a morte do meu pai, quando tinha cinco anos. Tenho um irmão mais velho que ficou a viver com a minha mãe. Decidi vir para Genebra ao 16 anos, contra a vontade dos meus avós, ficaram mesmo muito chateados, mas sou como a minha avó Angelina, com um espírito guerreiro sem medo de trabalhar, tinha que sobreviver, aqui, sozinha.

O que pode ser contado sobre o seu percurso profissional até aos dias de hoje?

O meu percurso começou com alguma dificuldade claro, o meu primeiro emprego foi de babysitting e limpeza em escritórios durante vários anos, depois fui rececionista numa central de táxis e numa loja de decoração, não tinha muita escolha, precisava de dinheiro para comer e para as despesas essenciais, uma vez que, não tinha ajuda de ninguém. Durante muitos anos trabalhei sem descanso algum, para poder pagar os meus estudos.

Não me importo de contar a minha história, tenho muito orgulho por tudo o que passei, assim poderei ser um exemplo para quem quer correr atrás dos seus sonhos. Aconselho a que não desistam, porque podemos começar por baixo, e acreditem que, com força de vontade, empenho e muita coragem, podemos conseguir atingir o nosso objetivo.

O meu percurso profissional mudou muito na altura em que fazia limpeza, à noite, num escritório, em que a proprietária a D. Lee WELSH, inesperadamente falou comigo, perguntou como era possível uma “criança”, (na altura tinha 20 anos), que deveria estar a estudar, estar a limpar um escritório durante a noite. Ficamos pelos menos 3 horas a falar da minha vida, e ao fim dessas horas, contratou-me, dizendo-me  que poderia continuar na mesma, com os meus estudos de direito.

Foi um dos momentos mais felizes da minha vida, pela primeira vez, alguém se interessou por mim e ajudou, dando-me uma grande oportunidade. Foi o meu anjo da guarda e até hoje, somos muito amigas.

É Partner da Asterios. Quando surgiu a ideia de abraçar este projeto?

A ideia na verdade veio dos meus clientes, que já há muito tempo diziam-me que era tempo de me lançar sozinha, que tinha todas as capacidades para o fazer, mesmo sendo uma mulher.

Como é ser Partner de uma grande empresa de contabilidade e assessoria jurídica, tributária como a Asterios?

Bom, acima de tudo, a Asterios é fruto de um conjunto de profissionais nas diversas áreas de consultoria tributária e jurídica.

Ser partner é uma grande responsabilidade, tendo em vistas as diferentes leis existentes em cada país e antecipar, mas também, um grande desafio, para mim.

É um orgulho poder satisfazer as necessidades de clientes internacionais que nos procuram, para realizar da melhor forma os seus negócios. Ser partner, também preenche novas ambições e realizações profissionais, nomeadamente ver resultados alcançados em nome dos nossos clientes!

Quais são os grandes desafios enquanto Partner desta empresa?

Acima de tudo, o ambiente empreendedor. É um ambiente muito semelhante e ao mesmo tempo muito complexo/diferente de um país para outro.

Outro dos maiores desafios é a adaptação dos nossos conhecimentos e habilidades de acordo com todas as situações, sejam antigas ou futuras. Temos de estar sempre em constantemente evolução.

Por fim, outro grande desafio é a formação das nossas equipas, mas também a transmissão do nosso « savoir faire » aos nossos clientes!

Porque linhas estratégicas se rege a empresa, de forma a distinguir-se dos seus players?

As estratégias baseiam-se nos nossos valores que são comuns à maioria dos nossos colegas na profissão. Mas se eu tivesse que evidenciar aquelas que nos caracterizam melhor, eu diria que são os nossos valores humanos e o nosso multiculturalismo, que nos permite identificar melhor as necessidades e as expectativas dos nossos clientes.

 

O que mais gosta no seu trabalho? Considera-se realizada com as suas escolhas profissionais?

O que mais gosto no meu trabalho, é o contacto direto com os clientes que pretendem investir e encontrar todo o tipo de soluções para esse efeito.

Considero-me 100% realizada. Acordo todas as manhãs com um sorriso, só de saber que vou trabalhar.

Quais os projetos a curto/médio prazo para a Carminha, enquanto mulher e profissional?

Enquanto mulher, gostaria de realizar dois projetos. Um deles, a criação de uma fundação de ajuda a crianças abandonadas e maltratadas. Faz-me pensar um pouco na minha infância, desde que o meu pai morreu até ir morar com os meus avós. Tive muita sorte deles existirem e cuidarem de mim, mas, infelizmente, nem todas as crianças têm essa sorte. A outra, não poderia deixar de ser, uma fundação para ajudar os idosos com necessidades, em homenagem aos meus avós.

A nível profissional é continuar a desenvolver e fazer crescer a Asterios em outros países (para além da Suíça), como por exemplo, o Dubai, Portugal e Israel.

 

EMPRESAS