Inicio Tags Banco Farmacêutico

Tag: Banco Farmacêutico

Portugueses doaram 10.500 medicamentos ao Banco Farmacêutico

Os medicamentos e produtos de saúde doados pelos portugueses, num valor estimado em cerca de 42.500 euros, serão encaminhados para as IPSS que se associaram a esta iniciativa e chegarão a mais de 93 mil utentes destas instituições.
A campanha de 2016 contou com a participação de 166 farmácias dos distritos de Lisboa, Setúbal, Santarém, Leiria, Coimbra, Évora, Beja, Faro, Aveiro, Braga, Porto, Vila Real e Bragança.
Apesar das condições climatéricas adversas que se fizeram sentir em algumas regiões no dia da recolha terem diminuído a afluência às farmácias, o balanço é positivo e os portugueses que se deslocaram às farmácias aderiram com entusiasmo e generosidade. Com mais farmácias, instituições e voluntários (600) do que no ano passado “este resultado prova que os portugueses mantêm a tradição de ser um povo solidário e atento às necessidades dos mais desfavorecidos”, afirma Luís Mendonça, presidente do Banco Farmacêutico.
Em oito anos de Jornadas de Recolha de Medicamentos tem-se registado um crescimento contínuo do número de farmácias e instituições apoiadas. Desde 2009, ano em que a iniciativa decorreu pela primeira vez em Portugal, o Banco Farmacêutico já recolheu 60.000 medicamentos e produtos de saúde.
E em 2017 Luís Mendonça ambiciona chegar ainda mais longe: incluir mais farmácias, mais instituições e chegar a novas regiões do país é o objetivo do Banco Farmacêutico para o próximo ano.
Farmácias, IPSS ou voluntários que queiram participar na próxima edição desta recolha de medicamentos devem contactar o Banco Farmacêutico, acedendo a http://www.bancofarmaceutico.pt/, onde encontrarão mais informação sobre este projeto.
A VIII Jornada de Recolha de Medicamentos contou com o apoio de cada uma das farmácias aderentes, da Ordem dos Farmacêuticos, da Associação Nacional de Farmácias (ANF), da Logista Pharma e da Guess What.

Medicamentos doados por portugueses vão ajudar 93 mil utentes

Os portugueses entregaram, em fevereiro, 10.500 medicamentos e produtos de saúde ao Banco Farmacêutico. Estes serão agora entregues a 90 instituições particulares de solidariedade social.

Os produtos entregues pelos portugueses durante a VIII Jornada de recolha de Medicamentos perfazem um valor total de 42.500 euros, e vão ajudar 93 mil utentes.

A campanha de 2016 contou com a participação de 166 farmácias dos distritos de Lisboa, Setúbal, Santarém, Leiria, Coimbra, Évora, Beja, Faro, Aveiro, Braga, Porto, Vila Real e Bragança.

A instituição defende, em comunicado, que “o balanço é positivo”, tendo sobretudo em conta que no dia da recolha, a chuva terá “diminuído a afluência às farmácias”

“Este resultado prova que os portugueses mantêm a tradição de ser um povo solidário e atento às necessidades” dos mais carenciados.

Desde 2009, ano em que a iniciativa decorreu pela primeira vez em Portugal, o Banco Farmacêutico já recolheu 60.000 medicamentos e produtos de saúde.

 

VIII recolha de medicamentos do Banco Farmacêutico vai apoiar 90 IPSS

O Banco Farmacêutico realiza no último sábado de fevereiro, dia 27, a VIII Jornada de Recolha de Medicamentos, entre as 09h e as 19h. A iniciativa conta com a adesão de 160 farmácias e os medicamentos recolhidos chegarão aos utentes de 90 instituições particulares de solidariedade social (IPSS) nos distritos de Lisboa, Setúbal, Santarém, Leiria, Coimbra, Évora, Beja, Faro, Aveiro, Braga, Porto, Vila Real e Bragança.

A Jornada de Recolha de Medicamentos do Banco Farmacêutico quer sensibilizar os portugueses para a doação de medicamentos e produtos de saúde não sujeitos a receita médica, numa dinâmica semelhante à do Banco Alimentar Contra a Fome.

A recolha é feita nas farmácias aderentes, onde o farmacêutico está informado sobre as necessidades mais prementes das instituições que serão ajudadas. Só podem ser doados medicamentos novos, seguros e de qualidade e que ainda não tenham estado fora do circuito do medicamento (não são aceites medicamentos vindos de casa) e que correspondam à lista de necessidades de cada uma das instituições de solidariedade social contempladas pela recolha.

As doações serão recolhidas nas farmácias aderentes por 500 voluntários e distribuídas posteriormente pelas IPSS abrangidas pelo projeto. Na edição anterior foram recolhidos mais de 10.500 medicamentos e produtos de saúde, num valor superior a 42 mil euros. As doações foram distribuídas a 77 instituições das zonas centro e sul do país e chegaram a cerca de 80 mil pessoas. À edição de 2015 aderiram 132 farmácias.

Luís Mendonça, presidente do Banco Farmacêutico nota que “a solidariedade dos portugueses tem crescido nos últimos anos, apesar do contexto de crise económica. É com muita satisfação que constatamos que cada nova edição conta com mais farmácias, mais doações e chega a cada vez mais pessoas, o que nos permite alcançar o nosso principal objetivo”.

A VIII Jornada de Recolha de Medicamentos conta com o apoio de cada uma das farmácias aderentes, da Ordem dos Farmacêuticos, da Associação Nacional de Farmácias (ANF) e da Logista Pharma.

Para saber mais sobre o projeto e quais as farmácias e instituições abrangidas pela recolha de 2016 visite o site www.bancofarmaceutico.pt.

 

 

 

VIII recolha de medicamentos do Banco Farmacêutico vai apoiar 90 IPSS

A iniciativa conta com a adesão de 160 farmácias e os medicamentos recolhidos chegarão aos utentes de 90 instituições particulares de solidariedade social (IPSS) nos distritos de Lisboa, Setúbal, Santarém, Leiria, Coimbra, Évora, Beja, Faro, Aveiro, Braga, Porto, Vila Real e Bragança.
A Jornada de Recolha de Medicamentos do Banco Farmacêutico quer sensibilizar os portugueses para a doação de medicamentos e produtos de saúde não sujeitos a receita médica, numa dinâmica semelhante à do Banco Alimentar Contra a Fome.

A recolha é feita nas farmácias aderentes, onde o farmacêutico está informado sobre as necessidades mais prementes das instituições que serão ajudadas. Só podem ser doados medicamentos novos, seguros e de qualidade e que ainda não tenham estado fora do circuito do medicamento (não são aceites medicamentos vindos de casa) e que correspondam à lista de necessidades de cada uma das instituições de solidariedade social contempladas pela recolha.
As doações serão recolhidas nas farmácias aderentes por 500 voluntários e distribuídas posteriormente pelas IPSS abrangidas pelo projeto.
Na edição anterior foram recolhidos mais de 10.500 medicamentos e produtos de saúde, num valor superior a 42 mil euros. As doações foram distribuídas a 77 instituições das zonas centro e sul do país e chegaram a cerca de 80 mil pessoas. À edição de 2015 aderiram 132 farmácias.

Luís Mendonça, presidente do Banco Farmacêutico nota que “a solidariedade dos portugueses tem crescido nos últimos anos, apesar do contexto de crise económica. É com muita satisfação que constatamos que cada nova edição conta com mais farmácias, mais doações e chega a cada vez mais pessoas, o que nos permite alcançar o nosso principal objetivo”.
A VIII Jornada de Recolha de Medicamentos conta com o apoio de cada uma das farmácias aderentes, da Ordem dos Farmacêuticos, da Associação Nacional de Farmácias (ANF) e da Logista Pharma.
Para saber mais sobre o projeto e quais as farmácias e instituições abrangidas pela recolha de 2016 visite o site www.bancofarmaceutico.pt.

EMPRESAS