Inicio Tags Canon

Tag: Canon

Canon anuncia a mudança do nome corporativo Océ para Canon Production Printing

Depois de se juntar ao Grupo Canon em 2010, a Océ continuou a desenvolver e fabricar os seus produtos de impressão sob a marca Océ. Ao alterar o nome de Océ para Canon Production Printing e ao integrar os seus produtos na marca Canon, o objetivo é criar uma marca única  para todas as áreas do nosso negócio de impressão, bem como melhorar as sinergias do nosso portefólio e estabelecer uma estratégia de mercado mais clara, do princípio ao fim. A mudança do nome da empresa entrará em vigor a 1 de janeiro de 2020.

Desde a sua fundação em 1877, a Océ introduziu várias tecnologias exclusivas para cópia e impressão. Através de uma total integração no Grupo Canon, a Océ vai continuar a desenvolver as suas principais tecnologias e a aumentar a sua quota de mercado enquanto Canon Production Printing, a fim de impulsionar o crescimento do negócio de impressão comercial do Grupo Canon em todo o mundo.

A Océ desenvolve e fabrica produtos de impressão de alta tecnologia e software de fluxo de trabalho para o mercado de impressão comercial. A oferta de produtos inclui impressoras de alimentação contínua e impressoras de folha cortada para impressão e publicação de grande volume, bem como impressoras de grande formato para artes gráficas e aplicações CAE/GIS.

Segurança sem preocupações à distância de um botão

@inforh

PROTEJA-SE DO DESCONHECIDO

Proteger as suas impressoras deveria ser tão fácil como premir um botão. É por isso que os os dispositivos imageRUNNER ADVANCE são seguros por natureza. Todos conhecemos os riscos de estar conectado no mundo de hoje. O malware está a desenvolver-se mais rapidamente que nunca, e é por isso que a Canon Europa oferece aos seus clientes as mais recentes novidades em segurança e inovação.

Com uma recente parceria com a empresa líder em segurança, McAfee, garante que dispõe da mais avançada segurança nas suas impressoras. À medida que as ameaças evoluem, o mesmo acontece com o Software de Controlo Integrado da McAfee, o que significa que o seu negócio estará sempre protegido.

Takanobu Nakamasu, executive vice president of Document Solutions da Canon Europe refere: «o escritório do futuro evolui, e os nossos produtos evoluem com ele. Compreendemos que o seu dispositivo já não é apenas uma simples impressora, mas um hub conectado que suporta diversas aplicações cloud para agilizar os fluxos de trabalho e melhorar a produtividade. A nossa parceria com a McAfee proporciona a segurança mais atualizada para proteger os seus dispositivos conectados contra as ameaças que podemos prever atualmente e as ameaças desconhecidas do futuro.»

UMA COMPRA, INOVAÇÕES CONTÍNUAS

A indústria da segurança evolui a grande velocidade. Mas a Canon Europa não o deixa para trás. As suas atualizações regulares de firmware proporcionam as mais recentes inovações na área da segurança. Não são necessárias substituições dispendiosas de hardware: o seu investimento é maximizado através do acesso a atualizações semestrais. Através destas atualizações os seus clientes podem ter acesso aos mais recentes recursos e funcionalidades, incluindo o software de controlo integrado da McAfee (McAfee Embedded Control Software), o qual será disponibilizado na próxima atualização do firmware 3.9.

«Queremos oferecer aos nossos clientes o melhor valor pelo seu investimento em TI. As alterações rápidas no panorama da segurança significam que a proteção dos dispositivos rapidamente fica desatualizada. Com cada atualização do firmware, os nossos clientes terão acesso às mais recentes inovações e às melhores soluções de segurança até ao final da vida útil dos seus dispositivos», prossegue Nakamasu. 

“À medida que as empresas avançam nas suas próprias transformações digitais, será cada vez mais importante para os fabricantes de equipamentos de escritório integrar recursos de cibersegurança na fase inicial de cada projeto”, afirma Keith Kmetz, Program Vice President of imaging, printing, and document solutions da IDC. “Os engenheiros de projeto da Canon e da McAfee estão a unir esforços para criar um MFP que incorpore esses recursos no próprio dispositivo, o que será um passo significativo para o futuro da indústria de impressão.”

CONSISTÊNCIA E CONTROLO A CADA ATUALIZAÇÃO

A Canon Europa compreende a dificuldade de gerir ameaças de segurança ao longo de todo o conjunto de dispositivos. Trabalham em estreita associação com a McAfee e conseguem oferecer uma lista segura de aplicações autorizadas constantemente atualizada, para garantir que os seus clientes estão seguros de aplicações desconhecidas, violações de segurança inadvertidas e ataques maliciosos.  A plataforma Unified Firmware Platform (UFP) facilita a gestão e garante que a mesma qualidade de segurança e de experiência do utilizador se estende a todos os dispositivos imageRUNNER ADVANCE.

«À medida que o número de dispositivos conectados aumenta numa organização, aumenta também o risco de malware e ataques», refere Brent Smith, director of OEM Sales da McAfee. “O software de controlo integrado da McAfee garante a integridade dos sistemas ao permitir exclusivamente o acesso autorizado a dispositivos e ao bloquear a execução de programas não autorizados. No contexto das ameaças presentemente existentes, consideramos este trabalho conjunto com a Canon extremamente positivo, já que irá ajudar a proporcionar às empresas a garantia necessária de que os dados confidenciais do seu negócio permanecerão protegidos, mesmo no âmbito da evolução dos fluxos de trabalho documentais.”

Canon Portugal promove Workshop Fotografia de Surf na Praia do Amado

Aquela que será a quarta etapa da Liga Meo Surf, a Allianz Algarve Pro, está agendada para os próximos dias 21, 22 e 23 de junho na Praia do Amado, Algarve. Durante todo o fim-de-semana, os interessados no Workshop de Fotografia poderão desenvolver as melhores técnicas para fotografar a prática deste desporto, com equipamento profissional Canon que é por vezes pouco acessível ao público geral, como por exemplo as teleobjetivas profissionais.

Esta é a oportunidade de fotografar as melhores ondas e as manobras mais fantásticas com a ajuda de Ricardo Bravo, reconhecido fotógrafo português, que dará todo o apoio quer teórico, como prático para se conseguirem resultados impressionantes. No final do Workshop, todos os participantes serão convidados a apresentar um portfólio constituído por seis fotografias, captadas durante o Evento “Liga MEO Pro Surf” e a ser avaliado pelo fotógrafo Ricardo Bravo. Na avaliação das fotografias será considerada a originalidade e técnica fotográfica. No final da etapa será selecionado um(a) vencedor(a) que receberá um Voucher de 500€ para descontar na compra de equipamentos Canon.

Para saber todos os pormenores da Workshop de Surf visite a seguinte página: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSd8tc3d80YpN9aNV7gpjpA1H7I97DodaI64XFnE1rmEPqilpQ/viewform

5 dicas da Canon para ter a melhor fotografia da chuva de meteoros da ETA aquáridass

Quando é?

 “Este ano, a Eta Aquáridas teve o seu culminar a 5 de maio no início da manhã,” explica Mike Cruise, President of the Royal Astronomical Society. “É uma chuva de meteoros impressionante que acontece todos os anos no princípio de maio, com um meteoro visível a cada poucos minutos no sentido Sudeste do céu.”

O que é?

 “A chuva de meteoros da Eta Aquáridas, como outras, ocorre quando a terra atravessa vestígios de cometas, asteroides e destroços antigos deixados para trás”, explica Mike. “A Terra desloca-se a 30km por segundo, e por vezes pequenos grãos de areia e pó colidem com a atmosfera da Terra a altas velocidades. Quando vaporizado, este pó produz faixas brilhantes de luz, que todos conhecemos como meteoros ou estrelas cadentes. É um fenómeno fantástico, e se o conseguir captar, irá fotografar algo do início do nosso sistema solar.”

Fergus Kennedy, Fotógrafo Canon e criador de conteúdo, partilha cinco dicas principais para captar este momento, seguindo a sua recente viagem à África do Sul, como parte do lançamento da Canon EOS RP.

  1. O timing é tudo

 “Escolher a noite certa para fotografar a chuva de meteoros é muito importante”, explica Fergus. “A lua deve estar muito pequena até deixar de ser ver, proporcionando-lhe um cenário mágico para captar as estrelas, dado que desta forma o brilho da lua não se sobrepõe ao céu noturno. Irá querer também assegurar que não existem nuvens para conseguir a fotografia perfeita, mas não se preocupe se existirem, as nuvens podem oferecer um elemento dramático adicional às suas imagens.”

  1. Utilize aplicações para aperfeiçoar as suas fotografias

“Existem imensas aplicações ótimas que preveem o tempo em detalhe para o ajudar a escolher com confiança quando deve captar a chuva de meteoros. Dark Sky, é uma das melhores, oferecendo atualizações precisas e localizadas sobre as nuvens e a chuva. PhotoPills, é também uma aplicação fantástica criada especificamente para fotógrafos que querem captar a estética da natureza. Eu utilizo esta para localizar onde estarão posicionadas a lua e a Via Láctea num determinado momento quando estou a planear as fotografias.”

  1. Ajuste as definições da sua câmara

 “Para captar realmente imagens fantásticas, precisa de ajustar as definições da sua câmara, começando com uma abertura elevada e um ISO também elevado – ISSO 3200 f/2.8. Descobri que utilizar uma objetiva mais rigorosa, como a EF 16-35mm f/2.8L III USM é ideal para captar os detalhes da Via Láctea. Utilize um tripé e assegure que consegue o máximo de luz possível na imagem ao aumentar a velocidade de obturação para 30 segundos. Existem outras formas de aumentar a luz nas suas imagens, mas este é um ótimo ponto de partida para fotógrafos amadores e a melhor definição para um céu escuro”, recomenda Fergus.

  1. Desafie-se e crie um time-lapse

“Assim que a sua câmara estiver bem assente no tripé, experimente tirar uma fotografia do céu a cada minuto para criar um time-lapse”, sugere Fergus. “Fica melhor quando realizado automaticamente na Canon EOS RP ao escolher o modo de temporizador de intervalo, mas pode fazê-lo manualmente com outras câmaras também. Necessita de aproximadamente 25 imagens fixas para 1 segundo de vídeo, portanto assim que obtenha aproximadamente 200-250 imagens e estas combinem, consegue uma sequência de 7-10 segundos, que demonstra o movimento das estrelas referente a características do cenário. Se tiver oportunidade, fotografe com uma objetiva ultra grande angular como a Canon EF 14mm f/2.8L II USM e irá captar facilmente os movimentos do céu noturno.”

  1. Capte a beleza que o rodeia

 “Quando se fotografa o céu durante a noite, é comum que as luzes da rua ou dos carros apareçam no fundo das fotos, o que pode ser frustrante se se preparou bastante para esta noite especial. A solução é assegurar que está isolado e atento a qualquer luz de estrada numa distância que possa perturbar as suas imagens. Isto é importante com time-lapses, porque uma vez que foram sequenciados, não vai querer qualquer efeito de luz distrativo. Por fim – mantenha-se confortável enquanto disfruta as estrelas! Estar sentado na rua durante três ou quatro horas pode ser difícil numa noite fria.”

Canon promove crescimento de especialistas de sinalização e gráficos na FESPA 2019

A Canon irá inspirar os visitantes com impressão digital de grande formato e soluções automatizadas de fluxos de trabalho, incluindo a série plana da Océ Arizona e a inovadora impressora Océ Colorado com tecnologia UVgel da Canon.

 

Apresentada pela primeira vez num evento internacional, a nova Océ Arizona 1300 Series estará em exposição pela primeira vez, após o seu lançamento em fevereiro de 2019, para que os visitantes possam observar a impressora plana ao vivo. Através da apresentação do modelo Océ Arizona 1380 GT em exposição também nesta edição da FESPA vai ser possível aos clientes comprovarem como a tecnologia permitirá produzir uma gama ainda maior de aplicações com praticamente qualquer material rígido ou flexível. A nova impressora será apresentada com o Océ Arizona Xpert, uma solução inovadora de software que simplifica e automatiza tarefas de impressão complexas, incluindo aplicações em camadas e de dupla face.

 

Os clientes podem também ver ao vivo uma série de aplicações texturizadas impressas ao vivo com o Océ Touchstone, facto que está a permitir que clientes de impressoras planas consigam produzir aplicações de elevado valor de forma fiável e rentável. Os exemplos em produção no stand irão incluir superfícies com textura, com detalhes metálicos e letras em relevo.

 

Os visitantes da Canon na FESPA 2019 terão oportunidade de ver a Océ Arizona 6170 com High Flow Vacuum (HFV). Esta tecnologia continua a melhorar a colocação de materiais porosos, cartões ondulados e madeira prensada na mesa de impressão, reduzindo a necessidade de intervenções manuais do operador e assegurando um registo preciso para impressões de elevada qualidade. A capacidade de imprimir eficazmente em substratos rígidos permite aos clientes diversificar com aplicações de embalagens, industriais e decoração de interiores. A Océ Arizona 6170 com o HFV estará a imprimir expositores para Pontos de Venda e caixas dobráveis na FESPA 2019. Com soluções end-to-end completas no evento, incluindo a Océ ProCut, os clientes interessados na otimização da eficiência operacional podem ver em primeira mão os próximos passos estratégicos que a Canon irá tomar na automação.

 

Para os visitantes que estão a investir em tecnologias roll-to-roll, a impressora Océ Colorado 1640 com a tecnologia UVgel da Canon será um dos destaques no stand da marca. Na FESPA 2019, a impressora será apresentada com impressão automatizada e corte com uma solução em linha do parceiro Fotoba, transferindo diretamente a impressão acabada para o dispositivo de corte sem ser necessária qualquer intervenção manual, oferecendo um conjunto de impressões prontas para entrega imediata. No seguimento da demonstração tecnológica desta solução no ano passado, a Canon trabalhou em conjunto com os clientes e com a Fotoba para otimizar o produto para produção de elevado volume, disponibilizando-o ao mercado a partir do primeiro dia do evento este ano.

 

A impressora de grande formato imagePROGRAF PRO-2000 24” estará também em exposição no stand da Canon, produzindo excelentes impressões fotográficas e artísticas, tal como aplicações exteriores, como por exemplo os banners, utilizando materiais à prova de água. Isto permitirá que os clientes expandam o seu portfólio de produtos para oferecer impressões capazes de lidar com condições climáticas adversas por um período de até seis meses para campanhas periódicas de curto prazo ou sazonais.

 

De hora a hora haverá demonstrações das soluções da Canon ao vivo, pelo que todos os visitantes da FESPA estão convidados a testemunhar o aumento de produtividade e as novas oportunidades com aplicações disponibilizadas pelo portfólio. Os especialistas de aplicações e fluxos de trabalho da Canon estarão disponíveis durante a FESPA 2019 para demonstrar aos clientes a forma como podem melhorar a eficiência e diferenciar a sua oferta com novos produtos e modelos de negócio inovadores.

 

Fomentar novas oportunidades

 

Na FESPA 2019, a Canon irá apresentar uma gama de aplicações de grande formato para ilustrar o poder emocional da impressão e demonstrar a forma como a impressão pode ser um canal complementar ao digital, proporcionando aos consumidores uma experiência de marca consistente e simples. Os visitantes do stand irão descobrir a campanha promocional “Speed” completa, um verdadeiro livro de mesa de café com imagens lifestyle captadas por Horst A. Friedrichs e produzidas digitalmente na impressora a jato de tinta de alimentação contínua, a Océ ProStream 100.

 

Através da simulação de uma pequena livraria, os visitantes poderão experienciar um conjunto diverso de materiais gráficos promocionais e elementos decorativos de espaços comerciais criados para que em conjunto otimizem o compromisso emocional do cliente com o produto. As aplicações de impressão “Speed” incluem cartazes decorativos e promocionais, impressões em metal, tela, madeira, fotografias e obras de arte, cartazes para aplicação em chão e janelas, e aplicações para POS que demonstram como as marcas podem utilizar o elevado impacto da impressão de grande formato para potenciar o compromisso emocional, envolver os clientes, melhorar a retenção e aumentar a resposta.

 

Wouter Derichs, Sales & Marketing Director, Display Graphics Systems da Canon Europa, refere: “Na FESPA 2019, iremos apresentar aos visitantes a forma como a Canon está a fomentar a visão, não apenas de fornecedores de serviços de impressão, mas dos seus clientes, incluindo proprietários das marcas. As nossas soluções de grande formato roll-to-roll, planas e fluxos de trabalho estão a ajudar os PSPs a alcançar a excelência operacional, a oferecer qualidade constante e a expandir as suas capacidades para novas aplicações emocionantes. Ao confiar no desempenho dos seus investimentos tecnológicos, podem focar os seus recursos e energias na criação de valor para os seus clientes que serão traduzidos em crescimento sustentável dos negócios.”

Estarão os millennials a afastar-se do trabalho remoto?

Um motivo pelo qual o escritório parece mais atrativo para as gerações mais jovens poderá ser a tendência destas gerações em serem mais sociáveis e cooperantes nas suas práticas de trabalho, tendo crescido com tecnologia e aplicações sociais que permitem estes comportamentos. Um estudo de longa data do LinkedIn concluiu que os millennials afirmam, na sua maioria, que fazer amizades no local de trabalho tem um impacto significativo no aumento da sua felicidade (57%), motivação (50%) e produtividade (39%) – em comparação com uma percentagem bastante menor na Geração X.

 

Outra razão poderá ser o facto de a tecnologia de home office ainda estar bastante aquém da perceção dos jovens sobre o que deve ser uma tecnologia de escritório de qualidade. As melhorias significativas que se têm vindo a verificar na tecnologia mobile e na velocidade da internet, nas últimas décadas, fizeram disparar as expectativas dos millennials em relação à rapidez e agilidade dos seus próprios equipamentos. A exigência de instantaneidade, bem como a necessidade de certas funções – como a digitalização e a impressão – serem simples e eficazes, significa que a tecnologia de “home office” tem que corresponder cada vez mais àquela a que os colaboradores estão habituados a ter nos seus escritórios.

 

As mudanças nas prioridades e hábitos dos colaboradores já levaram a mudanças nos locais de trabalho. Os escritórios mais visionários já têm menos mesas e mais espaços abertos e flexíveis, uma melhor qualidade de luz e ar, e uma localização central, rodeada de regalias. A tecnologia já contribuiu para estes avanços, através, por exemplo, da utilização de arquivos digitais e da cloud, eliminando a necessidade de ficheiros em papel e o espaço que estes ocupam. O controlo ambiental tornou-se mais simples e intuitivo, capaz de reagir tanto a dados da atmosfera, como a contribuições humanas. Se estas simples mudanças conseguem afetar, hoje em dia, a organização de um local de trabalho, é fácil assumir que a tecnologia dos escritórios do futuro poderá continuar a atrair os millennials para trabalharem fora de casa – se os seus locais de trabalho continuarem a corresponder às elevadas expectativas da tecnologia.

 

Apesar da aparente relutância atual, 38% dos millennials acredita que ter a possibilidade de trabalhar remotamente teria um impacto extremamente positivo. Tanto estes como a Geração X concordam que é importante que a sua empresa analise a possibilidade do trabalho remoto, com 79% dos millennials e 73% da Geração X a expressar este ponto de vista. É inegável que o futuro aponta claramente para um trabalho flexível e remoto, o problema é, simplesmente, que este exige uma tecnologia que o possa suportar. O local não deve ser uma barreira à eficácia com que o trabalho pode ser realizado.

 

A tecnologia de home office deve começar a tentar corresponder – e porque não superar? – às exigências da próxima geração. Aspetos como a conetividade, a velocidade e o desempenho vão continuar a ser fundamentais, bem como recursos mais específicos, de que são exemplo a acessibilidade, a economia e o tamanho – particularmente para uma situação de home office. Sem o suporte imediato de departamentos de IT para colaboradores remotos, uma tecnologia de nível profissional em casa deve, também, oferecer uma produção simplificada e eficiente. Uma das necessidades será a concentração, num único equipamento, de funções como a capacidade de imprimir, copiar, digitalizar e enviar faxes, e também a facilidade das ligações à internet, ethernet e Bluetooth, por exemplo. E outra das expectativas básicas será uma tecnologia inteligente, que consiga lidar facilmente com a infinidade de tipos de ficheiros que os trabalhadores utilizam, desde PDFs a JPEGs, passando por documentos armazenados na cloud.

 

É cada vez mais claro que a tecnologia tem de se desenvolver, de forma a poder corresponder às exigências das novas práticas de trabalho. Mas, com cada geração que entra no mundo de trabalho, as expectativas serão mais altas, e a tecnologia ao nível do consumidor evolui a uma velocidade que ultrapassa a capacidade de atualização das empresas. No entanto, já lá vão os dias em que uma atualização da tecnologia significava meses de instalação trabalhosa. As novas tecnologias, como soluções cloud e “as-a-service”, permitem que as empresas se mantenham ágeis. Ainda que ninguém possa prever o futuro, o investimento em tecnologia responsiva pode significar que as empresas não só serão capazes de enfrentar as novas tendências, como poderão, até, estar um passo à sua frente.

 

Comentário: Geração X e o futuro do trabalho no escritório

É interessante refletir sobre o que está por detrás destes números. Em termos de idade, os membros da Geração X ficam entre os ‘Baby Boomers’, mais tradicionais, e os millennials, mais esclarecidos quanto às novas tecnologias – enquanto que a Geração X tenta adotar o melhor desses dois mundos. Mas se os millennials ainda estão a começar as suas carreiras, a Geração X ocupa, de momento, 51% dos cargos de liderança a nível global[1]. Assim sendo, estão numa posição mais sólida para exigir benefícios – tais como trabalhar a partir de casa e com horários flexíveis – e são menos afetados pela pressão na falta de produtividade laboral. Para além disto, as condições em casa não são sempre propícias para um bom ambiente de trabalho. Com a subida dos preços das habitações nas últimas três décadas, a capacidade de compra dos indivíduos com menos de 35 anos sofreu um grande decréscimo. Se os membros da Geração X conseguem ter as suas próprias casas e um escritório onde podem trabalhar, é muito menos apelativo para os millennials fazerem uma videoconferência num apartamento partilhado.

Há também uma enorme diferença entre aquilo que as diferentes faixas etárias definem como um “benefício” de trabalho. Os escritórios modernos são cada vez mais projetados como espaços de trabalho abertos, criativos e colaborativos, o que se adequa ao estilo de trabalho dos millennials. Mesas de ping-pong e espaços descontraídos podem ser atrativos para os trabalhadores mais jovens, que querem aprender através da interação com os seus colegas, mas são muito menos interessantes para a Geração X, que procura conseguir valiosos momentos de privacidade entre um calendário repleto de reuniões.

Neste contexto, não é de estranhar que a probabilidade dos colaboradores da Geração X trabalharem 6 dias por semana num escritório seja quase metade da dos millennials. Mas é importante não esquecermos que, embora o trabalho com horário flexível seja um grande impulsionador dos escritórios do futuro, e imperativo para empresas que procuram transformar a sua força de trabalho no que toca ao digital, não devemos tomar como garantida a suposição de que os trabalhadores mais velhos são mais felizes a trabalhar num escritório.

Canon assume o futuro da sua baioneta RF com o desenvolvimento de seis novas objetivas para o Sistema EOS R

A baioneta RF – construída de raiz

Criados de raiz, o Sistema EOS R e a baioneta RF levam a novos níveis o legado do Sistema EOS existente. Desenvolvidos de acordo com os avanços tecnológicos e as sugestões dos consumidores finais, o desenvolvimento do EOS antecipa as futuras necessidades técnicas e criativas dos fotógrafos e cinematógrafos. O Sistema EOS R incorpora o melhor do EOS, com níveis de desempenho ainda mais elevados, possibilidades de design de objetivas e flexibilidade criativa. Lançada em setembro de 2019, a baioneta de objetivas RF permite um novo e radical design ótico, permitindo que os elementos maiores da objetiva sejam colocados tão perto do sensor quanto possível, permitindo que a luz atinja diretamente o sensor. A baioneta RF melhora a comunicação e a transmissão de energia entre a objetiva e o corpo da câmara, bem como ajuda a conseguir a focagem automática mais rápida do mundo para um sistema de câmara full frame (de formato integral) e mirrorlessii. O foco posterior curto e o amplo diâmetro da baioneta, com 54mm, permitiram aos engenheiros óticos da Canon conseguir um novo grau de liberdade para criar uma nova geração de óticas – oferece o equilíbrio ideal entre a redução de tamanho do sistema, imagens de alta qualidade e um elevado rendimento. Durante o desenvolvimento do Sistema EOS R, os engenheiros da Canon consideraram a facilidade de manuseamento e o potencial de expandir o portefólio de objetivas no futuro. Esta nova gama de objetivas oferece opções de disparo para todos os utilizadores do Sistema EOS R, não importa quais as suas exigências – desde fotos a vídeos, de paisagens ou casamentos.

Seis objetivas – dispare como quiser

Seis objetivas RF full frame estão neste momento em desenvolvimento, atendendo às necessidades de todos os utilizadores, desde amadores avançados, até fotógrafos e cinematógrafos profissionais, todos em busca da melhor fotografia. Com base na tradição de objetivas óticas da Canon, esta gama de objetivas ampliará as fronteiras da fotografia criativa, graças à nova ótica de última geração e processamento de imagem avançado, tanto para fotografia como para vídeo.

A RF 85mm F1.2L USM é uma teleobjetiva de médio alcance com grande diafragma, que oferece o máximo desempenho para fotógrafos de retrato avançados ou profissionais. A RF 85mm F1.2L USM DS, com Defocus Smoothing (Desfocagem de Suavização), é uma objetiva de elevado desempenho, única, que oferece uma combinação de efeito bokeh entre o primeiro plano e o fundo, suave e desfocado, com uma abertura ultra-luminosa, para criar retratos de cortar a respiração. A RF 24-70mm F2.8L IS USM é uma objetiva de alto desempenho com zoom padrão, tanto para profissionais como entusiastas da fotografia – ideal para fotografar retratos, paisagens, documentários ou casamentos. A RF 15-25mm F2.8l IS USM oferece uma grande-angular e abertura rápida numa só objetiva, sendo ideal para um leque de temas, incluindo arquitetura, interiores ou paisagens. A quinta objetiva neste momento em desenvolvimento é a RF 70-200mm F2.8L IS USM, imprescindível para qualquer fotógrafo profissional que trabalhe em casamentos, desporto ou vida selvagem. Esta teleobjetiva zoom de médio alcance e de elevada velocidade é extremamente versátil. Finalmente, a RF 24-240mm F4-6.3 IS USM é a perfeita companheira de viagem – prática tanto no tamanho como no desempenho. É uma objetiva multifuncional versátil, para todas as ocasiões, para o fotógrafo ou o cinematógrafo amador avançado, e oferece uma grande seleção de distâncias focais para captar fotos extraordinárias.

Issei Morimoto, Senior Vice President of Product Management and Marketing da Canon Europa, comentou: “No ano passado, com o lançamento do Sistema EOS R, mostrámos o futuro da fotografia e da videografia. Com isso, a Canon divulgou os pontos fortes do nosso Sistema EOS R e baioneta RF – inovação, compatibilidade e qualidade. Com a produção das nossas objetivas EF e RF a chegar ao histórico marco dos 140 milhões, a nossa nova baioneta RF abre um novo mundo de oportunidades criativas para todos os fotógrafos e cinematógrafos, quer fossem já utilizadores EOS, novatos no EOS R, ou apenas a chegar ao mundo das full frame. Hoje, com o anúncio do nosso “roteiro” de desenvolvimento de objetivas, estamos a apoiar-nos no nosso legado de objetivas e a comprometer-nos firmemente com o futuro, demonstrando o nosso investimento no nosso pioneiro mundo full frame. Oferecer uma qualidade de imagem incrível e excelência ótica aos nossos clientes é primordial, e este é apenas o primeiro passo de uma longa viagem, na qual queremos garantir que todos os utilizadores Canon podem conseguir a sua fotografia perfeita.”

Aumentar a família full frame

Expandindo ainda mais o Sistema EOS R, a Canon também lança hoje a EOS RP – ideal para quem procura dar o salto dos modelos APS-C da Canon, para o mundo full frame da marca. É compacta, leve e versátil. Ideal para fotografia e videografia de viagem, paisagem e retratos, a EOS RP oferece todos os benefícios do Sistema EOS R – incluindo a focagem automática mais rápida do mundo – e, sendo a câmara digital full frame mais pequena e mais leveiii da Canon até ao momento, é ao mesmo tempo prática e fácil de utilizar, com uma impressionante qualidade de imagem. Prometendo um potencial ainda maior, os fotógrafos e cinematógrafos amadores avançados podem utilizar a EOS RP para melhorar as suas competências técnicas e explorar a sua criatividade. Adicionalmente, os três adaptadores de baioneta de objetiva permitem que mais de 70% das atuais objetivas EF e EF-S possam ser utilizadas com a EOS RP e o inovador Sistema EOS R, oferecendo mais funcionalidade às óticas existentes, e ao mesmo tempo mantendo os excelentes níveis de desempenho e funcionalidade previamente registados com as DSLR EOS.

Para mais informação sobre o Sistema EOS R e o compromisso da Canon com o RF Mount, por favor visite
https://www.canon.pt/cameras/eos-r-system/.

i O marco histórico das 140 milhões de objetivas é a produção acumulada a 19 de dezembro de 2018. O número inclui as RF (objetivas e objetivas de Cinema)
ii A partir de 13 de fevereiro de 2019, entre as objetivas intermutáveis em câmaras mirrorless digitais incorporam um full frame 35mm equivalente ao sensor da imagem com deteção de contraste AF e uma etapa de deteção AF no plano da imagem. Calculado a partir dos resultados da velocidade AF avaliada, com base nas normas CIPA (varia consoante as condições de fotografia e as objetivas utilizadas). Medidas através de métodos internos.
Condições de medição: EV12 (temperatura ambiente/ISSO 100), Modo Manual, utilizando a RF 24-105mm F4 L IS USM (com uma distância focal de 24mm) com as configurações seguintes: disparo com botão de obturador, 1-ponto AF (Center AF), One-Shot AF)
iii 485g com bateria e cartão de memória

Entre no mundo criativo da EOS R: Canon lança a compacta full frame EOS RP

Sendo, até à data, a mais pequena e a mais leveii câmara digital full frame com objetivas intermutáveis, é ao mesmo tempo prática e fácil de utilizar com resultados impressionantes quanto à qualidade de imagem. A EOS RP também permite aos fotógrafos e cinematógrafos explorar e utilizar todo o portefólio da Canon no que toca a objetivas EF e EF-S.

Hoje, a Canon também anuncia o desenvolvimento da objetiva RF 24-240mm F4-6.3 IS USM – a companheira de viagem perfeita – prática quanto ao tamanho e ao nível de desempenho. É uma objetiva multifuncional versátil, para o fotógrafo ou cinematógrafo amador avançado, e oferece uma grande seleção de distâncias focais para captar fotos extraordinárias.

Entre no mundo full frame da EOS R

A EOS RP é uma câmara acessível, mas bastante avançada que integra a gama full frame da Canon. Ao oferecer um desempenho ótico full frame de próxima geração com o potencial de tirar partido de futuras objetivas RF, como a RF 24-240mm F4-6.3 IS USM, a EOS RP apresenta a inovadora baioneta RF, com o seu sistema de comunicação de alta velocidade de 12 pinos, “short back focus” (distância desde o anel de encaixe da baioneta até ao plano do sensor) e amplo diâmetro de 54mm da baioneta. Construída de raiz, a baioneta RF oferece objetivas com novos níveis de desempenho ótico, capacidade de resposta e funcionalidade. Os fotógrafos e cinematógrafos podem também conseguir o desempenho total das suas objetivas EF e EF-S, graças às três opções de adaptadores EF-EOS R, com funcionalidades adicionais quando se utiliza o anel de controlo ou o adaptador de filtro drop-in.

Apoiar a criatividade com silêncio, velocidade e qualidade

O sensor CMOS full frame de 26.2 megapixéis da EOS RP, juntamente com o mais recente processador da Canon, o DIGIC 8, oferece um avanço criativo com o equilíbrio ideal entre pormenor, controlo da profundidade de campo e um desempenho incrível em fotografia com baixa luminosidade. O ISO 40.000, otimizado para condições de pouca luz – e expansível até ISO 102.400 – funciona em conjunto com o poderoso sistema Dual Pixel CMOS AF, para permitir aos fotógrafos captar fotografias com confiança mesmo em ambientes mais escuros, com uma capacidade de disparo até -5 EViii.

Com ênfase na obtenção de excelente nitidez diretamente da câmara, a correção do DLO (Optimizador Digital da Objetiva) é aplicada na própria câmara, nas objetivas RF e num máximo de cinco objetivas EF, quando registadas na câmara. Para opções de pós-edição, a EOS RP oferece a última geração de ficheiros em formato RAW, o CR3 14 bits, bem como uma opção de RAW compacto, que ajuda a reduzir aproximadamente 40% no tamanho dos ficheiros RAW padrão. Isto aumenta a quantidade de imagens que podem ser armazenadas num cartão de memória, e ao mesmo tempo mantém a flexibilidade de captar fotos em RAW. Para edição instantânea, as imagens podem ser processadas na própria câmara com o Assistente Criativo, oferecendo uma variedade de filtros, efeitos e controlos que tornam simples a obtenção do resultado desejado para partilha imediata.

Manuseamento EOS, sem compromissos

Portátil e prática, a EOS RP é a câmara digital full frame com objetivas intermutáveis mais leve e mais acessível que a Canon já lançou até ao momento. Com um peso de apenas 485gr iv, é excelente para viagens quando o espaço e o peso são limitados. Concebida para fotografar em diferentes situações, a câmara é construída com um chassis de liga de magnésio com peças exteriores de alta precisão, incluindo materiais vedantes para garantir a resistência à poeira e à humidade. Versátil na sua utilização, a EOS RP oferece um sistema Dual Sensing IS, que reduz a vibração quando fotografa com a câmara na mão, e um modo de disparo silencioso para um registo discreto. Uma velocidade de disparo contínua de até 5 fps, ou 4 fps com Servo AF, juntamente com uma entrada para cartões UHS-II, oferece um buffer ilimitadov quando se tiram fotografias JPEG ou RAW – suficiente para captar ação durante as viagens. O manuseamento EOS familiar de que a EOS RP também é dotada, é simultaneamente fácil, familiar e confortável de usar, com a flexibilidade de controlos personalizáveis, modos de cena e uma interface de menu gráfico – ideal para a adaptação a diferentes níveis de competência, durante a captação de fotografias ou a gravação de vídeos. O punho ao estilo EOS, bem concebido, o ecrã táctil Vari-Angle de alta resolução, com 7.5 cm, e o visor eletrónico OLED de tipo 0.39, inspiram o manuseamento de próxima geração, com enquadramento criativo completo e controlos tácteis na ponta dos nossos dedos – desde opções do menu até ao ponto de focagem. A EOS RP é compatível com uma variedade de acessórios EOS, incluindo o Extension Grip EG-E1- também lançado hoje – para um conforto adicional, e o Canon Speedlite 470EX-AI com AI Bounce (lançado em fevereiro de 2018).

Foco em todos os pormenores

A EOS RP adota uma abordagem sem compromissos no que respeita a focagem automática, com o Dual Pixel CMOS AF a oferecer a velocidade de focagem automática mais rápida do mundo, 0.05 segundosvi, e precisão com até 4779 posições de focagem automática selecionáveis numa área de enquadramento de até 88% x 100%. O visor eletrónico (EVF) – com 2.36 milhões de pontos e aproximadamente 100% de cobertura da cena – permite o registo e previsualização de excelentes fotos, em condições de iluminação reduzidas e difíceis. O modo de focagem automática Touch and Drag é um dos quatro métodos que facilita o controlo da área de focagem, enquanto faz o enquadramento utilizando o visor eletrónico, ou simplesmente tocando no ecrã LCD. Para retratos com impacto, o modo de focagem automática Eye AF, com ajuste contínuo, foca nos olhos do fotografado, se estiver no modo Deteção de Rosto, facilitando a obtenção de resultados profissionais e nitidez extrema, em todas as situações. Quando se captam imagens em movimento para fotografias ou vídeos, a EOS RP consegue seguir o motivo da foto em contínuo para ajustar-se a qualquer alteração no plano enquadrado. Para uma maior profundidade de campo quando se fotografa em macro, o “focus bracketing” (focagem escalonada) permite obter uma profundidade de foco impressionante, assegurando a máxima nitidez. Com um simples toque no obturador, este modo dispara continuamente com uma variedade de posições de focagem ajustadas automaticamente. O Digital Photo Professional para PC ou Mac pode, então, ser usado para ajuste da profundidade, criando uma imagem final que apresenta a profundidade de campo desejada. O modo de focagem automática Spot proporciona uma focagem precisa, quando captamos fotos em macro. Outros modos de focagem automática são o Face AF, 1pt AF, Expanded AF e Zone AF – oferecendo flexibilidade para uma variedade de temas.

Tire fotos, partilhe-as e fique sempre ligado

Graças à conetividade Bluetooth e Wi-Fi, a EOS RP permite aos utilizadores controlar a sua câmara a partir dos seus dispositivos móveis, para tirar fotografias ou gravar vídeo de forma remota através da Wi-Fi. Isto é vantajoso para evitar distrair o motivo da fotografia ou para conseguir uma abordagem criativa, quer seja na observação de animais ou para conseguir um ângulo remoto ou único em atividades desportivas. Uma vez descarregada, a aplicação Canon Connect permite ter total controlo sobre as definições da câmara, visualização em direto e a opção de ligar a câmara remotamente através do Bluetooth. Quando ligada a um dispositivo iOS ou Android compatível, a EOS RP pode incorporar coordenadas GPS nas imagens, permitindo aos fotógrafos manter um registo dos locais que visitaram. Para partilhas em viagem, a EOS RP pode sincronizar imagens de forma automática com um dispositivo inteligente, bem como transferir os ficheiros RAW para a aplicação Canon DPP Express, para editar na hora.

Crie filmes 4K e de alta qualidade “on-the-go”

A EOS RP oferece liberdade e possibilidades aos cinematógrafos que procuram uma câmara portátil e de fácil utilização. Com o seu processador DIGIC 8, a EOS RP pode realizar vídeos com resolução até 4K a 25 fps e em Full HD a 60 fps. Com características que incluem time-lapse 4K, temporizador de intervalo, Movie Servo AF e vídeos HDR, os utilizadores podem captar ação rápida e sequências em câmara lenta, bem como conseguir uma gama dinâmica expandida. O Dual Pixel CMOS AFvii possibilita uma focagem precisa e deteção facial, e o Movie Digital IS proporciona uma estabilização de vídeo de 5-eixos, para impedir a vibração quando as imagens estão a ser gravadas com a câmara na mão. As entradas de microfone e auscultadores ajudam a captar e monitorizar áudio em tempo real, enquanto o ecrã táctil Vari-Angle torna confortável a gravação numa variedade de ângulos. A função de Video Snapshot é uma forma simples de criar um resumo em vídeo de uma aventura em viagem, combinando segmentos de vídeo de 4, 6 ou 8 segundos para conseguir uma compilação de eventos e cenas memoráveis. Um codec fácil de gerir permite um trabalho de edição veloz e a redução do tamanho dos ficheiros para armazenamento.

O presente Full frame e o futuro das capacidades das objetivas RF

Hoje, a Canon reafirma o seu compromisso contínuo com os sistemas EOS R e a baioneta RF, recentemente lançados, anunciando o lançamento de seis objetivas full frame (de formato integral) para lançamento durante 2019, em celebração da chegada a um marco histórico, a produção de 140 milhões de objetivas EF e RFviii. A RF 24-240mm F4-6.3 IS USM, a perfeita companheira de viagens – prática tanto em tamanho como em desempenho – está incluída neste “roteiro” de desenvolvimento de objetivas. Esta objetiva versátil, para todos os fins, destina-se aos fotógrafos ou cinematógrafos amadores avançados e oferece uma variedade de distâncias focais para captar imagens extraordinárias. As restantes cinco objetivas full frame RF que estão neste momento em desenvolvimento vão atender às necessidades de todos os utilizadores, desde os amadores avançados até aos fotógrafos e cinematógrafos profissionais, todos eles em busca da fotografia perfeita. Com base na tradição de objetivas da Canon, esta gama de objetivas ampliará as fronteiras da fotografia criativa, graças à nova ótica de última geração e processamento de imagem avançado, tanto para fotografia como para vídeo.

Para mais informação sobre o sistema EOS R e o compromisso contínuo da Canon com a baioneta RF, por favor visite https://www.canon.pt/cameras/eos-r-system/.

CARATERÍSTICAS DA EOS RP:

  • Sensor full frame CMOS de 26.2 Megapixels
  • Corpo leve com chassis de liga de magnésio
  • Dual Pixel CMOS AF
  • Vídeo 4K
  • Processador DIGIC 8
  • Três opções de adaptador EF-EOS R, permitindo a compatibilidade com objetivas EF e EF-S
  • Wi-Fi e Bluetooth

Canon revela o futuro da segurança e produtividade de documentos com a mais recente edição da imageRUNNER ADVANCE

Este extenso portefólio de 26 produtos e 7 séries oferece a mais avançada segurança e um interface intuitivo em todos os dispositivos. Desenvolvida tendo em mente toda a gama de Multifunções (MFP) da Canon, a mais recente edição da plataforma de terceira geração oferece atualizações para todos os dispositivos na série imageRUNNER ADVANCE, vencedora de diversos prémios.

Daniel Woodstock, Product Marketing Manager da Canon Europa disse, “A Canon estabeleceu o compromisso de oferecer as mais recentes inovações em termos de tecnologia de escritório, pelo que os nossos mais recentes hardware e software estão desenhados para aumentar a produtividade através de fluxos de trabalho de documentos inteligentes, dentro dos ambientes de trabalho mais exigentes. A nossa estratégia MFP conectado procura melhorar o ecossistema de escritórios digitais dos clientes da Canon e oferecer uma experiência de utilizador imbatível, bem como apoio e serviços incomparáveis.”

Segurança pelo Design

Com a proteção de dados a tornar-se uma prioridade cada vez mais importante para negócios de todas as dimensões, a terceira edição do imageRUNNER ADVANCE incorpora uma variedade de medidas preventivas para capacitar as empresas a estarem um passo à frente das vulnerabilidades de segurança. Tendo em conta o historial da Canon em oferecer as melhores soluções de segurança, a última geração de dispositivos continua a integrar as mais importantes funções de segurança das edições anteriores, incluindo a encriptação Hard Disk Drive (HDD) com certificação FIPS140-2, para encriptar os dados de forma automática.

Outras caraterísticas de segurança adicionais incluem a verificação do sistema na inicialização. Os utilizadores podem, de forma segura, abrir programas baseados em Root of Trust (ROT). Esta caraterística de segurança impede os hackers de ultrapassar os mecanismos de segurança das MFPs que, no caso de algumas organizações, contêm a informação mais valiosa.

Os dados Syslog fornecem informação de segurança sobre o dispositivo em tempo real, que podem ser analisados por uma solução de terceiros, que use os padrões reconhecidos pelo mercado. Adicionalmente, a funcionalidade Syslog melhora a integração do portefólio com qualquer servidor de Security Information and Event Management (SIEM). Em última instância, isto permite ao administrador analisar questões de segurança reais e potenciais, para prevenção em tempo real ou análise forense após uma falha de segurança. Com uma maior transparência, as violações de dados são mais fáceis de investigar e gerir, de forma minuciosa. Os certificados digitais oferecem os meios para encriptar dados e verificar a integridade de documentos digitalizados ou emails criados pelos dispositivos imageRUNNER ADVANCE. Utilizar um certificado de segurança automatizado com Simple Certificate Enrolment Protocol (SCEP) ou Network Device Enrolment Service (NDES), minimiza as exigências de administração, através da atualização autónoma do dispositivo com os certificados de segurança mais recentes.

“A informação é o recurso mais valioso de uma empresa,” comenta Daniel Woodstock, “Esta atualização da plataforma contém funcionalidades de segurança com vários níveis, que salvaguardam os dados sensíveis em todos os equipamentos conectados na rede.”

Nos próximos meses, a Canon planeia oferecer futuros desenvolvimentos no que toca ao setor de mercado que é a segurança da informação, continuando a melhorar a sua integração de produtos em áreas como a deteção em tempo real para uma maior proteção contra invasões.

Gerir e integrar

A última edição dos equipamentos imageRUNNER ADVANCE estão desenhados intuitivamente para uma experiência de utilizador otimizada. Uma nova interface de utilizador oferece uma experiência personalizável e flexível, permitindo a agilização de tarefas e fluxos de trabalho. Combinando as funções do Menu Principal com o Menu Rápido e um novo recurso de timeline, a plataforma mais recente permite que os dispositivos armazenem os dados de comportamento do utilizador, criando atalhos para tarefas passadas ou repetitivas.

Respondendo às necessidades das empresas de melhorar a agilidade e a capacidade de operar a partir de qualquer local, os dispositivos vão ser equipados com uma QR-Code Direct Connection, permitindo aos utilizadores iOS configurar a Wi-Fi para uma ligação direta, através da aplicação da câmara iOS padrão ou da Canon PRINT Business (CPB), melhorando a interação mobile e a flexibilidade. O modo OCR está disponível durante a digitalização, para permitir a identificação precisa de 25 línguas europeias. Esta personalização avançada e conetividade entre todo o portefólio de dispositivos representa uma produtividade significativamente melhorada para toda a força de trabalho.

Daniel Woodstock continua, “À medida que a gestão de informação continua a caminhar na direção dos canais digitais, queríamos oferecer aos nossos clientes mais controlo do que alguma vez tiveram, tanto sobre os processos como sobre os custos. A terceira edição da plataforma imageRUNNER ADVANCE economiza tempo e recursos, ao mesmo tempo que aumenta a produtividade, com fluxos de trabalho eficientes e uma facilidade de utilização intuitiva. A nossa estratégia MFP conectada permite uma gestão proactiva e uma otimização contínua da infraestrutura de impressão e, ao mesmo tempo, a maior visibilidade auxilia a abordagem a toda a vida útil dos documentos.”

Gestão de dispositivos para um trabalho moderno

Para apoiar ainda mais os seus clientes, a solução Canon uniFLOW Online baseada em cloud, vencedora de prémios[1] BLI, está a ser atualizada juntamente com o mais recente portefólio. As empresas vão beneficiar de uma maior sinergia entre hardware e software, para simplificar os processos internos. O uniFLOW Online 2019.1 oferece funcionalidades adicionais, como o Print from Cloud, e compatibilidade com uma variedade de provedores de serviços incluindo Box, Dropbox, Evernote®, Google Drive™, Microsoft OneDrive® e Microsoft SharePoint® Online.

“Reconhecemos que não há ainda uma solução para empresas que seja ‘one-size-fits-all’,” concluiu Daniel Woodstock. “Esta é a razão pela qual trabalhámos para garantir que a terceira edição da terceira geração do imageRUNNER ADVANCE oferece um serviço completamente personalizado para cada um dos nossos clientes, graças ao suporte de uma vasta gama de modelos e soluções integradas, desenhados para trabalhar em conjunto sem falhas.”

Portefólio da 3ª edição da terceira geração do imageRUNNER ADVANCE:

  • Série iR ADV 4500 III
  • Série iR ADV 6500 III
  • Série iR ADV 8500 III
  • Série iR ADV C256/ C356 III
  • Série iR ADV 3500 III
  • Série iR ADV 5500 III
  • Série iR ADV 7500 III

[1] https://www.keypointintelligence.com/news/awards/2019/keypoint-intelligence-honors-the-best-software-solutions-tested-this-year-with-pick-and-outstanding-achievement-awards/

 

EMPRESAS