Inicio Tags CBRE

Tag: CBRE

Abertura de hotéis em Lisboa disparou no ano passado

O turismo português tem sido um dos grandes motores da recuperação económica nacional e os recordes continuam a cair todos os meses. O ano passado fechou com um balanço global muito positivo, juntando-se um máximo histórico de dormidas à continuação dos investimentos em novos hotéis, principalmente em Lisboa.

De acordo com a análise do mercado imobiliário feita pela CBRE, abriram portas 21 hotéis na capital durante o ano passado, o triplo dos 7 estabelecimentos inaugurados em 2014. Segundo os dados disponíveis, o número de dormidas em Lisboa aumentou 8,4% face ao ano anterior, uma subida que fica atrás do maior crescimento em território nacional: os Açores cresceram 20% na comparação com 2014, ultrapassando os destinos mais apetecíveis do país como o Algarve e o Porto.

Apesar de não ter registado um crescimento tão forte como outras zonas do país, o Algarve continua a ser responsável pela maior parte das dormidas de turistas, cerca de 35% do total. Lisboa surge a seguir com 25% e a Madeira fecha o pódio, com 14% das dormidas em Portugal.

 

CBRE e MÉTODO IMOBILIÁRIA juntas

Localizados a uma curta distância do centro de Cascais e a 700 metros da Casa da Guia, os apartamentos deste condomínio fechado estão disponíveis nas tipologias T3 e T4 (duplex), com preços a partir dos 575 mil euros.

Frederico Mendoça, Diretor da Agência de Residencial da CBRE, refere que “o Condomínio Terraços da Guia vem completar o que é neste momento uma lacuna na oferta imobiliária em Cascais. O empreendimento Terraços da Guia beneficia duma localização privilegiada, 3 minutos a pé do Mar, com ótimos acessos, e todo o comércio que este segmento exige. Não há dúvida que é uma opção segura, quer do ponto de vista de investimento, quer do ponto de vista de utilização “.

Pedro Lopes Alves, Diretor Geral e fundador da Método Imobiliária, acrescenta “a relação preço qualidade bem como a sua conceção e arquitetura, transformam o Condomínio Terraços da Guia numa alternativa imobiliária muito atrativa tanto para clientes estrangeiros como nacionais. De facto, a sua localização entre Cascais e a estrada do Guincho, a pouca distância da entrada da A5 (autoestrada para Lisboa) colocam este empreendimento numa localização privilegiada”.

Melhor ano de sempre para a consultora imobiliária CBRE Portugal

O mercado do investimento imobiliário nacional encerrou o ano com um recorde histórico de volume de negócios, ultrapassando os dois mil milhões de euros.

“A CBRE teve um terço desses negócios, o que nos coloca numa liderança destacada nesse indicador”, afirmou o diretor-geral da CBRE Portugal, Francisco Horta e Costa, numa conferência de imprensa de apresentação de resultados, em Lisboa.

Entre os grandes negócios do ano passado contam-se a comercialização do Fórum Almada e do Fórum Montijo ao fundo norte-americano Blackstone ou a transação comercial de três Dolce Vita ao grupo alemão Deutsche Bank.

Entre as nacionalidades dos investidores internacionais, a consultora destaca os investimentos de peso de americanos, franceses, ingleses e também chineses, mas estes últimos já com menos peso do que em anos passados.

O próximo ano também se avizinha positivo para a CBRE: “Temos 90 imóveis que vamos lançar no início do ano”, disse Francisco Horta e Costa, adiantando ainda que para 2016 a consultora tem uma carteia de transações no valor de 400 milhões de euros, “a maioria investimentos já previstos para este ano, mas alguns, poucos, adiados do ano passado para este ano”.

A maioria destes imóveis são escritórios e alguma logística, não tanto lojas em centros comerciais, acrescentou a mesma fonte.

Francisco Horta e Costa antecipa um volume de negócios em 2016 semelhante ao de 2015: “Há condições para ficarmos nos 1.500 ou 2.000 milhões de euros de investimentos, próximo dos valores de 2015”, concluiu.

Sobre as mudanças de governo em Portugal e a possibilidade de alterações na legislação fiscal que possam afetar os investidores internacionais, o diretor-geral da CBRE desdramatiza: “Não sentimos grande receio dos investidores com o novo Governo”, disse, acrescentando não haver “nenhuma paragem de investimentos”.

CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE EDIFÍCIOS DE HABITAÇÃO DISPARA EM 2015

A procura do turismo residencial é cada vez maior, sendo que muitos edifícios com projetos de habitação destinam-se ao arrendamento de curta duração. É neste contexto que a CBRE divulga o seu mais recente estudo de mercado – Lisbon Residential Brick Index – com foco na construção e comercialização de edifícios de habitação em Lisboa.

O nível de preços no setor imobiliário em Lisboa já remete ao período pré-crise para produtos premium, mas com uma oferta de imóveis muito superior para este segmento. A melhoria da situação económica no país, aliada ao turismo e aos incentivos concedidos à reabilitação urbana e investimento estrangeiro, conduziram naturalmente à subida destes valores.

O centro histórico de Lisboa concentra o maior número de edifícios em reabilitação, onde zonas como a Avenida da Liberdade, Príncipe Real, Chiado, Bairro Alto e São Paulo são as mais valorizadas. Dos edifícios que ainda estão em construção, atualmente o preço médio de comercialização chega aos 5 500 €/m², valor que já é 10% superior face aos que já foram concluídos e vendidos em 2015.

Edifícios Residenciais em Construção por Zona
Edifícios Residenciais em Construção por Zona

A CBRE estima que durante o ano de 2015 foram concluídos 40 edifícios de habitação, o que significa um acréscimo de 69% na oferta da cidade de Lisboa, com mais 524 fogos.

Ainda que maioritariamente português, o perfil do comprador possui uma fatia de aproximadamente 20% de estrangeiros, sendo que ambos compram quer para utilização própria como para investimento, neste ultimo caso para colocação no mercado de arrendamento de curta duração.

Para Cristina Arouca, Diretora de Research e Consultoria da CBRE, “O conhecimento em tempo útil do que se está a verificar no mercado da promoção residencial da cidade tornou-se essencial numa altura em que a CBRE decidiu relançar o Departamento de Residencial.”

Acrescenta ainda “A tendência dos próximos anos será o aumento do número de edifícios reabilitados no centro de Lisboa, com destaque para a Avenida da Liberdade e Cais do Sodré, que renascem como zonas residenciais. Os imóveis com cachet estão a popularizar-se e, com a subida de preços e aumento da procura de imóveis em Lisboa, resta-nos aguardar uma possível estabilização no segmento alto do mercado em 2016”.

Sobre o Grupo CBRE

O Grupo CBRE, Inc. (NYSE:CBG), é uma empresa classificada na Fortune 500 e S&P 500, com sede em Los Angeles, líder mundial na prestação de serviços para o setor imobiliário (dados relativos a 2014). Com aproximadamente 70 mil colaboradores a nível mundial (excluindo empresas afiliadas), a CBRE desenvolve a sua atividade para promotores, investidores e ocupantes através de mais de 400 escritórios em todo o mundo (excluindo empresas afiliadas). Entre os seus serviços contam-se a consultoria e mediação em operações de venda e arrendamento de imóveis, administração de imóveis, gestão de projetos, serviços de avaliação, promoção, investimento imobiliário, research e consultoria. Em Portugal a empresa está presente desde 1988, prestando uma vasta gama de serviços em todo o território nacional. Para mais informações visite www.cbre.pt.

Linkedin: CBRE Portugal

EMPRESAS