Inicio Tags Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores

Tag: Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores

Sismo de magnitude 4,1 na escala de Richter sentido no Faial, Pico e São Jorge

direitos: Agência LUSA

Um sismo de magnitude 4,1 na escala de Richter foi sentido na quinta-feira nas ilhas do Faial, Pico e São Jorge, informou esta sexta-feira o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA).Segundo um comunicado do CIVISA, o epicentro do sismo, sentido às 22h47 de quinta-feira, foi registado “a cerca de 32 quilómetros a oeste do Capelo”, no Faial.De acordo com a informação disponível até às 5h de sexta-feira, o abalo foi sentido com intensidade máxima IV/V, na escala de Mercalli Modificada, nas freguesias do Capelo e de Castelo Branco, no concelho da Horta.

No mesmo concelho, foi sentido com intensidade IV nas freguesias de Praia do Norte e Feteira e com intensidade III/IV nas freguesias de Cedros, Salão, Ribeirinha, Flamengos, Pedro Miguel, Praia do Almoxarife, Conceição, Matriz e Angústias. á na ilha do Pico, foi sentido com intensidade III na freguesia de São Roque do Pico (concelho de São Roque do Pico) e na freguesia de São Caetano (concelho de Madalena), indicou o CIVISA.

A intensidade III foi também registada na ilha São Jorge, na freguesia de Velas (concelho de Velas). “O CIVISA continua a acompanhar o evoluir da situação, emitindo novos comunicados caso necessário”, referiram as autoridades.

Agência Lusa

Frequência sísmica diminui nos Açores

De acordo com o Tenente Coronel Carlos Neves, presidente do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), todas as entidades de proteção civil encontram-se prontas a agir, em caso de necessidade.

“Esta atividade começou pelas 24:00, estendeu-se ao longo da noite e manhã. Ocorreram centenas de sismos de baixa intensidade e magnitude, dos quais 20 foram sentidos pela população. Esta situação continua a manter-se, embora tenha baixado ligeiramente de frequência”, afirmou o responsável numa conferência de imprensa na sede do organismo, em Angra do Heroísmo, ilha Terceira.

“Podemos dizer que em São Miguel, nas povoações entre Água de Pau e a Povoação, a sul da ilha de São Miguel, foi onde sentiram mais os sismos, e a norte, entre Rabo de Peixe e Fenais da Ajuda”, acrescentou.

O SRPCBA e o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) farão uma nova atualização de dados sobre a atividade sísmica às 15:00 ou antes, caso se justifique.

Entre as medidas de segurança a adotar pela população, o SRPCBA aconselha a que seja mantida a calma, que não seja provocado fogo, devido a possíveis fugas de gás, que sejam desligados os circuitos de gás, eletricidade e água, caso haja suspeita de que se encontram danificados, que não sejam utilizados elevadores, cuidado com vidros partidos ou cabos de eletricidade e afastamento das praias.

De acordo com a informação recolhida pelo CIVISA, foram sentidos até cerca das 08:00 de hoje pelo menos 17 eventos, o mais forte dos quais ocorreu às 06:18 (hora local) e foi sentido com intensidade máxima de V na escala de Mercalli Modificada.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) registou às 07:17 (hora local) nas estações da Rede Sísmica do arquipélago dos Açores, um sismo de magnitude 3,6 na escala de Richter com epicentro localizado a cerca de seis quilómetros a Sul-Sudeste de São Brás, em São Miguel.

LUSA

EMPRESAS