Inicio Tags Dubai

Tag: Dubai

Emirates lança tarifas de verão especiais para passageiros portugueses

Desfrute do sol durante todo o ano, seis praias públicas com os melhores restaurantes, centros comerciais de topo, monumentos emblemáticos e muitas outras atrações. A oferta é válida para reservas efetuadas a partir de hoje, até 31 de março de 2019, para viagens entre 3 de maio e 20 de junho deste ano.

Os passageiros da Classe Económica que partirem de Portugal podem desfrutar de tarifas a partir de 499€* e os da Classe Executiva podem desfrutar de tarifas a partir de 2.799€*.

Os passageiros da Emirates de todas as classes poderão aproveitar o premiado sistema de entretenimento a bordo da companhia aérea, com 4.000 canais com os mais recentes filmes, músicas e programas de TV. Além disso, também podem desfrutar de bebidas e refeições de inspiração regional, bem como a famosa hospitalidade da tripulação internacional da companhia aérea.

Para mais informações sobre a Emirates, incluindo como reservar voos e a lista completa de termos e condições, visite o site emirates.com, o agente de viagens ou o escritório local de vendas da Emirates. Termos e condições aplicáveis.

*tarifa por passageiro, sujeita a disponibilidade, inclui taxas, exclui suplementos

Voe com a Emirates para o Dubai e à chegada aproveite um desconto numa viagem Uber

Os passageiros da Emirates que viajem para o Dubai ou com paragem, podem aproveitar uma viagem de Uber gratuita ou com desconto de/para o Aeroporto Internacional do Dubai, reservando já hoje, se pretenderem, para que tudo seja mais rápido e conveniente.

Esta oferta estará disponível para todos os que visitarem o Dubai, a partir de mais de 50 destinos internacionais, desde a América do Norte, América do Sul e Europa, ao Médio Oriente, Australásia e Extremo Oriente. Para os portugueses, as reservas poderão ser feitas entre 20 de março e 18 de junho de 2019 e serem usufruídas entre 20 de março e 30 de junho deste ano*.

Os passageiros que reservarem as suas viagens a partir de Portugal com as tarifas Economy Flex Plus ou Economy Flex da Emirates podem usufruir desta oferta exclusiva, através do site da Emirates durante o período promocional**.

Os passageiros que viajam com uma tarifa Economy Flex Plus podem desfrutar de duas viagens gratuitas de/para o Aeroporto Internacional do Dubai, a partir de qualquer destino no Dubai, até ao valor de 120 AED por viagem (aproximadamente 28,82 EUR), enquanto os passageiros que viajam com tarifa Economy Flex receberão 50% de desconto em duas viagens no trajeto do aeroporto para qualquer destino no Dubai, até ao valor de AED 60 (aproximadamente 14,41 EUR).

Todos os que visitarem o Dubai ficarão impressionados com as atrações existentes na cidade, desde os locais mais ecléticos, aos restaurantes requintados, centros comerciais de topo ou às praias deslumbrantes. A cidade tem um calendário de eventos agitado durante os meses de verão, que inclui feiras de arte incríveis, concertos de música, espetáculos de comédia e eventos de corridas de cavalos, como a Dubai World Cup 2019.

Os passageiros da Emirates que viajem em Classe Económica poderão usufruir do premiado sistema de entretenimento da companhia aérea a bordo com 4.000 canais de filmes, músicas e programas de TV. Os passageiros receberão ainda um serviço a bordo incomparável, oferecido pela icónica tripulação de cabine da companhia aérea, com elementos oriundos de cerca de 135 países, chegando a mais de 60 idiomas. Os passageiros também podem manter o contacto com a família e os amigos durante o voo através do Wi-Fi gratuito, até 20 MB.

* A oferta é válida para clientes atuais e novos da Uber

** Termos e condições aplicáveis

Emirates anuncia voo para o Porto

O Porto vai tornar-se no segundo destino da Emirates em Portugal, depois da capital, Lisboa, para onde a companhia aérea já voa atualmente com dois serviços diários. O novo voo será operado por um Boeing 777-300ER, numa configuração de três classes, oferecendo oito suites privadas na Primeira Classe, 42 assentos reclináveis na Classe Executiva e 310 assentos espaçosos na Classe Económica.

O novo serviço da Emirates proporcionará aos passageiros do norte de Portugal uma opção direta para viajar para o Dubai e depois a possibilidade de seguir para destinos em toda a rede global da companhia, especialmente para África, Ásia, Austrália e Médio Oriente. Não só o Porto beneficiará, que é uma das mais importantes áreas urbanas, como também Espanha, nomeadamente cidades como Vigo e Santiago de Compostela, pela proximidade ao Porto.

O voo entre o Dubai e o Porto será operado às terças, quintas, sábados e domingos, e partirá do Dubai como EK197, às 09:15hrs, chegando ao Porto às 14:30hrs. O voo de regresso, EK198, partirá do Porto às 17:35hrs e aterrará no Dubai às 4:15hrs da manhã seguinte. Esta programação permite aos passageiros ligações mais fáceis e convenientes aos voos da Emirates no Aeroporto Internacional do Dubai para os destinos mais procurados, como Luanda, Joanesburgo, Banguecoque, Xangai, Hong Kong, Melbourne e Sydney, entre outros.

Localizado perto da costa e do rio Douro, o Porto é mundialmente conhecido pela sua produção de vinho do Porto e pelo centro histórico da cidade, Património Mundial da UNESCO. Além de oferecer uma rica herança a nível cultural e uma grande variedade de atrações turísticas, o Porto é também uma importante cidade de comércio e indústria, atraindo viajantes na área dos negócios.

“O Porto está atualmente a desfrutar de maiores níveis de turismo, o que acaba por se refletir no crescimento do número de visitantes para Portugal como um todo. A introdução deste novo voo, juntamente com o nosso serviço de dois voos diários para Lisboa, ajudará a satisfazer esta crescente procura de passageiros que viajam em lazer e em negócios, bem como a proporcionar-lhes mais opções, maior flexibilidade e conectividade ao viajar para Portugal”, refere Tim Clark, Presidente da Emirates Airline.

Os passageiros, seja em que classe for, podem encontrar altos níveis de conforto ao viajar com a Emirates, desde o excelente serviço a bordo da tripulação de cabine internacional, incluindo membros portugueses, ao acesso a mais de 4.000 canais de entretenimento visual e de áudio. Neste sistema de entretenimento, o ice, encontram-se os mais recentes filmes, músicas e jogos. Além disto, ainda são preparadas refeições de inspiração regional e bebidas de cortesia. As famílias são ainda bem recebidas com produtos e serviços a pensar nas crianças.

O novo voo também permitirá que a Emirates SkyCargo ofereça até 18 toneladas de capacidade de carga no voo, dando às empresas locais a oportunidade de aumentar as suas exportações, como roupa, calçado, peças para automóvel e cortiça.

Dubai: Transatlântico britânico Queen Elizabeth II transformado em hotel de luxo

O colapso financeiro do Dubai, ao qual se seguiram anos de crescimento lento, quase afundou o projeto, mas as autoridades do emirado do Golfo, um ex-protetorado britânico, decidiram avançar com um restauro minucioso do navio ao ponto de reproduzirem a alcatifa dos anos 60, gastando mais de 100 milhões de euros.

Há três anos, a empresa governamental Ports, Customs e Free Zone Corp. assumiu o projeto, que marca a primeira incursão desta entidade na hotelaria.

O navio foi ligado à rede elétrica do Dubai, apesar de ainda flutuar nas águas do Golfo Pérsico.

LUSA

Dubai: incêndio num dos maiores edifícios residenciais do mundo

O incêndio no Dubai num dos maiores edifícios residenciais do mundo foi dado como controlado pelos bombeiros, sem que tenham sido registados feridos, de acordo com a proteção civil dos Emirados Árabes Unidos.

As autoridades do Dubai conseguiram “evacuar com sucesso” o edifício e um porta-voz terá indicado à Gulf News que o fogo terá começado no 9º andar e propagado para os pisos superiores.

O Departamento de Comunicação do Dubai já tinha adiantado durante a madrugada na sua conta oficial do Twitter que não havia registo de feridos e que a situação se encontrava controlada.

De acordo com testemunhas, o incêndio na Torre Tocha (Torch Tower) uma das torres residenciais mais alta do mundo com 86 andares, começou pouco depois da 01:00 (22:00 em Lisboa).

Mais de 40 andares num dos lados do edifício estavam em chamas, lançando detritos para o solo. Os residentes foram retirados sem problemas.

Este é a segunda vez que a torre, com mais de 335 metros, é palco de um incêndio.

Situada numa zona junto ao mar, o edifício tinha já registado um incêndio em fevereiro de 2015, também sem vítimas.

Emirates Group Security recebe Simpósio da Segurança Global da Aviação no Dubai

Esta será a terceira edição do encontro da Segurança Global da Aviação (AVSEC Global), depois de eventos anteriores realizados na mesma cidade, em 2013 e 2015, pela Emirates Group Security.

Com o tema “Ahead of Tomorrow”, o simpósio da AVSEC Global 2017 irá focar-se nas iniciativas e tecnologias que guiarão a segurança da aviação no futuro. O simpósio está programado para reunir alguns dos mais proeminentes líderes da indústria em segurança global para discutir desafios importantes desta matéria no futuro, incluindo  Sir Tim Clark, Presidente da Emirates Airline, Khoo Boon Hui, Ex-presidente da Interpol, Sachi Wimmer, Diretora Executiva do Escritório de Segurança de Transportes do Governo Australiano e Christine Negroni, escritora e jornalista especializada em aviação. A conferência será inaugurada pelo Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum, Presidente e Chefe Executivo do Grupo e companhia aérea Emirates.

“Desde o seu início em 2013, que o Simpósio da AVSEC Global se tornou num evento significativo a nível global em segurança da aviação,” realça Abdullah Al Hashimi, Vice-presidente Sénior da Divisão de Segurança do Grupo da Emirates. “Enquanto plataforma, o simpósio AVSEC Global permite que importantes decisores das companhias aéreas, governos, operadores de aeroportos, reguladores e indústria de carga se juntem para partilhar ideias e as melhores práticas que resultem em melhorias mensuráveis na segurança global da aviação,” acrescenta.

O simpósio da AVSEC Global 2017 sustenta-se no sucesso do evento de 2015, que reuniu mais de 600 profissionais do setor e mais de 20 patrocinadores e expositores. Além de uma exposição, o evento atribuirá ainda os Prémios Internacionais de Excelência na Segurança da Aviação, que reconhecem o desempenho e excecionais conquistas no setor de segurança global da aviação. Para as nomeações são indicados tanto indivíduos como organizações e os premiados serão escolhidos por um grupo eminente de especialistas da indústria de segurança da aviação.

 

Nove funcionários demitidos após inspeção surpresa às 7h30 de domingo

Eram 7:30 da manhã de domingo quando o sheik do Dubai fez uma visita surpresa a dois departamentos públicos da cidade. O que encontrou? Secretárias vazias. O que fez? Despediu aqueles que deviam estar a trabalhar e não estavam.

Mohammed Bin Rashid al-Maktoum demitiu, na segunda-feira, nove funcionários da cidade do emirado após esta visita surpresa. Nesse mesmo dia, os seus serviços publicaram no Instagram alguns vídeos que demonstram como foi a inspeção e que comprovam a existência de gabinetes vazios.

Segundo o Bloomberg, domingo foi o primeiro dia de escola no Dubai, o que poderia justificar as ausências ou atrasos dos funcionários, que acabaram por ser afastados com um agradecimento do sheik pelos serviços prestados.

. @HHShkMohd enforces management changes at Dubai Municipality and retires 9 of its senior officials

O sheik do Dubai também fez uma visita ao aeroporto internacional da cidade.

Trem não saiu e avião aterrou “de barriga” no Dubai

Três minutos antes de aterrar no aeroporto internacional do Dubai, esta manhã, o comandante de um avião da Emirates Airlines, proveniente da Índia, avisou os 282 passageiros de que o trem de aterragem não estava operacional e que se via forçado a fazer uma aterragem de emergência, “de barriga”.

A informação foi prestada por um dos passageiros, citado por Iype Vallikadan, jornalista do indiano “Mathrubhumi News”.

Pouco tempo depois de se ter feito à pista, o aparelho – um Boeing 777-330 – incendiou-se. Todos os passageiros e 18 tripulantes foram salvos a tempo pelas operações de emergência, mas não se terão livrado de um valente sustro.

O incidente ocorreu às 12h45 locais (9h45 em Lisboa) e deixou o aparelho totalmente destruído, tendo as chamas consumido toda a parte superior do avião.

Imagens divulgadas nas redes sociais pouco depois da notícia ter sido conhecida mostravam fumo a sair do aparelho, que tinha partido da cidade indiana de Thiruvananthapuram, capital do estado de Kerala.

Avião da Emirates incendeia-se durante aterragem do aeroporto do Dubai

Um avião da companhia aérea Emirates sofreu esta manhã um acidente, no aeroporto internacional do Dubai. A aeronave despenhou-se enquanto fazia uma aterragem de emergência, e não terá conseguido ativar o trem de aterragem. O avião acabou por explodir, já parado na pista.

A companhia já emitiu um comunicado no Facebook a confirmar o acidente. Seguiam 282 passageiros e 18 membros da tripulação a bordo da aeronave, e a Emirates já confirmou que não existe nenhuma vítima a registar:

“A Emirates pode confirmar que hoje, 3 de agosto de 2016, o voo EK521, vindo do aeroporto internacional de Trivandrum, em Thiruvananthapuram, Índia, para o Dubai, este envolvido num acidente no aeroporto internacional do Dubai”, escreveu a Emirates num comunicado na sua página de Facebook.

A companhia aérea adiantou ainda que “a principal prioridade neste momento é a segurança e o bem-estar de todos os envolvidos”. A companhia aérea já abriu uma linha de apoio aos clientes e às famílias, disponível nos Emirados Árabes Unidos, no Reino Unido e nos Estados Unidos da América.

O avião vinha de Thiruvananthapuram, na Índia, e preparava-se para aterrar no Dubai. De acordo com a Gulf News, o voo EK521 teve de fazer uma aterragem de emergência. Todos os passageiros foram retirados em segurança do Boeing 777-300, que já estava em atividade desde 2003.

Os ocupantes do avião eram maioritariamente indianos (226 dos 300). No voo seguiam ainda 24 britânicos, 11 naturais dos Emirados Árabes Unidos, seis dos EUA, cinco turcos, e quatro irlandeses.

Vários vídeos divulgados nas redes sociais mostram os momentos do acidente. Vê-se a aeronave a aterrar, explodir, e a deitar fumo:

Alguns vídeos mostram os momentos após o acidente, em que se começou a ver muito fumo a sair da aeronave.

De acordo com informações da Emirates, o avião partiu às 10h19 da Índia, e aterrou às 12h50 no Dubai (horas locais).

Todos os voos estão neste momento suspensos no aeroporto do Dubai, e a companhia aérea explica que está a haver “cooperação total” entre a Emirates e “as autoridades e serviços de emergência que estão a gerir a situação”.

A companhia aérea é a maior do Médio Oriente, e voa para 153 destinos em todo o mundo.

Empresa portuguesa de mobiliário urbano inicia exportação para o Dubai

Uma empresa portuguesa de mobiliário urbano com sede em Albergaria-a-Velha anunciou esta segunda-feira ter concluído a sua primeira exportação para o Dubai, no caso grelhas de proteção de árvores.

Em Albergaria-a-Velha, o Gabinete de Projeto da empresa Larus desenvolveu uma grelha de proteção de árvores com o nome “Horizon”, fabricada em ferro fundido, para auxiliar a absorção e a respiração necessárias ao desenvolvimento dos diferentes géneros de árvores, assim como à sua proteção.

As grelhas “Horizon” foram escolhidas para preservar centenas de árvores no Dubai, junto ao Burj Al Arab, o edifício símbolo do emirado construído sobre uma ilha artificial e as suas duas versões, “square” e “circle”, podem ser encontradas ao longo das extensas zonas pedonais de Jumeirah, zona turística por excelência do Dubai.

Segundo Pedro Martins Pereira, presidente da Larus, a entrada no Dubai resulta da estratégia de internacionalização da empresa, “focada em mercados com um elevado crescimento económico e exigentes ao nível da qualidade formal e construtiva dos equipamentos”.

“Estes países têm mostrado uma grande sensibilidade por propostas que respeitem a sua cultura, tendo a Larus conseguido desenvolver soluções que valorizem a identidade destes locais”, salienta o empresário.

Nos Emirados Árabes, a Larus já mobilou Sharjah, capital da Cultura Islâmica, com quiosques, esplanadas e estruturas de ensombramento, e a Cidade Kuwait com a linha de bancos “Bench”.

A intervenção em projetos urbanísticos internacionais de referência, como a Medina de Casablanca (Marrocos), ou a Baía de Luanda (Angola) e a conquista de prémios internacionais de design, têm contribuído para a afirmação da LARUS como um dos principais “players” mundiais de desenvolvimento e produção de mobiliário urbano.

Com 22 anos, a empresa tem hoje presença internacional em Espanha, Reino Unido, Bélgica, Holanda, Alemanha, França, Angola, Marrocos e Estados Unidos da América.

EMPRESAS