Inicio Tags IBM

Tag: IBM

IBM apresenta 5 inovações para os próximos 5 anos

Para responder aos desafios de uma população mundial em crescimento e ao esgotamento do ecossistema alimentar, os investigadores da IBM estão a trabalhar em cinco tecnologias, baseadas em IA, blockchain, IoT e cloud, que irão mudar radicalmente a cadeia de abastecimento alimentar nos próximos 5 anos.
1)        Das sementes… Um gémeo digital da agricultura vai ajudar a alimentar uma população crescente recorrendo a menos recursos;
2)        Às colheitas… A Blockchain irá impedir que os alimentos sejam desperdiçados;
3)        Às prateleiras…. Mapear o microbioma irá proteger-nos das bactérias prejudiciais;
4)        À mesa… Sensores de IA irão detetar agentes patogénicos alimentares em casa;
5)        Ao lixo… Um novo processo de reciclagem radical irá dar uma nova vida ao plástico antigo.

5 inovações para os próximos 5 anos

·        Das sementes… Um gémeo digital da agricultura vai ajudar a alimentar uma população crescente recorrendo a menos recursos
Como fazer com que um agricultor que nunca teve conta no banco tenha acesso a um crédito? Digitalizando e capturando todos os detalhes do processo agrícola, desde a qualidade do solo, às competências de condução de um trator, até ao preço do melão vendido no mercado. Conhecido como Digital Twin e recorrendo à IA (Inteligência Artificial), nos próximos cinco anos, será possível utilizar estes dados para prever com precisão o rendimento das colheitas, ajudando os agricultores na sua expansão.

· Às colheitas… A Blockchain irá impedir que os alimentos sejam desperdiçados
Prevê-se eliminar muitos dos custos desconhecidos no processo de produção alimentar. Dos agricultores aos fornecedores, cada participante no processo de produção irá saber exatamente a quantidade que deve plantar, encomendar e enviar. O desperdício alimentar irá diminuir substancialmente e os produtos que chegam aos supermercados serão mais frescos – assim que se combine a tecnologia Blockchain, com dispositivos de IoT e algorítmos de IA.

· Às prateleiras…. Mapear o microbioma irá proteger-nos das bactérias prejudiciais
As autoridades de segurança alimentar vão ganhar um novo superpoder: a capacidade de entender a forma como milhões de micróbios coexistem ao longo da cadeia de abastecimento alimentar. Estes micróbios – alguns saudáveis para consumo humano, outros não – são regularmente introduzidos em alimentos agrícolas, fábricas e mercearias. Com uma nova técnica que permite analisar de forma rápida e de baixo custo o comportamento dos micróbios presentes em toda a rede alimentar, iremos assistir a uma melhoria significativa na segurança do que consumimos.

· À mesa… Sensores de IA irão detetar agentes patogénicos alimentares em casa
Os agricultores, os processos de produção e os pontos de venda – em conjunto com os milhões de utilizadores domésticos – vão poder detetar sem esforço as bactérias perigosas dos alimentos. Para isso, apenas irão precisar de um telemóvel ou outro dispositivo com sensores de IA. Os investigadores da IBM estão a criar poderosos sensores de inteligência artificial que permitem detetar agentes patogénicos transmitidos por alimentos. Estes sensores de bactérias móveis podem acelerar o resultado de um teste de agentes patogénicos, que antes demorava dias, para segundos, permitindo que os indivíduos detetem a existência de E. coli ou Salmonellas prejudiciais à saúde, em qualquer ponto da cadeia alimentar.

· Ao lixo… Um novo processo de reciclagem radical irá dar uma nova vida ao plástico antigo.
A eliminação de resíduos e a criação de novos plásticos serão completamente transformados. Tudo, desde pacotes de leite ou caixas de bolachas, a sacos do supermercado ou até roupas, será reciclável. As empresas de fabrico de poliamida serão capazes de reciclar o tecido e transformá-lo, conferindo-lhe uma nova utilidade. Esta transição será impulsionada por inovações como o VolCat, um processo catalisador que digere certos plásticos (chamados poliamida) numa substância que pode ser alimentada diretamente nas máquinas de fabrico de plástico e fazer novos produtos.

Vídeo:
https://youtu.be/qpXDIuomBIk

IBM bate recorde com registo de 9.100 patentes em 2018 e lidera lista de patentes dos EUA pelo 26º ano consecutivo

“A IBM está comprometida em liderar as tecnologias que mudam a forma como o mundo funciona e resolver problemas que muitas das pessoas nem sequer ainda pensaram”, afirma Ginni Rometty, Presidente e CEO da IBM. “Os nossos clientes e os seus clientes são os beneficiários destas inovações, particularmente nas áreas onde lideramos como a Inteligência Artificial, Cloud, Blockchain e Segurança para o desenvolvimento dos negócios.”

No geral, quase metade das patentes de 2018 estão relacionadas com avanços pioneiros em IA, computação na cloud, segurança, blockchain e computação quântica.

As 1.600 patentes na área de IA registadas pelos investigadores da IBM em 2018, incluem novas formas de utilização destas tecnologias para nos ajudar a comunicar e a conversar, bem como a analisar e proteger lagos e cursos de água do nosso planeta. A IA também desempenhou um papel importante nas mais de 1.400 patentes de segurança atribuídas a investigadores da IBM em 2018, incluindo o combate ao phishing de voz.

Algumas patentes da IBM em 2018, incluem:

  • Project Debater é um sistema de Inteligência Artificial inovador da IBM Research que permite debater tópicos complexos em contexto humano. Os investigadores da IBM patentearam uma abordagem para utilizar machine learning a fim de identificar evidências, como segmentos de texto relevantes em dados de texto não estruturados, que ajudam a defender ou opor-se a um determinado tema ou tópico que esteja a ser analisado ou discutido. Este desenvolvimento pode contribuir com avanços na forma como a tecnologia e os humanos interagem entre si numa conversação.
  • Os investigadores da IBM patentearam um sistema inteligente que poderá ser utilizado para identificar, caracterizar e monitorizar perfis verticais de temperatura e declives, que afetam a vida marinha, em lagos e outros ecossistemas aquáticos. A Analítica em conjugação com a IBM Cloud e a Internet of Things (IoT) permitiu à IBM projetar o lago mais inteligente do mundo, o “Lake George”.
  • O phishing ocorre quando um indíviduo ou sistema de computação tenta obter informações sensitivas de vítimas desconhecidas. Mais recentemente, os phishers dedicaram-se ao phishing de voz, também chamado de “vishing”, no qual as vítimas inocentes são envolvidas diretamente e os “vishers” usam um sistema de voz sobre IP (VoIP) para ocultar a sua identidade. A IBM patenteou um sistema de IA que possibilitará, com base na respetiva permissão do utilizador, analisar padrões de conversação entre duas partes a fim de identificar tentativas de uma das partes de enganar a outra. O sistema pode enviar uma mensagem de alerta em tempo real para avisar uma potencial vítima e ajudar os especialistas em TI das empresas a prevenir e gerir melhor as ameaças à segurança de computadores e dispositivos móveis.

Os cientistas da IBM tiveram mais de 2.000 patentes em cloud computing durante 2018, incluindo uma patente de monitorização especializada para máquinas virtuais que adota uma abordagem leve que visa otimizar o isolamento e a segurança entre uma aplicação cloud e o seu gestor, reduzindo os tempos de implementação e melhorando o desempenho. Este modelo está relacionado com a pesquisa da IBM na área de segurança e que poderá contribuir para que as organizações movam dados e aplicações com maior facilidade e de forma segura em ambos os ambientes Cloud e on-premises.

A IBM também continua a inovar no desenvolvimento do blockchain e em promover o ritmo acelerado da sua adoção global. A IBM registou uma patente de um modelo para criptografar dados armazenados num blockchain. Os membros de uma rede blockchain podem colocar os dados que gostariam de partilhar com os outros membros dessa rede. No entanto, em vez de armazenar os dados abertamente para qualquer um dos participantes do blockchain, os membros podem criptografar os seus dados dentro dessa rede e apenas aqueles que receberam uma determinada chave podem ler os dados. A IBM disponibilizou este recurso patenteado para utilizadores de software Open Source Hyperledger Fabric.

Investigadores da IBM também patentearam invenções significativas em computação quântica , incluindo uma nova forma de converter componentes em formato de miniatura para melhorar o desempenho de computadores quânticos.

As novas patentes foram concedidas a um grupo de mais de 8.500 cientistas da IBM em 47 diferentes Estados dos EUA e 48 países.

Para mais informações sobre a liderança no registo de patentes e a inovação da IBM visite www.research.ibm.com/patents/

Veja ainda o vídeo https://youtu.be/iampmeqTAfk

Para aceder ao ranking de patentes nos EUA visite o site IFI CLAIMS Patent Services: http://www.ificlaims.com 

Empresas líderes na Europa selecionam IBM Blockchain para impulsionar inovação

Os atributos da tecnologia blockchain são ideais para grandes redes de negócio com diferentes parceiros. Baseando-se no paradigma de sistemas distribuídos e em conceitos como contabilidade partilhada, o blockchain permite um registo partilhado e imutável de todas as transações  ou eventos que ocorrem dentro de uma rede e, em seguida, permite que as partes autorizadas acedam a dados confiáveis ​​em tempo real. Ao aplicar a tecnologia a uma variedade de processos de negócio, uma nova forma de cadeia de comando e consentimento pode ser introduzida no fluxo de informações, capacitando os vários parceiros a colaborar e a estabelecer uma única visão partilhada de uma transação sem comprometer detalhes, a privacidade ou a confidencialidade.

A imagem de marca do negócio de blockchain da IBM tem sido a sua capacidade em agregar grandes grupos de empresas a participarem na rede e abraçar uma plataforma colaborativa na adoção do blockchain. Os clientes estão já a tirar partido desta oportunidade de conquistar uma maior confiança e transparência ao usar tecnologia blockchain em vários setores, por exemplo, para melhor gerir a reconciliação das tarifas de roaming internacional, proteger a identidade digital dos cidadãos e cumprir com as novas normas bancárias europeias sobre os dados dos clientes.

Com mais de 500 projetos de blockchain em todo o mundo, a IBM está a trabalhar em todos os setores, sobretudo em projetos ao nível europeu, corroborando o estudo da IDC, que refere que “os gastos com o blockchain na Europa estão a crescer mais rapidamente do que em qualquer outra parte do mundo”.

“Desde grandes organizações a startups de vários setores, as empresas por toda a Europa estão a optar pela plataforma de Blockchain da IBM”, disse Andrew Darley, IBM Blockchain Platform Leader, Europa. “Os clientes são atraídos pela disponibilidade de produção e rapidez da plataforma IBM Blockchain, permitindo que partilhem informação numa rede altamente segura em qualquer ambiente à sua escolha, nas suas instalações, via IBM Cloud ou via outro fornecedor de cloud”.

Clientes europeus continuam a trabalhar com a IBM para impulsionar a inovação através do blockchain nas suas indústrias. Por exemplo, em Espanha, a Telefónica e a IBM estão a colaborar no desenvolvimento de uma prova de conceito (PoC) baseada na tecnologia blockchain da IBM para ajudar a resolver um dos maiores desafios das empresas de telecomunicações: a gestão do tráfego internacional de chamadas telefónicas móveis. O projeto ajuda a resolver a veracidade e a rastreabilidade das informações geradas por diferentes fornecedores de serviços quando encaminham uma chamada internacional. Usando uma rede descentralizada que fornece aos membros participantes acesso seguro, as disparidades e os comportamentos fraudulentos são significativamente reduzidos.

Os clientes também podem beneficiar da disponibilidade do IBM Blockchain Starter Plan na IBM Cloud, a partir de aproximadamente €500 por mês. Este incentivo está a ajudar programadores, startups e empresas a construirem provas de conceito em blockchain de forma rápida e acessível, num ambiente de teste seguro, a partir de um conjunto de ferramentas e módulos educacionais acessível apenas com um clique.

A Plataforma IBM Blockchain foi a vencedora na categoria “Best Blockchain Platform” dos Future Digital Awards da Juniper Research.

Cientistas da IBM descobrem novo processo de reciclagem de smartphones e CDs em plástico não-tóxico

A IBM Research acaba de anunciar que os seus investigadores do laboratório Almaden nos EUA descobriram um novo processo químico que, num único passo, converte policarbonatos em plástico seguro para ser utilizado em equipamentos médicos, de purificação de água e em fibra ótica.

Durante a investigação, os cientistas da IBM adicionaram um reagente de fluoreto, uma base (semelhante ao fermento em pó) e calor a CDs antigos para produzir um novo plástico com resistência térmica e química superior à da substância original. Quando o pó é reconstruído em novas formas, consegue-se impedir o processo de decomposição que provoca a libertação de BPA.

“Os policarbonatos são plásticos vulgarmente usados, especialmente em produtos eletrónicos de consumo na forma de telas de LED, smartphones e Blu-rays, bem como lentes oculares, utensílios de cozinha e equipamentos domésticos”, afirmou Gavin O. Jones, Ph.D., dos laboratórios de Almaden da IBM Research. “Temos agora à disposição uma nova forma de reciclagem para minimizar o impacto que esta substância tem no ambiente e na nossa saúde.”

“Além de estarmos a prevenir que estes plásticos entrem em aterros, estamos, simultaneamente, a transformar a substância num novo tipo de plástico, mais seguro e forte o suficiente para purificar a nossa água e para a produção de equipamentos médicos”, defendeu Jeanette Garcia, Ph D., dos laboratórios de Almaden da IBM Research. “É uma vitória ambiental em muitas frentes.”

Neste estudo, os investigadores combinaram modelagem preditiva com trabalho de laboratório experimental para fazer a descoberta. A aprendizagem a partir destes avanços na investigação é também usada para alimentar os sistemas cognitivos e ajudar a acelerar o processo de descoberta de novos materiais.

O IBM Watson Discovery Advisor é o exemplo de um sistema cognitivo disponível para ajudar, por exemplo, investigadores na área farmacológica a encontrar novas moléculas para potenciais medicamentos ou a alargar a experiência a novas áreas de materiais.

O trabalho de investigação completo, One-step Conversion of Polycarbonates into Value-added Polyaryl ether sulfones, foi publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences dos EUA.

Sobre a IBM Research
Durante os últimos 70 anos, a IBM Research tem definido o futuro das tecnologias de informação com mais de 3.000 investigadores em 12 laboratórios localizados em seis continentes. Dos laboratórios da IBM Research saíram já seis Prémios Nobel, 10 National Medals of Technology (USA), 5 National Medals of Science (USA) e 6 Turing Awards (USA). Para mais informações sobre a IBM Research, visite www.ibm.com/research

EMPRESAS