Inicio Tags Keyresearch

Tag: Keyresearch

Como as marcas locais se têm revelado opções alternativas do consumidor angolano

KEYRESEARCH

O resultado da desvalorização da moeda e outros fatores que influenciaram a desaceleração económica teve um impacto não apenas no poder de compra da população, mas causou um curioso fenómeno: alguns produtos necessariamente saíram das prioridades de consumo dos angolanos e foram substituídos por uma marca com preço mais acessível. O estudo Posicionamento das Marcas é uma pesquisa de mercado realizada três vezes ao ano e inclui um ranking com as 10 marcas mais citadas em cada categoria de produtos e/ou serviços. O trabalho realizado ao longo dos últimos 8 anos, em particular entre os anos 2010 e 2018 assumiam com maior relevância a notoriedade espontânea, sugerida e recordação publicitária. Em 2019 introduziu-se mais dois indicadores, nomeadamente as marcas consumidas frequentemente e as marcas substitutas. A inversão desta tendência de estudo foi atribuída pela previsão de novas dinâmicas familiares e que o Angolano estava explorando modelos de compra alternativos, questões que transformaram o consumo em 2019. Os indicadores usados nos estudos são cruzados com informação relativa variáveis socio-demográficas. Os setores estudados incluem:

  • Águas de Mesa (sem gás)
  • Seguradoras
  • Instituições bancárias
  • Bebidas energéticas
  • Higiene pessoal
  • Higiene no lar
  • Telecomunicações móveis (telefonia móvel)
  • Gasosas
  • Cervejas
  • Sumos sem gás

UNIVERSO

Universo constituído pelos indivíduos com 15 e mais anos, residentes em Luanda. Os dados definitivos do Recenseamento Geral da População e da Habitação de Angola 2014 (Censos) do INE quantificam este universo em 3.883.539 indivíduos.

AMOSTRA

A amostra é de 1.000 indivíduos por vaga. Todos os entrevistados são selecionados utilizando quotas proporcionais segundo género, faixa etária e município de residência.

PERIODICIDADE

Três vezes ao ano. Fevereiro, Junho e Outubro.

 

TÉCNICA DE RECOLHA

A recolha de informação é realizada por meio de tablet (CAPI) e um questionário estruturado, com perguntas abertas e fechadas, em abordagem face to face e nos municípios de residência dos entrevistados.

PRINCIPAIS FACTOS NESTA 3ª VAGA DE 2019

  1. Notoriedade Espontânea

Cada vaga vem repleta de insights exclusivos de notoriedade, recordação publicitária, consumo e exemplos reais de mercado. Para esta terceira vaga (Outubro de 2019), o estudo de Posicionamento das Marcas trás uma novidade que tem de ver com o consumo e de marcas substituídas.

Dentre as marcas da categoria Gasosas, a Coca-Cola e a Fanta continuam pela 3ª vaga consecutiva no Top 3 das marcas de produto melhor posicionadas, tendo registado a maior notoriedade espontânea.

As marcas locais tais como a Blue viram um aumento no número de vezes que são recordadas pelos consumidores e já representam 18.4% de todas as marcas recordadas pelos consumidores, colocando-se na segunda posição do Top 3. Apesar da marca Coca-Cola se posicionar como líder em matéria de notoriedade espontânea, a marca Blue foi reconhecida como segunda opção. A campanha “A vida é uma Festa!”, mostrou o seu posicionamento e conseguiu expandir a marca, atraindo mais pessoas e aumentando o seu consumo no mercado. O Slogan ficou na memória de muitos consumidores que aderiram à campanha.

  1. O fator idade influenciando o comportamento de consumo

Numa análise por faixa etária, verifica-se que os jovens dos 15 aos 19 anos de idade estão menos ligados à marca Coca-Cola.

O poder de compra dos mais velhos oferece um potencial imenso de crescimento ao consumo, e em geral, pessoas mais velhas têm condições financeiras melhores do que o resto da população e ostentam o maior poder de compra entre todas as faixas etárias.

  1. Marcas substitutas

Relativamente às marcas substitutas foi possível traçar um perfil de consumo das marcas mais presentes na vida do consumidor Angolano e de todos os estratos económicos. É evidente que, com orçamentos diferentes, os consumidores costumam priorizar marcas de acordo com seu nível socioeconómico. Por exemplo, na categoria Higiene no Lar, a Madar é a marca que se apresenta como marca substituta na ausência da marca principal com 24.7%, seguida da Ultra com 23.3% e por último a Fada com 13.0%.

  1. Associação das marcas em eventos culturais

Um dos índices mais interessantes da pesquisa mostra a adesão dos jovens às marcas que dão suporte à Arte e Cultura. Segundo o estudo, 12.3% dos entrevistados acham interessante o investimento e relacionamento das marcas ligados a eventos musicais e 17.6% já participou pelo menos 1 vez em eventos musicais.

“Pesquisar e descobrir” com espírito inovador

Graças à influência governativa positiva de todos os stakeholders, particularmente na valorização dos funcionários, traduzida em priorização das oportunidades de treinamento e desenvolvimento pessoal e plano de carreiras, a Keyresearch é uma das pioneiras do ramo com um histórico de confiança de 14 anos. Através do comprimento das boas práticas internacionais e uma tecnologia adequada, transpõe as barreiras das competências locais e do pagamento dos serviços em moeda local, atuando com várias técnicas especializadas que vão desde os estudos de satisfação e fidelização, estudos de consumo e comportamento, estudos de perfil do cliente, indicadores de performance tais como o cliente mistério, segmentação baseada no valor do cliente, testes de conceito, estudos de notoriedade das marcas ou análises de campanhas de comunicação.

Portefólio de clientes

Com mais de 250 projetos realizados, possuímos atualmente um portfólio de clientes bastante diversificado que inclui, entre outros, empresas multinacionais e grandes, médias e pequenas empresas angolanas, atuando em todos setores da economia, tais como, indústria alimentar, higiene e beleza, bebidas, produtos de limpeza, automóvel, farmacêutica; banca e seguros; agências de comunicação; distribuição; agricultura; saneamento básico; tecnologia e electrónica.

Decisões estratégias agregaram valor à empresa

Como resposta à conjuntura em que evoluíamos, decorrente da situação económica do país, associada a acções compulsórias legais face a temáticas de promoção de emprego, desenvolvemos um plano de valorização da diversidade de conhecimentos, a capacidade de aprender, criar e inovar, tornando-se num fator fundamental para promover a empresa num ambiente dinâmico e competitivo. Um dos principais vetores de gestão contínua da empresa é a valorização de um dos maiores patrimónios da empresa: as pessoas, o corpo de funcionários, uma equipa profissionalizada e dinâmica, com alto nível de capacitação e dedicação, em constante treinamento e aperfeiçoamento. Um dos programas que deu sustentabilidade à Keyresearch nesta última década foi o programa de desenvolvimento de competências que visa dividir responsabilidades e envolver todos os funcionários na busca dos objetivos estratégicos delineados pela empresa.

Um modelo de gestão adaptado virado para a qualidade dos serviços 

A filosofia sobre a qualidade de trabalho estende-se a todos os níveis da empresa abrangendo, inclusive, os parceiros prestadores de serviços. Tal política é suportada por amplas e específicas normas organizacionais, que estabelecem regras já introduzidas na cultura e no dia-a-dia dos stakeholders envolvidos com o ambiente organizacional. Possuímos uma grande vantagem em relação às outras empresas. Construímos uma rede de colaboradores locais qualificados de um total aproximado de 80 prestadores de serviço contratados. Em quase todo o país vivem pessoas que já trabalharam na nossa empresa. Temos do norte ao sul de Angola grupos de recrutadores, entrevistadores e auditores que nos possibilitam construir uma perfeita rede de apoio eficiente com mais de 14 anos de know-how da nossa empresa.

Investimento tecnológico

A empresa realizou investimentos tecnológicos destacando-se a migração de questionários em papel (PAPI) para a utilização de tablets (CAPI): sendo a base na qual são desenvolvidos os produtos e processos, garantindo maior flexibilidade, eficiência, fiabilidade e, consequentemente, serviços diferenciados.

Com o aumento da utilização dos meios digitais para aprimorar a comunicação e armazenamento de dados, surgiu a necessidade de garantir a manutenção da integridade da informação, um ativo que consideramos de elevada importância. Por isso, toda a rede da nossa empresa, dispõe de um sistema de Prevenção de Perda de Dados (DLP – Data Loss Prevention). Desta forma, garantimos que os dados dos nossos clientes permanecem confidenciais.

Maximização do valor da empresa

Tendo como filosofia básica a “convivência” do tripé: cliente, funcionário e empresa, maximiza-se o valor do empreendimento ao buscar incessantemente uma maior valorização da empresa e dos funcionários no mercado e oferecer um serviço de alto valor agregado para a satisfação dos nossos clientes. Somos uma empresa socialmente responsável, que pensa não somente no proveito, mas, acima de tudo, no investimento do seu Capital Humano, promovendo a cidadania empresarial, por meio de parcerias entre o universo corporativo, comunidades de prestadores de serviço e funcionários.

Declaração de valor

Não nos limitamos a cumprir apenas os preceitos sobre os indicadores e métricas contractuais. Desenvolvemos ações e realizamos programas inovadores que buscam posicionar a Keyresearch como referência em matéria de estudos de mercado. Pretendemos ser o parceiro de escolha, fornecendo soluções eficientes e adequadas às necessidades do cliente e com custos flexíveis. Com orgulho temos um histórico de 14 anos de fundação e como pessoa jurídica, comprometemo-nos a atingir o objetivo de “Pesquisar e descobrir” com espírito inovador.

 

EMPRESAS