Inicio Tags LeasePlan

Tag: LeasePlan

LeasePlan distinguida com o Prémio “Gestora de Frota 2018”

“Disponibilidade de produtos e serviços”, “ações complementares junto dos clientes”, “soluções customizáveis”, foram os três pilares fundamentais na atribuição da distinção à LeasePlan. O Prémio Fleet Magazine para a “Gestora de Frota 2018” foi atribuído a partir da experiência dos clientes de diversas gestoras de frota que fizeram parte do júri e também da análise das ações das gestoras durante o último ano.

Para o diretor geral da LeasePlan Portugal, António Oliveira Martins, “esta distinção confirma o empenho que a empresa imprime diariamente para prestar, aos seus clientes, um serviço de excelência. Iremos continuar a desenvolver produtos e serviços cada vez mais inovadores que, por um lado, melhorarem a gestão de frotas dos nossos clientes e contribuam para o desenvolvimento dos negócios das empresas e, por outro, se enquadrem na estratégia da LeasePlan de continuar a liderar a grande tendência da mudança de propriedade para a utilização do carro como um serviço.”

Com um novo formato de avaliação e atribuição e um processo mais dinâmico e transparente, que visa envolver o maior número possível de agentes deste mercado, através de um modelo bastante mais interventivo e personalizado, os Prémios Fleet Magazine surgem da vontade de premiar os modelos automóveis, as pessoas e as empresas que mais se distinguiram no panorama das frotas em Portugal.

Sobre a LeasePlan Portugal:

A LeasePlan é líder nacional no mercado do Car-as-a-Service e a sustentabilidade faz parte da sua estratégia. A LeasePlan tem como objetivo atingir zero emissões na sua frota total em 2030. Os principais elementos da estratégia incluem a sensibilização dos clientes sobre what’s next em veículos de baixas emissões; facilitando a adoção de veículos de baixas emissões com propostas atrativas para os clientes desenvolvidas pelo LeasePlan Electric Vehicle Experience Center; e a transição da própria frota de colaboradores da LeasePlan para uma frota de veículos elétricos até 2021. A LeasePlan é também membro fundador da EV100, uma nova iniciativa de negócio global projetada para acelerar a aceitação de veículos elétricos e as suas infraestruturas, lançada pelo The Climate Group no âmbito da Assembleia Geral da ONU em setembro.

Para mais informações, consultar www.leaseplan.pt.

Torne as suas viagens neutras em carbono

Ao abrigo da parceria, os clientes da LeasePlan poderão compensar as emissões das suas frotas através do programa de reflorestação inovador da Land Life Company. A Land Life Company é líder na reflorestação sustentável e tecnológica de terras degradadas na UE e nos EUA.

A LeasePlan também se comprometeu a compensar todas as emissões de carbono da frota dos seus colaboradores até 2021, altura em que se prevê que a frota de colaboradores da empresa seja totalmente elétrica. A LeasePlan também está comprometida em atingir as zero emissões na sua frota de serviço até 2030. O anúncio acontece quando os líderes empresariais se reúnem em São Francisco para discutir os próximos passos na luta global contra as mudanças climáticas.

Tex Gunning, CEO da LeasePlan, disse:

“Reduzir as emissões não será suficiente para manter o aquecimento global controlado. Os gases com efeito de estufa também devem ser removidos do ar. Através da parceria com a Land Life Company, podemos oferecer aos nossos clientes a oportunidade de tornar cada uma das suas viagens neutras em carbono. Coletivamente, temos uma dívida de carbono que precisa ser paga e, com 1,8 milhões de veículos na estrada, podemos causar um grande e positivo impacto no desafio da mudança climática.”

Jurriaan Ruys, CEO da Land Life Company, disse:

“Através da reflorestação, temos a oportunidade de retirar o CO2 do ar e reconstruir o planeta, enfrentando ao mesmo tempo dois dos mais significativos desafios do mundo – a mudança climática e a degradação da terra. Além disso, a parceria que anunciamos hoje irá permitir-nos direcionar investimentos diretamente para as comunidades e os ecossistemas que mais precisam, criando um impacto que se pode ver e tocar. A LeasePlan está a definir uma fasquia para a sustentabilidade no seu setor e estamos entusiasmados por sermos seus parceiros.”

Notas para os editores

  • A LeasePlan comprometeu-se a atingir as zero emissões da sua frota total até 2030. Os principais elementos do programa de zero emissões da LeasePlan incluem:
    • Defender a adoção da mobilidade de zero emissões entre os grupos de stakeholders relevantes
    • Informar os clientes sobre what’s next em veículos de baixas emissões
    • Facilitar a adoção de veículos com baixas emissões com propostas atraentes para os clientes
    • Liderar pelo exemplo através da transição da frota de colaboradores da LeasePlan para uma frota de veículos elétricos até 2021. No período de 2018-2021, todas as emissões de carbono da frota de colaboradores da empresa serão compensadas através do programa de reflorestação da Land Life Company
  • A LeasePlan é parceira fundadora da iniciativa EV100 do The Climate Group’s, lançada na Semana do Clima em Nova Iorque, em 2017, para tornar o transporte elétrico o novo normal até 2030, e o seu Zero Emission Vehicle Challenge, que reúne o poder de compra global de empresas, cidades, estados e regiões para acelerar a implementação de veículos de zero emissões
  • O programa de reflorestação da Land Life Company é auditado de forma independente. Os projetos de reflorestação utilizados na parceria LeasePlan – Land Life Company são todos dirigidos aos Estados Unidos e à Europa e vão trazer investimentos diretos para as comunidades locais e para os ecossistemas
  • A reconstrução de florestas em terras secas degradadas – em oposição aos aterros sanitários, energias renováveis e outras opções de compensação – efetivamente remove o dióxido de carbono do ar

Se o aumento da temperatura global se limitar a não mais de 2ºC acima dos níveis pré-industriais, conforme estipulado no Acordo de Paris em 2015, as emissões globais de dióxido de carbono devem atingir as ‘zero emissões’ até 2090. Depois disso, as emissões devem começar a ter um ‘efeito negativo’, com mais carbono a ser removido do que o que é emitido.

Solução global de mobilidade automóvel adaptada às necessidades do cliente

O Grupo FCA assume-se como um dos mais prestigiados neste mercado. Neste sentido, que análise é possível perpetuar do crescimento da marca e quais as mais-valias que a mesma aporta ao cliente?

A Marca Fiat – Fabbrica Italiana Automobili Torino, celebrou no passado dia 11 de julho 119 anos de vida, tendo sem dúvida um longo e bem-sucedido historial no mundo. Em Portugal, iniciou o seu percurso comercial em maio de 1929, sendo desde então uma presença indispensável no dia-a-dia dos portugueses.

Com a denominação FCA Portugal desde há três anos, demos início a uma nova estratégia que tinha por objetivo aumentar as vendas no mercado nacional, através de uma renovação profunda da Rede de Concessionários e uma ampla diversidade de novos produtos e processos, com um particular enfoque na atividade e respectiva redefinição da estratégia orientada para o mundo Fleet, assente em três pilares distintos:

  • Produtos, concebidos para a atividade Fleet&Business desde a fase de design;
  • Pessoas, formadas e especializadas para uma correta identificação das necessidades dos clientes profissionais;
  • Experiência cliente, com soluções exclusivas e direcionadas para a satisfação das necessidades específicas dos clientes profissionais.

Em primeiro lugar, o PRODUTO, com a FCA a disponibilizar ao mercado uma das gamas mais alargadas de soluções de mobilidade, como são exemplo os dois modelos citadinos Fiat Panda e o Fiat 500, duas referências a nível Europeu no segmento A,  com uma quota de mercado conjunta de 30%, a família Fiat Tipo, que disponibiliza três modelos distintos num só, com as carroçarias sedan, hatchback e station wagon, o modelo Alfa Romeo Giulia, líder em estilo e performance, permite o regresso da marca ao segmento D com um sedan desportivo que se posiciona a nível Europeu no “top 5”, o Alfa Romeo Stelvio, um conceito inovador na marca e particularmente procurado pelos clientes Fleet “user-chooser”, os modelos Fiat 500X e o Jeep Renegade, que em conjunto representam um em cada sete vendas no segmento I0 a nível Europeu e toda a nossa gama Fiat Professional, que cobre todas as necessidades profissionais até quatro toneladas, incluindo o “best seller” em vendas Fiat Ducato, conjuntamente com o Fiorino, Doblò, Talento e a pickup Fullback.

Em segundo lugar, as PESSOAS, com equipas especializadas e em contínuo processo de formação, que possibilitam que a FCA se diferencie das demais marcas do mercado ao oferecer processos estandardizados, específicos para o mundo B2B e que permitem um correto diagnóstico das necessidades Fleet, o que nos leva ao terceiro pilar, o da EXPERIÊNCIA CLIENTE de referência, que nos permite oferecer soluções exclusivas e corretamente direcionadas às verdadeiras necessidades Fleet previamente diagnosticadas, na procura contínua duma satisfação plena e consecutiva fidelização dos nossos clientes Fleet&Business.

A conjugação dos fatores anteriormente identificados, conjuntamente com a renovação feita em 35% da nossa Rede de Concessionários nas Marcas Fiat e Fiat Professional, em 95% na Marca Abarth e em 75% nas Marcas Alfa Romeo e Jeep, permitiu criar as fundações necessárias para atingirmos os resultados que nos posicionam hoje, depois de decorridos sete meses de 2018, no TOP 3 do ranking do Mercado Automóvel em Portugal, com a marca Fiat com um crescimento acumulado de 19% face a esse período em 2017.

Recentemente, a Jeep passou a ser representada e comercializada em Portugal pela FCA. Este foi um grande passo dado pelo grupo? O que significa esta aquisição para o grupo e para Portugal?

A estratégia do grupo FCA Portugal tem assente nos últimos três anos numa comunicação para o mercado e para os clientes orientada na Qualidade de Gama, nomeadamente com o lançamento dos modelos Alfa Romeo Giulia e Stelvio, na continuidade do Value for Money, com a gama Fiat Tipo e na Diversidade de Gama, com a nova marca JEEP, o que nos tem permitido de forma clara reconquistar segmentos de onde estivemos afastados e adicionalmente conquistar outros onde não tínhamos grande histórico.

De facto a marca JEEP, a mais recente do nosso portefólio e sendo parte integrante do mesmo desde o passado mês de setembro de 2017, reconhecida como a mais ampla em termos de oferta de modelos UV (Utility Vehicle), nomeadamente com o nosso modelo Compass a pautar o regresso da JEEP ao segmento dos SUV compactos, tem conseguido uma impressionante performance, quer nos diferentes meses em isolado, quer no acumulado dos primeiros sete meses do ano, com um crescimento superior a 2.661,1%.

É notória a performance a nível nacional desta marca agora italo-americana, tendo igualado nos primeiros seis meses do ano a totalidade dos volumes realizados no país nos últimos quatro anos!

De facto, a grande maioria dos clientes da JEEP procuram o conceito de liberdade… a liberdade para se deslocarem na cidade, para a montanha e para a praia, num veículo versátil que no fundo lhes permita a possibilidade de se deslocarem para qualquer lado, em segurança e de forma confortável, nomeadamente quando viajam para o trabalho no dia-a-dia. Muitos destes clientes procuram a rutura com os tradicionais conceitos de berlina e/ou station wagons, logo ambicionam um conceito “cool” e simultaneamente prático, versátil e que consiga enfrentar qualquer terreno, estrada ou engarrafamento…

Em resumo, a marca Jeep como parte integrante do portefólio de marcas do grupo FCA Portugal, possibilita a entrada num novo segmento de mercado, nomeadamente pela conquista duma tipologia de clientes particulares e profissionais, novos utilizadores de Utility Vehicles, que procuram como solução de mobilidade veículos com Estilo, Funcionais e Versáteis.

O posicionamento da Jeep ao lado da Alfa Romeo como marca ‘premium’ do grupo obrigou a uma vasta reestruturação da rede de concessionários e a fortes investimentos. Que outros desafios o grupo enfrentou ou enfrenta?

Com o objetivo claro de nos posicionarmos com uma dispersão geográfica de Norte a Sul do país e sabendo que 80% das vendas de automóveis estão concentrados nos distritos litorais que vão de Braga até Setúbal e mais o Algarve, onde era imperativo termos a cobertura total que temos atualmente, procedemos a 35% de renovação da nossa rede de concessionários nas marcas Fiat e Fiat Professional, 95% de renovação na marca Abarth e 75% de renovação nas marcas Alfa Romeo e Jeep, contando hoje a nossa renovada rede de concessionários entre todas as marcas, com 35 Grupos concessionários, representando perto de 50 pontos de assistência entre rede primária e secundária e com uma capilaridade de norte a sul do país, ilhas inclusive.

A LeasePlan e a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) criaram uma parceria de renting em vários mercados europeus, incluindo Portugal. Em que moldes se processará esta parceria?

A parceria existente entre a Leaseplan e a Fiat Chrysler Automobiles assenta num acordo comercial global em vários mercados europeus, nomeadamente em Portugal, no âmbito do qual a Leaseplan se reveste como o parceiro preferencial da rede de concessionários da FCA, nos mercados onde o grupo não tenha operações de renting próprias, colocando-se dessa forma ao dispor dos clientes da FCA e com um particular enfoque  no segmento das SME, soluções de renting best in class da Leaseplan adaptadas às viaturas das gamas FCA mais adequadas às necessidades dos clientes Fleet , garantindo-se assim que duas empresas de referência no setor automóvel trabalham conjuntamente no sentido explorar todas as oportunidades de negócio existentes, com equipas comerciais dedicadas a atuarem com vista a um objetivo comum – a satisfação do cliente que procura uma solução de mobilidade automóvel FCA associada ao renting Leaseplan.

Quais são, afinal, as vantagens do renting para as empresas e particulares? O que precisamos de saber sobre renting?

As vantagens do renting, de uma forma muito resumida, passam pelo garantir em permanência uma solução otimizada, que acompanha as evoluções tecnológicas de cada sector e adaptada às diferentes necessidades de cada cliente, sejam elas de âmbito informático, tecnológico, de mobiliário, ou de mobilidade. De facto este produto financeiro, abrange hoje em dia todos os setores e pode ser aplicado a quase todos os bens móveis, dando a flexibilidade a qualquer cliente com perfil para contratar um renting, de se focar no seu core-business e não se preocupar com as restantes variáveis, embora que necessárias para o desenvolvimento da sua atividade.

Chegamos assim ao renting automóvel através do qual, se garante a um cliente seja ele profissional ou particular e pela utilização duma viatura automóvel FCA, a melhor solução de mobilidade de acordo com as suas necessidades, sejam elas temporais ou quilométricas, com mais ou menos serviços incluídos, por um valor mensal definido de acordo com a folga orçamental de cada um, teoricamente sem lugar a custos extraordinários futuros.

Sente que o universo empresarial já compreende as mais-valias do renting na sua orgânica enquanto organização? O que ainda falta em Portugal para que esse sentido de recetividade seja criado nas empresas lusas?

O renting ainda é visto com alguma desconfiança, quanto a mim perfeitamente injustificável nos dias de hoje, mas enquadrada pelos anos iniciais do produto. Como em todos os setores, a chave do sucesso neste mercado, prende-se com o nível de confiança e estabilidade na estratégia que se consegue transmitir ao mercado, constituído por empresas, que por sua vez são constituídas por pessoas, trazendo assim a este contexto o fator humano, por vezes facilmente relevado para segundo plano. Nesse sentido, conseguir uma relação de confiança entre empresas, passa por conseguir criar uma relação de confiança entre as pessoas das diferentes empresas e fazer com que as mesmas apostem em nós, dotando-nos de maior competitividade face aos restantes players do mercado.

No âmbito do renting, o que podemos continuar a esperar de vocês? Quais as novidades e os desafios mais prementes?

Em termos de renting, as apostas claras e que têm tido bastante visibilidade no mercado, têm sido algumas das novidades que já trouxemos este ano 2018 para o mercado Fleet, nomeadamente com soluções de renting multiproduto de cross selling e a utilização duma viatura citadina com a opção de utilização de uma viatura de maiores dimensões para um período de férias pré-definido. Dois exemplos claros das novidades que já lançámos no mercado e que serão o futuro ao qual daremos continuidade, numa procura constante para conseguirmos oferecer soluções de mobilidade adaptadas às reais necessidades do mercado.

Adicionalmente, continuaremos a explorar novos canais de mobilidade que têm surgido recentemente, com tipologias de clientes bem distintas das “tradicionais” e atuais, que obrigarão os diferentes players do mercado a reenquadrarem-se, como é o caso do Private Lease e o próprio Car-sharing.

Escolher o Grupo FCA é…?

…uma aposta na solução global de mobilidade automóvel mais adaptada às reais necessidades do Cliente, possível pelo empenho contínuo e individual que cada colaborador da FCA Portugal coloca no seu dia-a-dia, de modo a implementarmos no mercado a relação de confiança, segurança e perenidade que os clientes Fleet esperam e ambicionam do Grupo Fiat Chrysler Automobiles.

 

LeasePlan Portugal entrega mais de 250 veículos “verdes” ao Município do Porto e a empresas municipais do concelho

Fleet Magazine

Na última semana, a LeasePlan deu formação a cerca de 500 colaboradores municipais sobre a melhor condução de veículos elétricos. Numa altura em que o Município do Porto está a finalizar a instalação da infraestrutura de carregamentos para os veículos elétricos em vários locais da cidade, este é o passo que faltava para a cidade abraçar em definitivo a passagem para uma frota “mais amiga do ambiente”. O Município do Porto foi o primeiro município a alterar a sua frota para elétricos e híbridos e, apenas nos segmentos onde ainda não existe uma alternativa “verde”, mantiveram veículos a combustão (chassis cabine, pick ups e furgões de grandes dimensões).

“Os municípios têm condições para liderar a transição para uma mobilidade futura mais sustentável e prova disso mesmo é a transição ocorrida no Município do Porto de veículos de combustão para uma frota elétrica e híbrida”, afirma António Oliveira Martins, diretor-geral da LeasePlan. “Como parceiro estratégico fundamental na mudança do paradigma da mobilidade, a LeasePlan dá assim mais um passo rumo a um futuro de veículos mais sustentáveis. O panorama da mobilidade está em processo de disrupção e por essa razão é necessário um esforço conjunto cada vez maior por parte de todos os operadores”, conclui.

“O Município do Porto quer liderar pelo exemplo e a descarbonização da sua frota automóvel constituiu um enorme desafio dada a dimensão e complexidade. Estamos conscientes que este passo representa um enorme contributo para a redução da pegada carbónica do Município, com uma redução substancial do consumo de combustíveis fósseis.” afirma Filipe Araújo, Vice-Presidente da Câmara Municipal do Porto e Vereador com o Pelouro da Inovação e Ambiente. “Este projeto faz parte de uma estratégia que pretende colocar a sustentabilidade como pilar transversal do desenvolvimento do Porto.”

Sobre a LeasePlan Portugal:

A LeasePlan é líder nacional no mercado do Car-as-a-Service e a sustentabilidade faz parte da sua estratégia. A LeasePlan tem como objetivo atingir zero emissões na sua frota total em 2030. Os principais elementos da estratégia incluem a sensibilização dos clientes sobre what’s next em veículos de baixas emissões; facilitando a adoção de veículos de baixas emissões com propostas atrativas para os clientes desenvolvidas pelo LeasePlan Electric Vehicle Experience Center; e a transição da própria frota de colaboradores da LeasePlan para uma frota de veículos elétricos até 2021. A LeasePlan é também membro fundador da EV100, uma nova iniciativa de negócio global projetada para acelerar a aceitação de veículos elétricos e as suas infraestruturas, lançada pelo The Climate Group no âmbito da Assembleia Geral da ONU em setembro.

LeasePlan: parceiro para a mudança do paradigma da mobilidade

A LeasePlan começou este mês a entrega de 170 veículos elétricos ao Fundo Ambiental do Governo português, destinados a mais de 50 entidades públicas, após concurso público para a contratação de veículos elétricos em regime de aluguer operacional. Em pleno Terminal de Cruzeiros de Lisboa, numa cerimónia presidida pelo Primeiro-Ministro, António Costa, e que contou ainda com a presença do Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, a LeasePlan entregou as primeiras unidades 100% elétricas da “1ª Fase do Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica na Administração Pública” – 55 Renault Zoe, sendo que os restantes veículos elétricos serão entregues faseadamente até ao final do mês de abril.

“Como parceiro estratégico fundamental na mudança do paradigma da mobilidade, a LeasePlan dá mais um passo rumo a um futuro de veículos mais sustentáveis. O panorama da mobilidade está em processo de disrupção e por essa razão é necessário um esforço conjunto cada vez maior por parte de todos os operadores”, afirma António Oliveira Martins, diretor-geral da LeasePlan. “Os governos têm uma palavra a dizer em relação à sustentabilidade futura da mobilidade e prova disso mesmo é esta transição de veículos de combustão para uma frota 100% elétrica“, conclui.

O Fundo Ambiental foi criado em 2017 e tem por finalidade apoiar políticas ambientais para a prossecução dos objetivos do desenvolvimento sustentável, contribuindo para o cumprimento dos objetivos e compromissos nacionais e internacionais, designadamente os relativos às alterações climáticas, aos recursos hídricos, aos resíduos e à conservação da natureza e biodiversidade.

Sobre a LeasePlan Portugal

A LeasePlan é líder nacional no mercado do renting e gestão de frotas, presente em Portugal desde 1993 com escritórios em Lisboa e no Porto. A LeasePlan Portugal tem no cliente e no condutor o centro da sua atividade e procura oferecer um serviço de renting de qualidade com redução contínua de custos na gestão da sua frota. Foi a primeira empresa de aluguer operacional em Portugal a obter a certificação de qualidade em 1998, tendo transitado para a norma ISO 9001:2015, em 2016, e que se encontra atualmente em vigor.

Para mais informações, consultar www.leaseplan.pt.

Qualquer carro, a qualquer hora e em qualquer lugar

Para Tex Gunning, CEO do Grupo LeasePlan: “Estamos a viver tempos de enormes mudanças, onde as pessoas estão a deixar de ter carro próprio para passarem à utilização do conceito “Car-as-a-service”. Ao mesmo tempo, assistimos também a mudanças importantes na tecnologia dos próprios carros à medida que mudamos de veículos a motor de combustão interna para veículos híbridos, totalmente elétricos e autónomos. Neste mundo em rápida mudança, a LeasePlan pretende ser a empresa que conhece e representa What’s next. Estou, por isso, encantado por lançar com o Richard Hammond a campanha global What’s next, que confirma o nosso compromisso de oferecer aos nossos clientes o que de mais recente há em mobilidade automóvel de forma económica, sem complicações e sustentável. Em última análise, o nosso ambicioso objetivo é fornecer um serviço totalmente flexível ‘Any car, Anytime, Anywhere’. Para nós, este é o futuro da mobilidade”.

A campanha What’s next, que é lançada hoje nos 32 países onde a LeasePlan atua, foi desenvolvida nos últimos meses como parte integrante da nova estratégia da LeasePlan para desbloquear oportunidades de crescimento sustentável num setor de mobilidade dinâmico. A peça central da campanha é um filme de 3 minutos com Richard Hammond. Filmado no centro de Los Angeles, What’s Next: O filme destaca as mais recentes tecnologias e tendências de mobilidade, assim como o papel principal da LeasePlan para levar aos seus clientes What’s next. “A LeasePlan tem disponibilizado, há mais de 50 anos, o car-as-a-service aos seus clientes corporativos. Estamos, portanto, totalmente preparados para liderar a transição para ‘Any car, Anytime, Anywhere’”, conclui Tex Gunning.

Video still LeasePlan_What's next

Como parte da campanha, a LeasePlan lançou também um conjunto de novos produtos e serviços What’s next. Dirigido a clientes nos segmentos Corporate, PME e Particulares, estas novas propostas incluem a oferta ‘Trocar, Clicar & Guiar’, que permite às PME entregar à LeasaePlan os seus carros usados e trocarem por novos; bem como uma proposta de veículos elétricos completa para clientes Corporate sedeados na Europa. A proposta VE da empresa baseia-se no anúncio de que se tornou um dos membros fundadores da iniciativa EV100, uma parceria de grandes empresas que em conjunto se comprometem em fazer a transição para frotas totalmente elétricas. Nos próximos meses serão anunciados mais produtos e serviços What’s next.

Veja o filme What’s next com Richard Hammond aqui

SOBRE A LEASEPLAN PORTUGAL

A LeasePlan é líder nacional no mercado do renting e gestão de frotas, presente em Portugal desde 1993 com escritórios em Lisboa e no Porto. A LeasePlan Portugal tem no cliente e no condutor o centro da sua atividade e procura oferecer um serviço de renting de qualidade com redução contínua de custos na gestão da sua frota. Foi a primeira empresa de aluguer operacional em Portugal a obter a certificação de qualidade em 1998, tendo transitado para a norma ISO 9001:2015, em 2016, e que se encontra atualmente em vigor. Para mais informações, consultar www.leaseplan.pt. 

SOBRE A LEASEPLAN

A LeasePlan é uma das empresas líder de gestão de frotas e soluções de mobilidade, com cerca de 1,7 milhões de veículos sob gestão em mais de 30 países. O nosso core business envolve a gestão em todo o ciclo de vida do veículo para os nossos clientes desde a compra, seguro e manutenção até à revenda dos automóveis. Com mais de 50 anos de experiência, somos um parceiro de confiança para os nossos clientes privados, PME, empresas e serviços de mobilidade. A nossa missão é fornecer soluções inovadoras e sustentáveis de renting automóvel para quem precise, esteja onde estiver – para que se possa concentrar no What’s next. Saiba mais em www.leaseplan.com.

10ª Feira Usados LeasePlan em Lisboa e no Porto

Até 9 de outubro será possível visitar e adquirir um dos mais de 1.000 automóveis multimarca disponíveis com condições especiais, tanto ao nível de financiamento, retoma do atual automóvel, como de seguro e combustível.

Esta edição distingue-se das anteriores por ser a primeira feira sob a marca LeasePlan. Esta mudança reflete a consolidação da LeasePlan Portugal no mercado dos veículos usados nos últimos anos e o crescente compromisso da empresa em continuar a oferecer as melhores condições aos clientes deste segmento.

Para Manuel Berger, Diretor de Operações da LeasePlan Portugal, “Sob a marca LeasePlan reiteramos o nosso empenho em continuar a ser o melhor parceiro no mercado de usados. O nosso selo garante total transparência e confiança no histórico de utilização e manutenção. Estas feiras permitem o acesso a descontos muito interessantes”.

Monitorizados desde a compra até à revenda, os automóveis usados da LeasePlan distinguem-se pelas suas condições especiais: um único registo de propriedade, quilómetros reais, revisões e manutenções comprovadas. Para além destas vantagens, a LeasePlan oferece ainda uma garantia de dois anos em todos os automóveis comercializados, bem como o acesso a parceiros que facilitam a obtenção de financiamento automóvel e a retoma.

Perante a crescente adesão por parte dos clientes, a Feira de Usados LeasePlan continua a reunir as melhores oportunidades de veículos usados exclusivamente provenientes do negócio de renting e gestão de frotas. Os interessados que visitarem uma das feiras, em Carnaxide ou em Matosinhos, receberão um voucher que oferece um desconto imediato entre os 750€ e os 1.500€.

A Feira LeasePlan é já uma referência na venda de automóveis usados, tendo verificado um aumento de mais de 110% veículos vendidos entre a primeira e a última edição.

Sobre a LeasePlan:

A LeasePlan é líder nacional no mercado do renting e gestão de frotas, presente em Portugal desde 1993 com escritórios em Lisboa e no Porto. Com mais de 5.000 clientes, gere atualmente uma carteira de cerca de 98 mil veículos, dos quais 48 mil são renting de sua propriedade. A LeasePlan Portugal tem no cliente e no condutor o centro da sua atividade e procura oferecer um serviço de renting superior com redução contínua de custos na gestão da sua frota. Foi a primeira empresa de aluguer operacional em Portugal a obter a certificação de qualidade em 1998, tendo transitado para a norma ISO 9001:2008, em 2010, e que se encontra atualmente em vigor.

Para a venda de automóveis usados, dirigida a clientes particulares e profissionais a LeasePlan disponibiliza uma plataforma online.

KIA PORTUGAL E LEASEPLAN LANÇAM SERVIÇO KIA RENTING

 

Que vantagens oferece o renting?

A Kia Portugal lançou um novo serviço em parceria com a LeasePlan, que permitirá às empresas e aos clientes particulares alugar viaturas na rede de concessionários da marca, através da submarca KIA Renting. O KIA Renting é um serviço totalmente adaptado à imagem da KIA, distinguindo-se pela oferta a preços competitivos, processos administrativos simplificados e acompanhamento especializado, cuja gestão estará a cargo da LeasePlan. Com esta parceria, os concessionários nacionais da marca sul-coreana passam a celebrar contratos de renting através da nova submarca Kia Renting. A nova solução apresenta-se como um produto operacional indispensável para a estratégia de crescimento da Kia no segmento empresarial e para as ambições de crescimento da marca em Portugal. A LeasePlan é líder nacional do mercado de renting e gestão de frotas, ao passo que a Kia é uma das marcas automóveis que mais tem crescido em Portugal, e no mundo, nos últimos anos e a única no mercado a oferecer uma garantia de fábrica de sete anos, em toda a gama.

O crescimento do renting em Portugal tem uma razão simples: é o modelo mais bem adaptado às necessidades do mercado, quer ao nível empresarial quer familiar, respondendo com serviços específicos ao atual contexto de racionalização de despesas e de tempo. Quer todas as vantagens de ter um automóvel, sem as desvantagens de ter de o comprar? O renting assume-se como uma solução de mobilidade mais aliciante porque é, acima de tudo, um conceito a custo fixo. As vantagens, essas, são claras: o cliente tem acesso a assistência e manutenção automóvel eliminando as tarefas associadas à gestão dos veículos. Por outro lado, permite um melhor controlo e previsibilidade de custos, bem como uma maior liquidez devido à facilidade do custo da mobilidade que é feito num pagamento mensal sem entrada inicial, o que liberta recursos para outros investimentos. Se ainda não está convencido, a verdade é que o renting apresenta-se como uma solução “zero riscos”, uma vez que o cliente não terá de assumir nenhum risco relacionado com a propriedade do automóvel no que diz respeito às manutenções, os pneus, o seguro, o veículo de substituição e a venda do carro no final do contrato.

Como funciona o renting

Apesar de ser a modalidade de aquisição de automóvel em maior expansão no mercado nacional, o funcionamento básico do modelo de renting é ainda desconhecido para uma parte considerável dos portugueses. Através do renting, o cliente não se torna automaticamente no proprietário do automóvel. Em vez disso, usufrui do veículo durante um período contratualizado mediante o pagamento de uma renda mensal. No contrato encontra-se especificado o preço do quilómetro de acordo com o total percorrido previsível no final do mesmo.

Na entrega da viatura, de acordo com a diferença para esse total contratualizado, o cliente suporta um suplemento de custo ou, em caso de utilização inferior ao previsto, recebe um crédito. Durante o período de aluguer operacional, o cliente fica obrigado a zelar pela preservação da viatura como se fosse seu proprietário. Inclui-se aqui, por exemplo, a verificação do estado de preservação dos pneus, dos níveis de óleo e água, a realização de quaisquer manutenções preventivas ou corretivas, de acordo com as instruções do fabricante, ou a notificação à empresa proprietária, de qualquer incidente que afete o bom estado de conservação do automóvel. No final do contrato o cliente pode devolver o automóvel à empresa (que é, ainda, a sua proprietária), prolongar o 1221contrato de renting ou optar pela aquisição da viatura.

LeasePlan O parceiro global de referência

Houve um tempo em que o Renting era visto como sendo apenas para as grandes empresas. A LeasePlan apresenta soluções para PME, empresários em nome individual e particulares. Que ofertas especiais ou mais-valias oferecem a empresas e particulares?

Os benefícios do renting enquanto solução de mobilidade começam a generalizar-se em todos os segmentos de Clientes, porque é, acima de tudo, um conceito de mobilidade a custo fixo.

No segmento Corporate, acreditamos que nos diferenciamos por sermos parceiros e consultores estratégicos dos nossos Clientes e não apenas simples prestadores de serviços. Temos disponibilizado serviços de consultoria cada vez mais especializados, que se centram na identificação de oportunidades de redução de custos com a frota e trabalhamos, em conjunto com os nossos Clientes, na definição da estratégia mais eficiente para a otimização do seu parque automóvel. No segmento das PME e Particulares, temos criado ofertas e níveis de acompanhamento especificamente desenvolvidos para este perfil de Clientes, uma aposta que abarca desde a promoção de campanhas, até à disponibilização de um simulador e de uma loja online (www.leaseplango.pt).

O Renting já não é um conceito desconhecido do público, embora ainda existam demasiadas dúvidas que urge desmistificar. Quais os benefícios desta modalidade?

O renting oferece uma série de vantagens que o têm tornado numa das soluções mais aliciantes para quem procura mobilidade total, sejam Clientes particulares, empresários em nome individual ou empresas de qualquer dimensão. A oferta é diferenciada, mas as vantagens são comuns: o Cliente fica com acesso a assistência e manutenção automóvel em todo o território nacional e no estrangeiro. Por outro lado, permite maior liquidez por centralizar o custo da mobilidade num pagamento mensal sem entrada inicial, o que liberta recursos para outros investimentos. Esta centralização permite também um maior controlo e previsibilidade de custos, uma vez que todos os custos implícitos na compra (os custos com o desgaste resultante da utilização do automóvel e todos os riscos relacionados com a propriedade, manutenção e circulação) são incluídos numa só fatura. Também ao nível administrativo esta centralização facilita o Cliente, na medida em que elimina as tarefas administrativas associadas à gestão dos veículos.

A LeasePlan apresenta várias soluções de mobilidade, inclusive, para o Cliente que tenha uma frota internacional. Como é feito este trabalho a nível internacional?

A gestão de frotas internacionais é um desafio complexo, daí ser fundamental a centralização e coordenação com um único interlocutor com conhecimento global e local.

De uma forma simplificada, se o contacto da empresa multinacional começar em Portugal, a LeasePlan faz os pedidos de propostas para os outros países e procede-se depois à assinatura de um contrato internacional. A LeasePlan Portugal faz o acompanhamento da gestão de frota com a LeasePlan nos restantes países e centraliza toda a informação de gestão global em contacto com o Cliente em Portugal. Nos respetivos países, é depois feita a entrega da frota e a prestação de serviços – como a manutenção, pneus, veículo de substituição, assistência em viagem, etc. – e há um contacto diário com o condutor.

Para tal, o cliente poderá contar com um gestor de conta dedicado, apoiado por uma rede de coordenação que abrange os 32 países em que a LeasePlan atua. Existe uma equipa internacional de consultoria que acompanha todos os assuntos globais, das políticas de frota ao controle de custos, do benchmarking à redução de CO2 e ainda um blog onde estas questões são apresentadas e debatidas (http://www.globalfleetinsights.com/fleet-management/). Para suportar e facilitar a gestão internacional, a LeasePlan dispõe de uma ferramenta, o Fleet Reporting Internacional, com informação e conhecimento para gerir a frota no mundo inteiro, o que possibilita a gestão de forma eficiente uma frota internacional enquanto assegura um serviço 100% local e multilingue.

Outra das apostas da LeasePlan é o serviço de consultoria para a gestão de frotas de um Cliente. Que soluções inovadoras de consultoria presta a empresa?

Enquanto parceiro na gestão de frotas, a LeasePlan atua em duas vertentes para apoiar os seus Clientes na redução de custos, prestando um serviço de consultoria diferenciador. Através do serviço Savings Accelerator é feita uma análise consultiva e identificados os principais componentes de custos nas frotas (combustível, portagens, sinistros, entre outros). A partir desta análise, é delineado um plano de ação em conjunto com o Cliente para a efetivação da redução de custos, nomeadamente ao nível da escolha de veículos e da implementação de medidas para minimizar o impacto fiscal. Por outro lado, disponibilizamos também o Dossier de Gestão, que inclui o Relatório de Sinistralidade, o Relatório de Níveis de Serviço e o Relatório Executivo, uma ferramenta que reúne informação detalhada de gestão, através da qual monitorizamos de forma contínua o comportamento e a evolução da frota, o que permite atuar em caso de desvios aos objetivos definidos. De modo geral, os Clientes que conseguem um maior controlo e redução de custos são aqueles com uma Política de Frota ativa e bem estruturada.

A equipa de consultores da LeasePlan está permanentemente a analisar o mercado automóvel e o seu contexto. As conclusões são partilhadas com os nossos Clientes em estudos, que identificam oportunidades e ameaças, nomeadamente alterações fiscais ou legais e outras alterações que possam ter impacto na gestão das suas frotas.

O que marca a diferença da LeasePlan nas ofertas apresentadas?

A missão da LeasePlan consiste em oferecer as melhores soluções de renting e de mobilidade, por forma a facilitar a vida aos seus clientes e condutores. Queremos ser reconhecidos como o parceiro global de referência na gestão de frotas e mobilidade dos condutores.

Temos um diferenciador único no mercado que, com a estabilidade no mercado de usados, está a ser revitalizado e é muito apreciado pelos clientes: o Cálculo Aberto. Trata-se de um sistema onde as economias obtidas na exploração da frota revertem a favor do Cliente, da mesma forma que eventuais perdas são absorvidas pela LeasePlan. Mais recentemente complementámos a nossa oferta com o lançamento do FlexiPlan, uma solução de mobilidade para prazos mais curtos (desde 1 dia a 24 meses), disponível para todos os Clientes de renting LeasePlan que precisam de reforçar temporariamente a sua frota. Com este serviço, os nossos Clientes têm a vantagem de poder contar com um único parceiro de mobilidade para qualquer necessidade, sejam estes de apenas alguns dias ou vários anos.

Com mais de 20 anos a gerir frotas em Portugal e cerca de 96 mil contratos em carteira, qual tem sido a estratégia da LeasePlan para a sua consolidação no mercado?

Ao longo destas duas décadas de atividade, temos sabido tirar partido dos valores que estiveram na base da nossa fundação, nomeadamente a criatividade, o espírito pioneiro e a paixão pela inovação, o que nos tem permitido ocupar uma posição de liderança, evoluir e consolidar a nossa notoriedade num setor de atividade tão concorrencial. A nossa estratégia tem passado, portanto, pelo enfoque claro no Cliente e no Condutor que orienta a nossa atuação e tem resultado em soluções de mobilidade que se adaptam às necessidades de cada organização, promovendo a redução de custos, a previsibilidade dos riscos e a otimização da rentabilidade. Esta forma de atuação responde ao conceito de Tripple Bottom Line: garantir a mobilidade das Pessoas, reduzir as emissões de CO2 cuidando do Planeta, e controlo de custos tendo em vista o Lucro e a rentabilidade da LeasePlan e dos nossos Clientes.

Que análise faz do mercado? Acredita que é uma boa novidade a entrada das marcas automóveis no domínio do Renting? É positivo para o setor?

Sim, a existência de mais players no mercado é positiva para o setor do renting em geral, na medida em que contribui para o próprio desenvolvimento do setor e a valorização global do conceito de renting. Nas cativas o foco está na marca que representam, não tendo a abrangência de oferta e a dimensão de empresas que se dedicam única e exclusivamente ao renting. ▪

O FUTURO

De futuro, qual o caminho a seguir pela LeasePlan para se diferenciar dos demais operadores de Renting e destacar a empresa no mercado cada vez mais competitivo e exigente?

O caminho da LeasePlan irá continuar a ser o de consolidação no segmento das médias e grandes empresas e também continuar a apostar nos segmentos emergentes, nomeadamente, PME e os Particulares que cada vez mais estão a assumir um maior protagonismo. Para isso, temos previsto o lançamento de novos produtos e serviços que nos permitam ir ao encontro das necessidades reais das empresas no que respeita à redução de custos e à transferência de riscos. Pretendemos ainda manter a aposta estratégica no nosso Serviço de Consultoria, nomeadamente através do lançamento de alguns estudos subjacentes a temas estratégicos para o setor e para as empresas nacionais. Por último, estamos a preparar para breve o lançamento de novas ferramentas de mobilidade integrada, por forma a promover a maior conetividade dos condutores. Acreditamos que o futuro da LeasePlan passará pelo conceito de mobilidade integrada, com soluções flexíveis e dinâmicas que permitam vários serviços incluídos para melhorar a experiência dos nossos Clientes e Condutores.

EMPRESAS