Inicio Tags Lucro

Tag: lucro

Lucros dos CTT caem para 72,1 milhões de euros em 2015

De acordo com a informação enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), os CTT adiantam que os rendimentos operacionais totais cresceram 1,3% para 727,2 milhões de euros, “uma variação positiva que reflete sobretudo o crescimento dos rendimentos da área de negócio de correio”.

O resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) recorrentes (antes de rendimentos e gastos recorrentes) subiram 6,6% para 144 milhões de euros.

Os CTT adiantam que os rendimentos de correio subiram 1,5%, resultante da desaceleração na queda no tráfego de correio e do aumento do preço médio do Serviço Postal Universal de 4,1%.

Além disso, “os serviços financeiros consolidam a oferta e posição de mercado e conseguem um forte crescimento dos rendimentos recorrentes de 1,9%, mantendo esta alavanca como fundamental no crescimento global dos CTT e abrindo caminho para o Banco CTT”, acrescentam.

No caso dos rendimentos do expresso e encomendas, estas subiram 1,7% “com crescimento de tráfego de 3,2%, impactado pelo foco na integração das redes em Portugal e a reestruturação em curso em Espanha”.

 

Infraestruturas de Portugal fecha 2015 com lucro de 12,5 milhões

Em conferência de imprensa para apresentação dos primeiros resultados anuais da IP, após a fusão a 01 de junho, o presidente da IP, António Ramalho, realçou a melhoria dos resultados em 85 milhões de euros face ao período homólogo, resultado sobretudo do aumento dos rendimentos da Contribuição do Setor Rodoviário (CSR).

Já as receitas de portagem caíram 1% em 2015, devido à transferência das receitas da concessão Beira Interior para a concessionária.

Sem o efeito desta operação, as receitas de portagem teriam crescido 9% em 2015, adiantou o gestor.

 

Daimler distribui bónus anual recorde de 5 640 euros a cada trabalhador

O valor da retribuição extraordinária corresponde a um aumento de 30% face ao bónus pago pelos lucros obtidos em 2014 e constitui um recorde na história da companhia fabricante dos automóveis Mercedes-Benz.
De acordo com números anunciados nesta quinta-feira, a Daimler fechou o exercício de 2015 com um resultado líquido a rondar os 8,94 mil milhões de euros, melhorando o lucro do ano anterior em 23%.

Vodafone Portugal perdeu 1,1% das receitas no terceiro trimestre

Já as receitas de serviços avançaram 0,6%, no mesmo período, para 222,7 milhões de euros.

Em comunicado, a operadora liderada por Mário Vaz refere que a “Vodafone Portugal apresenta claros sinais de recuperação, com as receitas de serviço a entrarem em terreno positivo durante o terceiro trimestre” e que “excluindo o efeito das tarifas de terminação móvel”, estas aumentaram 2,3% em termos anuais.

“Este resultado foi impulsionado pelo forte e continuado crescimento nas receitas de serviço fixo”, que subiram 40,8%.

A operadora adianta que a “melhoria nas receitas do fixo resulta do forte crescimento na sua base de clientes”, de mais 32,3%, totalizando 473 mil, dos quais 416 mil são clientes de banda larga fixa.

Em termos de clientes de serviço móvel, no terceiro trimestre terminado em dezembro a operadora contabilizava 4,9 milhões, menos 5,7% que um ano antes. A operadora registou 52,8 mil adições líquidas no trimestre, uma quebra de 18,1%.

No final do terceiro trimestre, a Vodafone Portugal contava com 2,27 milhões de casas e empresas passadas com a rede de última geração.

No âmbito do projeto Spring, relativamente à quarta geração (4G), “a Vodafone atingiu uma cobertura de 94% da população portuguesa, aumentando a utilização de dados em 89,5%” em termos anuais e “fazendo crescer o número de clientes em 220%, chegando aos 662 mil”.

Joana Vasconcelos na Ajuda rendeu quase 800 mil euros

Joana Vasconcelos

Esta foi a primeira mostra realizada em parceria com uma empresa privada, a Everything is New (EIN). Aos cofres públicos chegou 179 307,02 euros, de acordo com os contratos.

A empresa, que também organiza o festival Nos Alive, foi a financiadora da exposição com o atelier de Joana Vasconcelos e a transportadora Iterartis. Entre 2012 e 2013, período sobre o qual incidiu a auditoria do TdC, realizou ainda as exposições Rubens, Brueghel, Lorrain, A Paisagem Nórdica do Museu do Prado e Os Saboias. Reis e Mecenas. Turim 1730-1750, Ambas tiveram lugar no Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA) que, tal como o Palácio da Ajuda, é tutelado pela DGPC. Os contratos celebrados foram diferentes e os resultados também.

Saboias deram prejuízo

A exposição de obras oriundas do Museu do Prado foi uma das mais vistas do MNAA em 2014, contribuindo para que nesse ano fossem batidos os recordes de afluência ao museu. A DGPC arrecadou 63 496,28 euros, o saldo foi de 49 320 euros. Nesta exposição, a receita de bilheteira era de 50% para cada uma das partes uma vez atingido o equilíbrio financeiro, o que aconteceu a 27 de março de 2014, diz o TdC, citando os contratos da DGPC com a EIN. A mostra esteve patente até 2 de abril desse ano e foi vista por mais de 70 mil espectadores. À entidade pública cabia, contratualmente, a montagem e desmontagem da exposição, a edição do catálogo e dividia com a fatura dos seguros e vigilância com a promotora de eventos.

EMPRESAS