Inicio Tags Meteorologia

Tag: meteorologia

Neblina e temperaturas abaixo dos 30 até à próxima semana

“Vamos continuar com nebulosidade a norte do Cabo Espichel e muita nebulosidade a sul do rio Douro no interior Norte e Cento e Alentejo, que tende a dissipar ao longo da manhã [de hoje]”, disse a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Maria João Frada, a partir do final da manhã de hoje está prevista uma intensificação do vento no litoral e nas terras altas com rajadas da ordem dos 60 quilómetros por hora.

Quanto às temperaturas, hoje não há alterações significativas relativamente ao dia de ontem [quinta-feira]. Vamos ter máximas abaixo dos valores normais para esta altura do ano: entre os 23 e os 26/27 graus, sendo mais elevadas no interior do Alentejo e na costa sul do Algarve“, destacou.

No que diz respeito ao fim de semana, não são esperadas alterações relativamente ao dia de hoje, prevendo-se apenas uma diminuição da intensidade do vento.

Vamos continuar a ter nebulosidade matinal no litoral oeste que poderá persistir no domingo a norte do Cabo Raso. Está prevista até a possibilidade de chuvisco a norte do Cabo Raso. Na costa sul do Algarve vai estar céu limpo com temperaturas máximas entre os 27 e os 30 graus“, disse.

Segundo a meteorologista do IPMA, esta é uma situação atípica para o verão sobretudo pela persistência.

“Estamos nisto todo o verão basicamente e grande parte da primavera. Esta situação deve-se ao posicionamento do anticiclone dos Açores que tem estado numa posição a oeste do arquipélago. Habitualmente está nesta posição (…) mas mais a leste do que está agora e às vezes mais intenso, estendendo-se em crista até ao Europa Central ou mesmo golfo da Biscaia e dá origem a correntes de leste. Este ano as correntes de leste não se têm verificado”, explicou.

A meteorologista lembra que este verão verificaram-se apenas um ou dois dias de calor, mas tirando isso “são sempre as correntes de oeste com entrada de ar marítimo”.

“Quando o anticiclone dos Açores está posicionado a oeste do arquipélago faz com que no Atlântico ocorram depressões, vales nos níveis mais altos da atmosfera, depressões que trazem ar marítimo que dão origem à nebulosidade e a situações de instabilidade como as que têm ocorrido no Norte e Centro com aguaceiros, trovoada e granizo”, salientou.

Segundo Maria João Frada, esta situação costuma ocorrer no verão mas por três ou quatro dias, mas depois passa quando vem uma corrente de leste.

Não é possível prever quando a situação vai mudar. Pelo menos até meados da próxima semana não deve haver alterações significativas. Talvez no final da semana haja uma subida da temperatura, mas pode mudar até lá“, disse.

 

LUSA

Chuva ainda no início da semana mas temperaturas vão subir

“Hoje ainda temos muita nebulosidade e períodos de chuva ou aguaceiros, que serão mais frequentes até ao meio da tarde. No entanto, na região Norte poderão persistir até ao final do dia, Hoje vamos ter também uma diminuição da intensidade do vento relativamente ao dia de ontem [domingo] e subida da temperatura máxima”, disse à Lusa a especialista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Maria João Frada, as temperaturas máximas vão subir de forma significativa nas regiões do interior e litoral centro.

“Amanhã [terça-feira] o dia vai ser marcado por uma nova subida da temperatura máxima embora as mínimas tenham tendência para descer 02/03 graus, ou seja, vamos ter nas regiões do Norte e Centro temperaturas baixas com valores próximos de zero graus e formação de gelo e geada”, salientou.

Segundo a meteorologista do IPMA, as temperaturas máximas na generalidade do território vão variar entre os 18 e os 22/23 graus, com exceção das regiões do interior onde serão inferiores a 15 graus.

“Na terça-feira já não se prevê precipitação, com exceção das regiões do Minho e Douro litoral. O dia vai ser marcado por neblinas e nevoeiros até meio da manhã um pouco por todo o território”, disse.

De acordo com Maria João Frada, nos próximos dias vai haver nebulosidade e subida da temperatura máxima.

“Vamos ter uns dias sem chuva, mas é provável que esta regresse na sexta-feira”, disse.

Temperaturas vão continuar a descer

As temperaturas vão continuar a descer em Portugal Continental, devido a uma massa de ar continental mais fria e seca.

Na sequência desta massa de ar fria e seca, está prevista uma descida da temperatura mínima da ordem dos 4 a 6 graus e uma descida das máximas de 7/8 ou 9 graus celsius, segundo Maria João Frada, meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). “As mínimas serão de zero graus junto ao litoral. Nas regiões do interior serão inferiores a zero, variando entre -3 e -7 graus no interior norte e centro. As máximas não vão ultrapassar os 10 graus, com excepção do Algarve onde podem chegar aos 12/14 graus. No interior haverá sítios onde serão mesmo inferiores aos 5 graus”, disse.

A meteorologista do IPMA indicou também que devido à massa de ar seca e fria, os valores da humidade são muito baixas, sendo provável que não haja precipitação e a ocorrer seria de neve”, disse. “No entanto, estamos a prever geada no litoral e como a humidade é relativa é provável que haja geada negra [geada com características que leva à destruição da planta]”.

Assim, para as regiões do interior norte e centro as temperaturas mínimas serão de -3 e -7, no interior sul de -2/-3 a 0 graus, no litoral entre 2 e 0, com excepção do Algarve entre 2 e 4 graus. No que diz respeito às máximas, serão inferiores a 5 graus no interior norte e centro, no litoral entre 8 e 9, com excepção do Algarve entre 12 e 14.

Para esta segunda-feira e terça-feira prevê-se céu pouco nublado ou limpo temporariamente com alguma nebulosidade na zona fronteiriça da região norte durante a tarde e as temperaturas não vão sofrer alterações relativamente ao que têm estado nos últimos dias.

Mês começa quente e com risco máximo de incêndio em nove concelhos

Trancoso (Guarda); Oleiros e Sertã (Castelo Branco), Pampilhosa da Serra, Arganil, Gois, Pedrogão Grande, Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos (Coimbra) estão hoje em risco máximo de incêndio, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O instituto colocou também em risco muito elevado e elevado concelhos de vários distritos do interior norte e centro do país.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre ‘Reduzido’ e máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia, relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Para hoje, o instituto prevê céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade no litoral a norte do Cabo Raso, até meio da manhã. Durante a tarde, aumento de nebulosidade nas regiões do interior, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros.

O vento será fraco, soprando moderado de noroeste no litoral oeste, em especial a sul do Cabo Carvoeiro e durante a tarde, e moderado a forte de nordeste nas terras altas até meio da manhã.

O instituto prevê ainda uma pequena subida da temperatura máxima para hoje.

Para os Açores, e para a generalidade das nove ilhas, o IPMA prevê períodos de céu muito nublado com abertas e aguaceiros fracos.

Já para a Madeira, o IPMA prevê períodos de céu muito nublado, apresentando-se em geral pouco nublado nas vertentes sul da ilha da Madeira, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros fracos até ao final da manhã nas vertentes norte da ilha da Madeira, além de uma pequena descida da temperatura máxima.

Segundo o IPMA as temperaturas máximas vão hoje atingir os 36 graus Celsius em Évora e Santarém; os 35 em Beja, Braga e Castelo Branco; 34 em Portalegre e Viseu; 33 em Vila Real; 32 em Faro, Bragança e Lisboa; 29 no Porto; 27 em Ponta Delgada, Angra do Heroísmo e Santa Cruz; e 26 no Funchal.

Fim de semana com sol e subida das temperaturas

Nos Açores esperam-se períodos de céu muito nublado e chuva. Já na Madeira, as previsões apontam para a ocorrência de aguaceiros.

O IPMA prevê uma descida da temperatura mínima e uma subida ligeira da máxima: Viana do Castelo vai chegar aos 16 ºC, Bragança aos 13 ºC, Braga aos 17 ºC, Vila Real aos 14 ºC, Porto aos 16 ºC, Viseu aos 12 ºC, Guarda aos 9 ºC, Coimbra aos 16 ºC, Castelo Branco aos 15 ºC, Leiria aos 17 ºC, Santarém aos 18 ºC, Portalegre aos 13 ºC, Lisboa aos 17ºC, Évora aos 16 ºC, Beja aos 17 ºC, Faro aos 18 ºC, Funchal aos 20 ºC e Ponta Delgada aos 17 ºC.

O céu vai manter-se limpo e as temperaturas vão continuar a subir ao longo do fim de semana, com Braga, Leiria e Santarém a chegarem aos 20 ºC de máxima no domingo. Lisboa vai atingir os 19 ºC e o Porto os 18 ºC.

Agitação marítima, neve e vento forte colocam 12 distritos sob aviso amarelo

De acordo com o instituto, os distritos do Porto, Faro, Setúbal, Viana do Castelo, Lisboa, Leiria, Beja, Aveiro, Coimbra e Braga vão estar entre as 09:00 e as 18 de hoje sob ‘Aviso Amarelo’ por causa do vento, sendo esperadas rajadas de 80 quilómetros hora em especial no litoral.

Já os distritos de Bragança, Vila Real e Braga estão sob ‘Aviso Amarelo’, entre as 03:00 e as 09:00 de hoje, devido à queda de neve prevista acima de 600/800 metros, em especial nas serras junto à fronteira com Espanha.

Os distritos de Coimbra, Lisboa e Leiria estão também sob ‘Aviso Amarelo’ devido à agitação marítima, dada a previsão de ondas de noroeste com quatro a 4,5 metros.

O ‘Aviso Amarelo’, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, alerta para situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

O instituto prevê para hoje no continente céu com períodos de muita nebulosidade, apresentando-se temporariamente muito nublado até ao início da manhã e tornando-se pouco nublado ou limpo a partir do final da tarde. São esperados períodos de chuva, em especial nas regiões norte e centro, passando a regime de aguaceiros, em geral fracos, que poderão ser, ocasionalmente, mais intensos e de granizo a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela, tornando-se pouco frequentes a partir do meio da tarde.

O IPMA prevê ainda a possibilidade de queda de neve nas regiões norte e centro acima de 600/800 metros de altitude, subindo a cota para 1.000/1.200 metros a partir da tarde.

O vento soprará fraco a moderado do quadrante oeste, rodando para norte e tornando-se moderado a forte, com rajadas até 80/90 km/h no litoral e nas terras altas.

A previsão aponta ainda para uma pequena subida da temperatura mínima nas regiões norte e centro.

Na Madeira prevê-se céu geralmente muito nublado, aguaceiros fracos, mais frequentes nas vertentes norte e nas zonas montanhosas. O vento soprará moderado a forte de nordeste, com rajadas até 80 km/h nas zonas montanhosas.

Para os Açores, a previsão é também de períodos de céu muito nublado, com boas abertas e vento a soprar fraco, sendo esperados aguaceiros fracos nas ilhas do grupo oriental (São Miguel e Santa Maria).

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 09 e 14 graus Celsius, no Porto entre 06 e 14, em Vila Real 05 e 11 , Bragança entre 02 e 12, em Viseu entre 02 e 11, na Guarda entre 01 e 08, em Coimbra entre 07 e 13, em Castelo Branco entre 06 e 14, em Santarém entre 08 e 15, em Évora entre 06 e 15, em Beja entre 06 e 14, em Faro entre 08 e 16, no Funchal entre 13 e 19, em Ponta Delgada entre 12 e 16, Angra do Heroísmo entre 11 e 18 e em Santa Cruz das Flores entre 12 e 17.

São 17 os distritos sob Aviso Amarelo devido a frio e ondulação forte

De acordo com o instituto, onze distritos estão sob ‘Aviso Amarelo’ desde as 08:00 de hoje e até às 09:00 de sexta-feira devido à persistência de valores baixos das temperaturas mínimas: Braga, Vila Real, Bragança, Porto, Aveiro, Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Évora, Porto e Portalegre.

Já os distritos de Lisboa, Leiria, Faro, Setúbal, Viana do Castelo, estão hoje sob ‘Aviso Amarelo’ igualmente desde as 08:00 de hoje e até às 21:00 de sexta-feira devido à agitação marítima, com previsão de ondas de noroeste com quatro a quatro metros e meio.

Os distritos de Aveiro, Braga, Coimbra e Porto, estão sob ‘Aviso Amarelo’ devido às duas situações, tempo frio e ondulação forte.

Em Braga, as temperaturas vão variar entre 02 e 12, no Porto, entre 04 e 12, em Vila Real, entre 01 e 09, em Viseu, entre 01 e 08, em Bragança, entre -2 e 09, na Guarda, entre -1 e 05, em Castelo Branco, entre 02 e 11, em Coimbra, entre 03 e 11, em Portalegre, entre 01 e 09, e em Évora, entre 04 e 12.

De acordo com o IPMA, o ‘Aviso Amarelo’, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, representa uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Temperaturas (muito) baixas deixam 11 distritos em alerta

De acordo com o instituto, os distritos de Braga, Vila Real, Bragança, Porto, Aveiro, Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Portalegre e Évora estão sob ‘Aviso Amarelo’ desde as 00:00 de hoje e até às 09:00 de sexta-feira devido à persistência de valores baixos das temperaturas mínimas.

Em Braga as temperaturas vão oscilar entre 01 e 11 graus Celsius, em Vila Real entre 0 e 09, em Bragança entre -3 e 07, no Porto 04 e 12, em Aveiro entre 03 e 13, em Viseu entre -1 e 08, na Guarda entre -2 e 06, em Coimbra entre 02 e 12, em Castelo Branco entre 01 e 11, em Portalegre entre 01 e 09 e em Évora entre 01 e 13.

Também a costa norte da Madeira está sob ‘Aviso Amarelo’ devido aos valores baixos da temperatura mínima entre as 21:00 de hoje e as 09:00 de sexta-feira.

O IPMA colocou também sob ‘Aviso Amarelo’ os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro devido à agitação marítima, prevendo-se ondas de noroeste com 4 a 4,5 metros.

O ‘Aviso Amarelo’, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, para agitação marítima vai estar em vigor entre as 00:00 de quinta-feira e as 21:00 de sexta-feira.

O instituto emitiu também um ‘Aviso Laranja’, o segundo mais grave de uma escala de quatro, devido à agitação marítima entre 06:00 e as 21:00 de sexta-feira.

A costa norte da Madeira vai estar também sob ‘Aviso Amarelo’ devido à previsão de vento forte com rajadas até 80 quilómetros por hora entre as 06:00 de quinta-feira e as 13:00 de sexta-feira.

O ‘Aviso Laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, é emitido devido a uma situação meteorológica de risco moderado e elevado.

De acordo com o IPMA, o ‘Aviso Amarelo’, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, representa uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Quanto ao estado do tempo, o IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, tornando-se gradualmente muito nublado nas regiões norte e centro a partir do meio manhã, e na região sul a partir do início da tarde.

Estão também previstos períodos de chuva no litoral das regiões norte e centro a partir do final da manhã, aumentando de intensidade e frequência a norte do Cabo Mondego, estendendo-se às restantes regiões e passando gradualmente a regime de aguaceiros, em geral fracos e queda de neve acima de 1000/1200 metros a partir da tarde, descendo gradualmente a cota para 600/800 metros nas regiões norte e centro.

A previsão aponta ainda para vento fraco, tornando-se a partir da tarde, moderado de sudoeste, rodando gradualmente para noroeste e tornando-se moderado a forte no litoral oeste e nas terras altas, com rajadas até 70 quilómetros por hora e acentuado arrefecimento noturno com formação de gelo ou geada, em especial nas regiões do interior.

Em Lisboa as temperaturas vão oscilar entre 05 e 13 graus Celsius, no Porto entre 04 e 12, em Vila Real entre 0 e 09, em Viseu entre -1 e 08, em Bragança entre -3 e 07, na Guarda entre -2 e 06, em Coimbra entre 02 e 12, em Castelo Branco entre 01 e 11, em Santarém entre 02 e 14, em Évora e Beja entre 01 e 13 e em Faro entre 05 e 15.

Carnaval com chuva e vento sobretudo no norte e centro do país

“O estado do tempo para sábado, durante o fim de semana, e ainda a prolongar-se na época de carnaval, vai ser de alguma precipitação e vento. No sábado, com uma aproximação de uma superfície frontal, durante a tarde, vamos ter precipitação, que poderá ser por vezes forte, nos distritos de Viana, Braga, Porto, Vila Real, Viseu e Aveiro, entre as 15:00 e as 21:00 de sábado”, disse à Lusa Sandra Correia.

Segundo a meteorologista do IPMA, a passagem de uma superfície frontal irá provocar vento no litoral norte e centro, assim como nas terras altas, com rajadas que podem chegar aos 100 quilómetros por hora, e aos 80 km/h nos distritos do litoral.

Para domingo, de acordo com Sandra Correia, o dia ficará igualmente marcado por aguaceiros, mas “só a norte e centro”, prolongando-se para segunda e terça-feira.

Quanto às temperaturas, a meteorologista adiantou que no sábado ocorrerá uma descida da temperatura, que não sofrerá grandes alterações no fim de semana.

No entanto, na noite de terça para quarta-feira “assistir-se-á a uma nova descida da temperatura”.

A neve irá também marcar presença durante o fim de semana de Carnaval, com queda acima dos 800 e até aos 1000 metros, nas serras a norte junto com a fronteira de Espanha, assim como na Serra da Estrela, acima dos 1000 metros, sobretudo durante a tarde de sábado e na madrugada de sábado para domingo.

Em relação à agitação marítima, a partir de sábado à tarde, são esperadas ondas de noroeste entre 4/5 metros, situação que se prolonga para domingo e segunda-feira na costa ocidental.

Aviso amarelo em todo o país devido ao mau tempo

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra e Leiria estão sob ‘Aviso Amarelo’ devido à previsão de agitação marítima (entre as 00:00 e as 12:00 de hoje), vento forte, com rajadas da ordem dos 70 quilómetros por hora, sendo de 100 quilómetros por hora nas terras altas (entre as 00:00 e as 12:00) e chuva (entre as 06:00 e as 15:00 de hoje).

O IPMA colocou também os distritos de Vila Real, Viseu, Bragança, Guarda e Castelo Branco sob ‘Aviso Amarelo’ devido vento forte, com rajadas da ordem dos 100 quilómetros por hora (entre as 00:00 e as 15:00 de hoje) e períodos de chuva forte (entre as 09:00 e as 18:00).

Os distritos de Lisboa e de Setúbal estão com ‘Aviso Amarelo’, mas para agitação marítima (entre as 06:00 e as 15:00 de hoje) e chuva por vezes forte (entre 15:00 e as 18:00 de hoje), enquanto Santarém, Évora e Portalegre têm alerta de precipitação (entre as 15:00 e as 21:00 de hoje).

Também sob ‘Aviso Amarelo’ estão os distritos de Faro e Setúbal na sequência de agitação marítima, prevendo-se ondas de quatro a cinco metros entre as 15:00 e as 18:00 de hoje.

A Madeira vai estar entre 12:00 e as 18:00 de hoje sob ‘Aviso Amarelo’ devido à previsão de períodos de chuva, por vezes forte.

Nos Açores, o IPMA colocou ainda os grupos ocidental (Flores e Corvo) e central (Graciosa, Terceira, Pico, Faial e São Jorge) sob ‘Aviso Amarelo’ por previsão de agitação marítima entre as 18:00 de hoje e as 18:00 de sábado.

O ‘Aviso Amarelo’, o terceiro mais grave numa escala de quatro níveis, alerta para situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

O instituto prevê para hoje nas regiões do norte e centro do continente céu muito nublado, com abertas na região norte a partir do meio da tarde, períodos de chuva, que será persistente e por vezes forte, passando a regime de aguaceiros a partir da tarde na região norte e no litoral centro, e que serão de neve acima de 1400 metros.

Está também previsto vento moderado de sudoeste, soprando moderado a forte, temporariamente com rajadas até 80 quilómetros por hora, no litoral, e forte, com rajadas até 100 quilómetros por hora nas terras altas, tornando-se fraco a moderado de noroeste a partir do início da tarde.

A previsão aponta ainda para pequena subida da temperatura mínima e neblina ou nevoeiro em alguns locais.

No sul prevê-se céu muito nublado, períodos de chuva, por vezes forte durante a tarde, vento moderado, soprando moderado a forte , temporariamente com rajadas até 60 quilómetros por hora, no litoral, e forte, com rajadas até 80 quilómetros por hora, nas terras altas, tornando-se em geral fraco noroeste no final do dia, pequena subida da temperatura mínima e neblina ou nevoeiro em alguns locais.

Na Madeira prevê-se céu geralmente muito nublado, períodos de chuva, por vezes forte a partir do meio da manhã, passando gradualmente a regime de aguaceiros e diminuindo de intensidade e de frequência a partir do meio da tarde, vento moderado a forte e pequena subida de temperatura, em especial da máxima.

Para os Açores prevê-se períodos de céu muito nublado, com abertas em especial na manhã, aguaceiros fracos e vento oeste muito fresco, tornando-se forte com rajadas até 80 quilómetros por hora a partir da tarde.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão variar entre 14 e 16 graus Celsius, no Porto entre 14 e 15, em Bragança entre 11 e 12, em Viseu entre 10 e 12, na Guarda entre 9 e 10, em Castelo Branco entre 12 e 13, em Santarém entre 14 e 16, em Évora entre 12 e 14, em Beja entre 13 e 16, em Faro entre 15 e 18, no Funchal entre 16 e 21, em Ponta Delgada entre e na Horta entre 12 e 16 e em Santa Cruz das Flores entre 13 e 17.

EMPRESAS