Inicio Tags Novartis

Tag: Novartis

Novartis, em colaboração com a SPAIC na sensibilização para a Urticária Crónica Espontânea

O movimento pretende captar a atenção da população de forma a que esta esteja mais desperta para as mensagens que o corpo e a sua pele lhe enviam. Essas mensagens representam os sintomas de UCE, levando assim a que as pessoas valorizem sintomas como manchas avermelhadas e com relevo, comichão intensa e inchaço (edema).

Este é o terceiro ano consecutivo em que a Novartis e a SPAIC colaboram no desenvolvimento e implementação de uma campanha de divulgação da UCE mantendo a assinatura #eusouatuarede, e demonstrando assim que as pessoas com esta doença crónica precisam de contar com uma rede de apoio e compreensão que reconheça as suas dificuldades e necessidades. Pretende-se assim gerar um movimento nacional, que envolva a maior “mancha” possível na sociedade, de forma a chamar a atenção para esta doença que tem um elevado impacto na qualidade de vida de cerca de 30,9% dos doentes com urticária crónica.

A comunicação será diversificada e suportada em diferentes segmentos de media e plataformas digitais como o Instagram e o site da Novartis “Uma pele para a vida”, com foco nos doentes que tenham urticária assim como informações relevantes referentes à doença.

Novartis entrega, sem fins lucrativos, 300 milhões de tratamentos para combater a malária em crianças

A Novartis atingiu o seu marco histórico ao entregar 300 milhões de tratamentos pediátricos contra a malária, fornecidos sem fins lucrativos, ajudando a reduzir o impacto desta doença nas crianças, em mais de 30 países endémicos de malária. Nunca, num espaço de tempo tão reduzido, foram distribuídos tantos tratamentos para crianças que sofrem de malária.

A malária é uma doença que pode ser prevenida e tratada, e que é causada por parasitas (Falciparum e Vivax do Plasmodium). Estes são transmitidos para as pessoas através de uma picada de um mosquito infetado. Os bebés e as crianças mais pequenas fazem parte do grupo em maior risco de contrair a malária, sendo que, atualmente, 70% das mortes ocorrem em crianças com idade inferior a 5 anos2. Apesar da taxa de mortalidade infantil por malária ter diminuído em 71 por cento, desde 2000, a malária continua a matar uma criança a cada dois minutos2.

“Este marco histórico demonstra o nosso compromisso, a longo prazo, em combater a malária e ajudar as crianças que estão em maior risco”, diz Joseph Jimenez, CEO da Novartis. “Estamos orgulhosos do papel que temos desempenhado para ajudar a reduzir a mortalidade infantil por malária. E vamos continuar a fornecer tratamentos a pessoas que precisem, sem fins lucrativos, contribuindo para o objetivo de vivermos num mundo sem malária”.

O medicamento da Novartis constitui a referência de tratamento para milhões de pessoas com malária, em todo o mundo. A formulação dispersível deste anti malárico (uma combinação de arteméter e lumefantrina) foi desenvolvida pela Novartis e pela Medicines for Malaria Venture, respondendo a um apelo da UNICEF/OMS para o desenvolvimento de medicamentos child-friendly. As diretrizes da OMS para o tratamento da malária recomendam comprimidos dispersíveis em vez de formulações líquidas para crianças. E por isso, foi o primeiro medicamento pré-qualificado pela Organização Mundial de Saúde1 para combater a malária em idade pediátrica.

Sobre o Novartis  Malaria Initiative
Novartis Malaria Initiative é um dos maiores programas de acesso a medicamentos da indústria farmacêutica, que se foca em tratamento, acesso, desenvolvimento de competências e investigação e desenvolvimento. Desde 2012, a iniciativa já forneceu mais de 750 milhões de tratamentos, sem fins lucrativos a maior parte ao setor público. A Novartis está empenhada em trabalhar para a erradicação da malária através do desenvolvimento de anti maláricos de nova geração, com duas novas classes de medicamentos atualmente em Fase II de ensaio clínico. Para mais informações visite: www.malaria.novartis.com.

Sobre a Novartis
A Novartis fornece soluções de saúde inovadoras destinadas a dar resposta às necessidades em constante evolução dos doentes e da sociedade. Sediada em Basileia, na Suíça, a Novartis dispõe de um portefólio diversificado para responder da forma mais adequada a essas necessidades: medicamentos inovadores, cuidados oculares e genéricos económicos. A Novartis é a única empresa global com posições de liderança em todas estas áreas. As empresas do Grupo Novartis empregam aproximadamente 120 mil colaboradores, desempenhando as suas atividades em mais de 180 países. Para obter mais informações, visite www.novartis.com

Dez escolas de todo o país apoiam 3ª Edição do Prémio Curtas Esclerose Múltipla

•    O Prémio Curtas – Esclerose Múltipla incentiva a realização de curtas-metragens de no máximo 5 minutos que promovam o conhecimento sobre a doença;

•    Estudantes ou amadores, entre os 18 e os 35 anos, podem submeter a sua candidatura até ao dia 29 de abri de 2016;

•    ANEM, TEM e SPEM, as três associações que representam a comunidade de doentes em Portugal e 10 Escolas parceiras colaboram nesta 3ª edição.

A Novartis, em parceria com o Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA), lança hoje a 3ª Edição do Prémio Curtas – Esclerose Múltipla, uma iniciativa dirigida a estudantes das áreas do cinema e audiovisual ou amadores curiosos entre os 18 e 35 anos que queiram fazer uma curta-metragem e documentar como é viver com Esclerose Múltipla. Para além da qualidade técnica e artística, o júri vai avaliar a abordagem ao tema, o conhecimento que o filme promove sobre os vários aspetos da doença e a capacidade de sensibilizar e criar impacto na opinião pública.

Esta Edição contempla a possibilidade de existir um vencedor na categoria Escolha do Júri (2000€) e outro na Escolha do Público (1500€), resultado da votação feita pelo público no site do Prémio Curtas, http://www.premioemcurtas.pt ou que o vencedor nas duas categorias seja o mesmo. Neste caso ao vencedor único será atribuído o valor dos dois prémios (3500€). O Júri reserva-se no direito de atribuir, se assim se justificar, um grande prémio à curta-metragem que considerar de maior qualidade técnica e artística e que consistirá na exibição da curta-metragem numa das salas de cinema parceiras do Prémio Curtas.

O Prémio Curtas reforçou este ano a parceria com Escolas de cinema, multimédia e audiovisuais, nomeadamente a Escola Superior de Educação de Viseu (ESEV), a Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo (ESMAE), o Instituto Politécnico de Portalegre, o Instituto Politécnico de Leiria, a Restart, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e a Universidade do Algarve – que se juntam à Escola Superior de Teatro e cinema do Politécnico de Lisboa (ESTC), à Escola Técnica de Imagem e Comunicação Aplicada (ETIC), à Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, à Universidade da Beira Interior e à Escola Superior Artística do Porto (ESAP) na tarefa de incentivar os seus alunos a participar vendo esta como uma oportunidade de aplicação prática dos conhecimentos adquiridos.

As três associações representativas da comunidade de doentes em Portugal – a Associação Nacional de Esclerose Múltipla (ANEM), a Associação Todos com a Esclerose Múltipla (TEM) e a Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM) – são também fortes parceiros na divulgação, abrindo as suas portas para todos os candidatos que queiram obter mais informação sobre Esclerose Múltipla e contactar a comunidade de pessoas que vive com esta doença.

As candidaturas estão abertas até ao final do dia 29 de abril de 2016 e devem ser feitas através do site ICA em http://www.ica-ip.pt/pt/. Os vencedores serão conhecidos por altura do Dia Mundial da Esclerose Múltipla, que se assinala a 25 de Maio.
Mais informações sobre o Prémio e Regulamento disponíveis em: http://www.premioemcurtas.pt

Sobre a Esclerose Múltipla
A EM afeta cerca de 5.000 portugueses. Em todo o mundo são mais de 2,3 milhões de pessoas2 com esta doença inflamatória crónica do sistema nervoso central que se manifesta em jovens adultos, entre os 20 e os 40 anos de idade, e que interfere com a capacidade do doente em controlar funções como a visão, a locomoção, e o equilíbrio. As mulheres têm duas vezes mais probabilidades de desenvolver EM do que os homens.
A EM tem um impacto significativo na qualidade de vida dos doentes e das suas famílias. Mais de 90% das pessoas com EM queixam-se de fadiga, constituindo um dos sintomas com maior impacto na qualidade de vida e produtividade dos doentes.

Sobre a Novartis
A Novartis fornece soluções de saúde inovadoras destinadas a dar resposta às necessidades em constante evolução dos doentes e da sociedade. Sediada em Basileia, na Suíça, a Novartis dispõe de um portefólio diversificado para responder da forma mais adequada a essas necessidades: medicamentos inovadores, cuidados oculares e genéricos económicos. A Novartis é a única empresa global com posições de liderança em todas estas áreas. As empresas do Grupo Novartis empregam aproximadamente 120 mil colaboradores, desempenhando as suas atividades em mais de 180 países. Para obter mais informações, visite www.novartis.com

EMPRESAS