Inicio Tags Transavia

Tag: Transavia

Transavia lança campanha para juntar emigrantes aos seus familiares este Natal

Este ano é em casa da Luísa. Não espere. Vá! Este é o mote da nova campanha de media em Portugal da Transavia que, em conjunto com a Boeing, visa promover a sua oferta conveniente e flexível junto dos familiares de emigrantes e diáspora portuguesa, convidando-os a viajar e celebrar juntamente com os seus mais próximos em França e na Holanda esta época de Natal e Ano Novo.

Desenvolvida pela b+, tem início hoje e termina a 30 de novembro. Reserve os seus voos a partir de 29 euros (ida simples) para Paris, Lyon ou Amesterdão com a low-cost do Grupo Air France-KLM, a companhia aérea europeia empenhada em making low-cost feel good. Transavia. É um prazer.

Sobre a Transavia

A Transavia, companhia aérea low-cost do Grupo Air France-KLM, opera mais de 220 rotas aéreas com partidas de França (Paris, Nantes e Lyon)  e Holanda (Amesterdão, Roterdão/A Haia, Eindhoven e Groningen) na Europa e bacia do Mediterrâneo. Com mais de 14,8 milhões de passageiros transportados em 2017, a Transavia é hoje a primeira companhia low-cost com partida de Orly e a segunda de Paris (Beauvais, Roissy, Orly). Para satisfazer cada vez mais e melhor os seus passageiros, a Transavia tem no centro dos seus compromissos a qualidade dos seus serviços e a proximidade das suas tripulações. Essa postura valeu-lhe a atribuição do prémio Skyscanner «Travel Trust 2018» e do rótulo Capital ‘Melhores Insígnias 2019’ na categoria Transportes.

Rotas portuguesas da Transavia em Portugal no inverno de 2018-19

De/para Paris Orly: Faro, Funchal, Lisboa e Porto | De/para Nantes: Faro, Funchal, Lisboa e Porto | De/para Lyon: Funchal, Lisboa e Porto | De/para Amesterdão: Faro, Funchal, Lisboa e Porto | De/para Roterdão/Haia: Faro, Lisboa | De/para Eindhoven: Faro, Lisboa | Do/para Porto: Funchal | De/para Funchal: Porto

Transavia é uma das primeiras companhias aéreas a disponibilizar solução 100 % electrónica para pilotos prepararem e gerirem voos

A partir de agora, os pilotos podem libertar-se totalmente do papel. Esta evolução para uma preparação e gestão de voos 100 % eletrónica foi iniciada em 2015, com a instalação do sistema « Electronic Flight Bag ». Em 2018, a companhia prossegue esta transformação ao disponibilizar iPads dotados da aplicação Aviobook.

20kg de papel a menos em cada voo

Entre 2015 e 2017, a Transavia suprimiu o equivalente a 20 kg de papel graças ao sistema « Electronic Flight Bag » (EFB). Este sistema, instalado no cockpit, permite aos pilotos consultar os documentos necessários à adequada preparação de um voo, habitualmente em papel : briefing, cartas meteorológicas, informações aeroportuárias, manual do avião, manual de utilização, cartas de navegação e os demais documentos necessários a uma boa operação.

No início de 2018, o sistema EFB deu lugar a uma aplicação ainda mais eficaz desenvolvida pela start-up AvioVision, a Aviobook. Por via desta colaboração, os pilotos da Transavia libertam-se igualmente dos planos de voo em papel e passam a poder executar e finalizar os seus voos diretamente na aplicação.

Graças ao seu interface muito simples e a iPads de última geração, a tripulação pode fácil e rapidamente aceder ao conjunto das informações indispensáveis à boa operação do voo : dados relacionados com o avião, número de passageiros, dados meteorológicos, etc.

« O compromisso da Transavia é de ‘low-cost with care’ para os nossos clientes e os nossos colaboradores. Graças a este novo sistema, todos os atores operacionais da companhia ganham em flexibilidade e em custo de operação. Uma verdadeira conquista tornada possível graças a relações estreitas com as start-ups inovadoras que participam no nosso desenvolvimento.» sublinha Hervé Boury, Diretor-Geral Adjunto de Exploração da Transavia France.

Para aperfeiçoar o seu desempenho, Transavia aposta em start-ups

A Transavia tem por ambição otimizar continuamente as soluções oferecidas aos seus passageiros, mas igualmente aos seus colaboradores. Por essa razão, a companhia optou, a partir de 2013, por rodear-se de start-ups que respondem aos objetivos da companhia : (i) a melhoria constante da experiência-cliente; (ii) a otimização da eficácia operacional; e (iii) a melhoria da sua pegada ambiental.

EMPRESAS