Inicio Tags Algas

Tag: Algas

Amarante: População aconselhada a evitar manto de algas que cobre rio Tâmega

O presidente do município, José Luís Gaspar, disse hoje à Lusa que a recomendação é uma “medida preventiva” e estende-se às atividades balneares, de pesca e de embarcações de recreio utilizadas diariamente, nomeadamente por muitos turistas que visitam a cidade.

A decisão foi tomada na sequência de uma reunião convocada pela autarquia para análise da situação, em que participaram representantes da autoridade local de saúde, dos bombeiros e da GNR.

As análises mandadas realizar pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA) vão esclarecer o tipo de alga que cobre, na zona de Amarante, a quase na totalidade o leito do rio. Pretende-se aferir, frisou o presidente, se a camada é formada por algas verdes, que não são tóxicas, ou pelas designadas algas azuis, também designadas por cianobactérias, cuja toxicidade pode ser prejudicial para a saúde humana.

Se for o segundo caso, insistiu José Luís Gaspar, há que redobrar os cuidados.

O presidente da autarquia disse à Lusa não se lembrar de ver o rio que atravessa a cidade coberto por uma camada tão extensa e espessa de algas, um manto que, precisou, também se verifica em Mondim de Basto.

Além disso, sublinhou, é a primeira vez que se observa este fenómeno, de montante para jusante, recordando que, desde o início de setembro, se começou a observar uma camada de algas na zona de Chaves.

Em anos mais secos, ocorre com frequência o aparecimento de uma camada verde a cobrir o rio, mas que evolui a partir da barragem do Torrão, a jusante de Amarante, em direção à proximidade daquela cidade.

Questionado sobre o que provoca a situação atual no Tâmega, na sua cidade, José Luís Gaspar respondeu que se deve à presença excessiva na água de material orgânico, um problema que afirmou não ser novo e transversal a vários municípios, associada ao reduzido caudal do rio, que disse estar a um nível nunca visto na cidade devido à seca que assola a região.

Referiu, a propósito, que dois dos mais importantes afluentes do Tâmega, a jusante da barragem de Daivões, que está a ser construída na zona de Ribeira de Pena, estão praticamente secos, o que também é novo na região.

O presidente de Amarante disse à Lusa não estabelecer relação entre as obras em curso na barragem e a situação que se observa no rio, mas admitiu estar preocupado com o nível do caudal e a aparente estagnação que se observa na água, o que já foi comunicado à APA.

Algas: as aliadas perfeitas para uma dieta saudável

A delicious fresh seaweed salad.

Uns olham com ceticismo, outros com curiosidade. Nos países asiáticos são um verdadeiro manjar, por cá vão chegando ainda de forma tímida. Falamos das algas, as novas meninas bonitas da alimentação e das dietas saudáveis de perda de peso.

O El Mundo rendeu-se a esta tendência gastronómica e publicou no seu site um artigo detalhado sobre este alimento, que tem tanto de colorido como de versátil, sendo bom para sopas, saladas ou pratos mais exóticos. Quanto ao sabor, esse pode ser educado, mas quem gosta de marisco não terá problema de palato com as algas.

De acordo com o Ignacio Hernández Carrero, autor do livro ‘As algas comem-se?’, esta iguaria tem menos calorias, é rica em hidratos de carbono, em proteínas, fibra e vitaminas A, B, C e E e ainda ferro (em mais quantidade do que a carne ou lentilhas, por exemplo). Mas as algas não são apenas aliadas nas dietas de perda de peso por possuírem um teor calórico baixo, são também saciantes e um ótimo estimulante do trânsito intestinal. Além disso, o seu uso na hora de cozinhar leguminosas permite que a digestão seja mais suave.

Mas, e tal como acontece com todos os outros alimentos, não é por fazerem bem e impulsionarem a perda de peso que as algas podem ser consumidas desenfreadamente. Diz o especialista que o consumo deve cingir-se a três refeições por semana, sendo recomendado que cada refeição não tenha mais do 20-25 gramas de algas.

Social Media

0FãsGosto
108SeguidoresSeguir

EMPRESAS

Tecnologia