O “ADN DE GUERREIRO” TRADUZIDO PELA CENTURY 21 TIPY FAMILY

Uma gestão eficiente dos Recursos Humanos é a receita essencial para o sucesso organizacional. Conduzi-los e coordená-los emocional e comportamentalmente de forma positiva promove o seu entusiasmo, envolvimento e compromisso com o trabalho, atingindo mais facilmente os objetivos a que cada empresa se propõe. Carla Martins, Gestora Operacional e Broker na Century 21 Tipy Family, no Seixal, foi desde sempre movida por esta responsabilidade corporativa e, segundo a própria, é este mesmo princípio que tornou a agência numa referência no mercado.

408

Há quem defenda que é preciso ter coragem para abraçar um desafio ou percorrer um caminho distinto do que já traçámos. Há quem defenda também que, se o nosso leque de opções aumentar, seremos profissionais cada vez mais capazes de valorizar as vitórias que se sucedem. Exemplo disso mesmo é Carla Martins, que se caracteriza como uma pessoa cuja sede pela mudança e evolução pessoal lhe corre nas veias.
Desde os seus 19 anos que a vontade de colocar em prática todas as suas ambições era impetuosa e resiliente. Iniciou a sua carreira profissional numa empresa de vestuário onde já liderava equipas fortes, e neste caso, constituída apenas por mulheres. Mais tarde, quis desafiar-se e sair da sua zona de conforto, acabando por ingressar por um caminho que era totalmente o oposto – gerir uma empresa automóvel cuja equipa era formada por homens. No fundo, para Carla Martins a questão de género não era relevante. O que mais lhe brilhava nos olhos era gerir pessoas e tal levou-a ao seu passo seguinte: a Century 21 Tipy Family, a agência que hoje é parte integrante na sua vida.
Mesmo como o nome indica, a Century 21 Tipy Family era uma empresa familiar, fundada por Rui Martins e pela sua irmã que consideraram ser oportuno convidar a nossa entrevistada para abraçar o departamento comercial da agência. Acabou por abraçar também outras áreas dentro da mesma como a coordenação ou a gestão processual e, ao mesmo tempo, enquanto consultora imobiliária. Em 2015 – ano em que entrou Edgar Coelho, também CEO da empresa – aconteceram mudanças na estrutura e passou, então, a desempenhar o cargo de gestora operacional, aquele que perdura até ao dia de hoje.
Ao todo, passaram 13 anos na Century 21 Tipy Family e, para Carla Martins, não podia ser maior motivo de orgulho. “O sentimento é muito gratificante, como mulher, mãe e empreendedora é recompensador sentir que a equipa que cresceu comigo – porque eu tenho aqui elementos que me acompanham desde o início – é a mesma, constituída pelas pessoas a que me dediquei desde o dia número um. Viram-me como coordenadora, como gestora processual e viram a evolução que me assoberbou e ao mesmo tempo a evolução que a empresa obteve. Na Tipy Family, não sou só eu, não é só o Rui Martins, não é só o Edgar Coelho, não são só os consultores, somos todos”, afirma.

A EQUIPA TIPY FAMILY
Quando perguntámos qual é a peça fundamental para o sucesso que hoje é visível, a resposta foi clara: a equipa. Carla Martins assume que a Century 21 Tipy Family é reconhecida e muito vincada no mercado, pelos valores que preservam no contacto com o cliente: a transparência e a confiança. “Falando dos nossos consultores, defino-os como tendo ADN de guerreiro: dedicados, íntegros e ambiciosos. Têm comportamentos de verdadeiros combatentes, têm predisposição para assumir riscos na vida, conseguem avaliar as suas opções de sucesso”, explica a nossa entrevistada. Faz-nos lembrar alguém, não concorda?
Sabemos que a máxima na metodologia de trabalho desta agência é o bem-estar dos recursos humanos porque, como já referimos, a sua satisfação tem um impacto direto na abordagem com que estes concluem os seus negócios. Esta dedicação faz com que o cliente possa referenciar os serviços prestados a outras pessoas, familiares e amigos, e “é a partir desse momento, com a recomendação de um bom profissional que a nossa empresa cresce”, mas não só. Existe no seio da empresa, uma genuína preocupação e cuidado que vai além da relação profissional e é, de facto, esta parte que diferencia a Century 21 Tipy Family no mercado. Este projeto é a equipa. Assim, as ideias, os propósitos e as metas são partilhadas entre todos para que no fim se possa melhorar – algo que nunca é demais.
O recrutamento é, há vários anos, o foco principal. “Quando estamos no processo de recrutamento, é natural que os candidatos não se fiquem apenas por uma tentativa e já tenham ponderado outras empresas. Mas, faz diferença a forma como nos posicionamos, como recebemos as pessoas. O importante é o acolhimento e é nisso que me foco diariamente”, garante Carla Martins. Agregado a isto, a Century 21 Tipy Family apresenta e dispõe de uma atualização constante as ferramentas necessárias que, por fim e em complementaridade com um ambiente saudável e feliz dentro das quatro paredes da agência, se traduz num desempenho eficaz daqueles que são os compromissos laborais. Compromissos esses que são diferenciados entre colaboradores, dependendo das necessidades de cada um.
Para Carla Martins, o perfil do candidato Tipy Family tem de constituir – além do ADN de guerreiro – humildade e recetividade em ouvir o outro. “O que eu costumo dizer a um consultor que acaba de iniciar nesta atividade é que acima de uma angariação de um imóvel, está a relação que se cria com o cliente. Em primeiro lugar tenho de perceber se o candidato está apto para ouvir a necessidade da pessoa que estará à sua frente, porque existe sempre um motivo para essa pessoa colocar o seu imóvel à venda e nós temos de perceber qual, e só depois nos devemos preocupar em fazer um estudo de mercado. As relações estão acima de qualquer negócio”, esclarece a nossa interlocutora.
Já as entrevistas na Century 21 Tipy Family são divididas em três fases que servem, sobretudo, para o candidato perceber se se identifica com o modelo de trabalho. Uma das fases está relacionada com uma formação na academia da agência e que consiste numa semana: o primeiro módulo é dado por Carla Martins e é sobre as normas e os procedimentos da empresa, onde são debatidos dez mandamentos importantes para a responsabilidade corporativa. “Fala-se muito sobre a relação, o modo de estar, a forma de abordar. Há muitas pessoas que numa fase inicial não se identificam, mas também há muitas outras que ao fim de três dias da formação compreendem perfeitamente do que se trata o nosso propósito. É importante também referir que quem de novo entrar na equipa, é natural que ouça, a princípio, muitos nãos. E é por isso que, ao longo de todo esse processo inicial, estará acompanhado por um diretor comercial que dará força e motivação para não desistir”, revela. Cabe aos consultores mais experientes demonstrarem de igual forma o seu conhecimento e transmitir que com dedicação e resiliência tudo será alcançado – e nesse progresso, nunca, em momento algum, estarão sozinhos.

“TEMOS SEMPRE DE RETIRAR O LADO POSITIVO DE TUDO”
Em março, a Organização Mundial de Saúde declarou o estado de pandemia global em consequência do que hoje todos conhecemos como COVID-19. Muitas foram as empresas e organizações que tiveram de reajustar as suas práticas em torno do bem-estar e segurança comum. No caso concreto da Century 21 Tipy Family houve, de facto, adaptações uma vez que o trabalho envolve, por vezes, contacto direto com os clientes, por exemplo nas visitas aos imóveis. Mas já lá vamos. Carla Martins esclarece “recordo-me que no dia 13 de março estava na agência quando percebi o que toda esta situação implicava”. Nesse mesmo dia, as portas da agência fecharam e todo o trabalho desenvolvido passou a ser executado a partir da casa de cada um, em teletrabalho – e em segurança, porque é disso mesmo que se trata.
Desde logo a nossa entrevistada soube que a atividade diária não podia de forma alguma parar, principalmente para salvaguardar a mente sã dos colaboradores. Com responsabilidade por 25 pessoas ao todo, o primeiro passo foi manter o contacto com cada uma delas por telefone e por videochamada e garantir que – apesar das emoções à flor da pele totalmente legítimas – estavam seguros. Transmitir tranquilidade e certeza foi desde logo a abordagem mais importante, até porque seria essa mesma abordagem que os próprios consultores iriam passar aos clientes, porque também eles viviam com um sentimento de incerteza. Parte deste processo, e para melhor auxiliar os que mais precisavam, a equipa tinha à disposição o departamento do Coaching, para que todos se mantivessem motivados nas suas tarefas diárias.
Além disto, foram pensadas obviamente outras ferramentas para dar o devido suporte na execução normal da atividade. Como desistir não pertence, de todo, ao dicionário de Carla Martins, decidiu olhar para a situação como a oportunidade perfeita para melhorar as áreas tecnológicas que até então não se encontravam totalmente desenvolvidas. “Quis desde logo aperfeiçoar a parte das fotografias e dos vídeos dos imóveis, porque só dessa forma podiam ser mostrados”, acrescentando ainda que “estas medidas que aplicamos serão sem dúvida uma mais-valia numa fase pós-pandemia. Nós trabalhamos com clientes de vários países e sabemos que as coisas, infelizmente, não vão terminar de um dia para o outro. Nós temos sempre de retirar o lado positivo de tudo e honestamente, aquilo que senti foi que esta pandemia nos trouxe várias oportunidades”, e assim foi durante o período de confinamento.
Aquando do regresso ao escritório a prioridade foi que a equipa se sentisse segura no seu local de trabalho. Para tal, foram implementadas as medidas que vão de encontro com as normas estabelecidas pela Direção-Geral de Saúde, como a utilização de máscara, o distanciamento físico e o gel desinfetante. “Coloquei também acrílico de separação nas zonas de atendimento ao público, a empresa de limpeza passou a ir duas vezes por dia e adquiri uma máquina de ozono que deixo sempre ligada durante a noite para purificar o ar. Começámos a contabilizar o número de pessoas que entravam na agência e desfasámos o número de pessoas por sala”. Algo que foi definitivamente a favor destas diretrizes, foi o habitual open space que o espaço em si contém e que ajudou ao distanciamento. Até ao dia de hoje, muitas foram as melhorias a ser aplicadas, passo a passo e de acordo com as necessidades daqueles que lá trabalham e depositam tempo da sua vida.
Claro está, a aposta nos recursos humanos continuou a ser a prioridade nesta fase mais crítica. Assim, e tendo em conta que o recrutamento é de especial relevância, quisemos perceber qual o nível de interesse dos candidatos à Century 21 Tipy Family e a nossa entrevistada respondeu que “a afluência na marcação de entrevistas baixou um pouco como seria de esperar, mas tudo fizemos para que os contactos que tivemos fossem bem correspondidos, dentro dos princípios da empresa”. Na fase do confinamento geral continuaram a ser realizadas entrevistas, porém por videochamada. As formações também transitaram para o meio digital. A dedicação ao outro foi permanente, e isso não poderia mudar. Aos que entraram recentemente para esta família, foi-lhes desde logo incutido que “é possível abraçar este projeto, desde que a abordagem se mantenha fiel às relações genuínas que se cultivam com os clientes”, e isso também não poderia mudar.
Em conjunto, ofereceram máscaras às pessoas de idade que ali moram, disponibilizaram-se para ir à farmácia adquirir a medicação que era necessária para alguns e para tantos outros, uma ida ao supermercado foi o suficiente para tornar uma situação complexa em algo mais leve. No fim, “estes consultores têm amigos para o resto da vida, porque criaram uma relação verdadeira com as pessoas. Penso que isso é o mais importante”, garante a nossa entrevistada.

O UNIVERSO IMOBILIÁRIO
Numa fase pré-pandemia havia muita escassez de produto e para Carla Martins, isso é algo que poderá não melhorar tão cedo, no entanto, para si, não há dúvidas de que o mercado imobiliário será um grande vencedor e que terá um papel relevante na recuperação e crescimento da economia. “O mercado imobiliário pode cair em termos de valor de transação, mas se as pessoas querem diminuir o seu encargo mensal, vão sempre pensar em encontrar um bem onde, efetivamente, possam pagar menos. Este setor vai estar sempre em altas”. Para o futuro a nossa interlocutora garante que o mercado não vai continuar como estava antes. “Por exemplo, na construção mais recente, se calhar, antes da pandemia não se pensava em concretizar uma moradia com um espaço exterior tão grande, havia uma área habitacional maior. Daqui para a frente, é certo que se irá pensar mais no espaço exterior – algo que começámos a valorizar recentemente. O próprio mindset do cliente vai mudar”.
Já na Century 21 Tipy Family, no que aos valores corporativos diz respeito, nada foi nem será modificado. A principal ambição daqui em diante é continuar a ser a referência no mercado que tem sido até então e para os consultores imobiliários, Carla Martins assegura que não pretende ser a única opção, mas sim a opção certa.

A OPINIÃO DE QUEM VIVE A CENTURY 21 TIPY FAMILY NO DIA A DIA

DAVID RODRIGUES, DIRETOR COMERCIAL DA CENTURY 21 TIPY FAMILY
De que forma é que a equipa foi motivada e estimulada quando o Governo declarou o primeiro Estado de Emergência?
Após o decreto do estado de emergência e respetivo confinamento, as motivações prenderam-se exclusivamente com a oportunidade do momento face às necessárias medidas preventivas. Neste contexto, a diferenciação e inovação nos métodos de promoção e subsequentes visitas, a necessária preparação e segurança, foram os principais obstáculos visados à exigida etapa evolutiva. Obviamente nem toda a equipa se adaptou, no entanto, os mais dinâmicos obtiveram volume de contactos e negócio superior ao habitual, o que parece antagônico no cenário descrito. O principal objetivo de motivação inferiu nesta adaptação e aproveitamento na diferenciação.

Trabalhar na Century 21 Tipy Family é?
Trabalhar nesta casa é, acima de tudo, encarar todos os desafios na certeza de um resultado de extrema gratificação, quer da parte de quem estabelece compromissos de confiança connosco, quer de parceiros e em última análise a título pessoal em toda a sua vertente, humana e económica. Para mim, para além de um conceito, é uma forma de estar na vida, sociologicamente falando. Quanto aos resultados consequentes, com este nível de exigência e competência, foram, são e serão sempre uma garantia.

LUÍSA FERRAZ, ANGARIADORA IMOBILIÁRIA NA CENTURY21 TIPY FAMILY
Como se vê na equipa Century 21 Tipy Family e com a Carla Martins como Broker?
Sou Angariadora Imobiliária na Century21 Tipy Family desde 2007. Na Equipa temos um ADN próprio. Somos guerreiros e assim tratados, exemplo dado pela nossa chefia, nas pessoas da Broker Carla Martins e dos CEOs Rui Martins e Edgar Coelho. A Carla Martins como nossa Broker, é extremamente focada e objetiva, com uma capacidade de trabalho e liderança invulgar e sempre disponível para o necessário. Ao longo destes anos em que trabalhamos juntas, cresceu uma amizade bonita e cumplicidade intensa, que vai para além do contato laboral. Um orgulho privar com esta Senhora.

Trabalhar na Century 21 Tipy Family é?
Um gosto. Sabemos com o que contar, sobretudo com a honestidade e lisura de quem nos comanda, por isso trabalhamos juntos há tantos anos. A prioridade do Grupo é ajudar pessoas a concretizar sonhos e com esse fim há um crescente investimento na Equipa, suas ferramentas e condições de trabalho, mesmo estando todos nós a aprender a lidar com o atual contexto de mercado e por tal em constantes adaptações. Falo por mim. Enquanto estiver no setor imobiliário apenas existirei como membro da Tipy Family.

MARIA JOÃO SIMÃO, INTERMEDIÁRIA DE CRÉDITO NA TIPY FAMILY
O que significa ser parceira de negócios de diversas pessoas, com uma base sólida que é a Century 21 Tipy Family? Quais as mais-valias?
É muito gratificante e ao mesmo tempo é de uma enorme responsabilidade, uma vez que temos de manter o bom profissionalismo e prestígio à qual a Century 21 Tipy Family tem vindo a habituar todos os seus parceiros ao longo destes últimos anos. No que diz respeito às mais-valias, é a facilidade e disponibilidade por parte de todos os parceiros quererem manter uma boa relação connosco devido ao nosso volume de negócio e posição no mercado, e a enorme oferta por parte dos que não são parceiros e que querem vir a ser e de tudo fazerem para que os aceitemos no nosso grupo e com isso vamos melhorando o nosso trabalho e capacidade de resposta, criando uma excelente equipa de trabalho entre todos os parceiros.

Trabalhar na Century 21 Tipy Family é?
É um enorme orgulho, devido ao espírito profissional, ambicioso e determinado que o grupo possui, fácil devido ao espírito de equipa e união que existe, tanto na parte do staff como na parte dos consultores, agradável devido ao espirito aberto e descontraído, e familiar por não sermos apenas um número no final do mês, mas pessoas com que se preocupam se estamos bem.

SANDRA PEREIRA, DIRECTORA CRESCIMENTO – TIPYFAMILYGROUP | RECRUTAMENTO & SELEÇÃO
Existe uma grande aposta nos recursos humanos por parte da empresa? O que fomenta esta ideia?
A Century21 Tipy Family tem vindo a crescer constantemente e de uma forma sólida e coerente, atualmente conta com três agências – o TipyFamilyGroup, nomeadamente, nas cidades do Seixal, Setúbal e Lisboa. Com mais de 150 Agentes imobiliários na rua, tem a maior “força de vendas única” na zona de Lisboa e Vale do Tejo. E por isso também o TipyFamilyGroup detém a maior agência da europa. Como primeira loja da Rede Century21 em Portugal, surgiu no Seixal há 16 anos, e o seu foco no crescimento tem como objetivo marcar a sua diferença em posicionamento e visibilidade no mercado e para isso selecionando os melhores talentos para trabalharem connosco. Somos uma marca dentro da marca! E foi devido a esse crescimento que atingimos em 2018, o 1º lugar ranking Nacional na Convenção Ibérica da rede Century21 e em 2019 1º Lugar Ibérico Faturação e Transação da rede Century21.
Um negócio de pessoas para pessoas, e assim procuramos sempre as melhores pessoas para trabalharem connosco! É fundamental para o sucesso da TipyFamilyGroup!

Trabalhar na Century 21 Tipy Family é?
Trabalhar na Century21 Tipy Family é trabalhar numa grande marca de prestígio e reconhecimento internacional. É aprender todos os dias, crescendo profissionalmente e pessoalmente. Somos uma grande família e na qual eu tenho a honra de fazer parte há seis anos. Um orgulho gigante em trabalhar com a melhor equipa! Com rigor, transparência e profissionalismo. Somos uma marca de destaque dentro da melhor marca do Mundo no ramo.

RUI MARTINS, CEO & FOUNDER, CENTURY21 TIPYFAMILYGROUP
Enquanto CEO & Founder da Century 21 Tipy Family, acompanhou o percurso da Carla Martins dentro da empresa. Assim, quais foram aqueles que considera terem sido os marcos mais importantes da hoje Broker da Tipy Family e no Grupo?
Antes da Carla começar a trabalhar na agência, ela já era uma peça importante pelo apoio que me dava. A Carla começou a trabalhar na Century 21 Tipy Family em 2007 e desde aí – e de forma direta – que passou a ser o meu pilar. A Carla passou por todos – ou quase todos – os departamentos da Tipy Family, desde o departamento de Coordenação, Gestão de Crédito Bancário, Gestão Processual, foi Consultora Imobiliária, Direção Comercial e Broker da Agência. A Carla é a Responsável Operacional da agência C21 Tipy Family e presta também apoio na gestão operacional do TipyFamilyGroup, onde se afirma de forma grandiosa.
Em todos os departamentos com que colaborou, a Carla deixou e continua a deixar o seu marco. Com a veia de guerreira que tão bem a carateriza, ela tem o espírito “se é para fazer, vamos fazer”. Ela sempre deu e dá tudo de si à Tipy Family de forma íntegra, energética e profissional.
Se tivesse de resumir a Carla em poucas palavras diria com toda a emoção e certeza: é uma Mulher Guerreira!

Até ao dia de hoje, como nos pode descrever a importância da Carla Martins para a equipa da Century 21 Tipy Family?
É de uma importância vital. Ninguém é insubstituível, mas estou convicto que a Carla é uma pessoa capaz de levar qualquer empresa ao sucesso – porque trabalha com paixão, determinação e com uma vontade enorme de fazer acontecer. Todos os dias.
É amiga, muito humana, lutadora e empreendedora. Altamente competente. Uma característica que na minha opinião é fulcral para as empresas é a capacidade de resolução e otimização dos departamentos. Analisando o trabalho de gestão da Carla na agência e no grupo, é fantástico ver o carinho e respeito que as equipas, o Staff, os consultores imobiliários, os parceiros e os clientes demonstram pela Carla – como pessoa e como profissional. A Carla é uma daquelas pessoas determinantes na espinha dorsal de uma empresa. MUITO OBRIGADO POR PODER TRABALHAR DIARIAMENTE CONTIGO.