Inicio Autores Posts por Ricardo Andrade

Ricardo Andrade

496 POSTS 0 COMENTÁRIOS

Porto vai receber espetáculos gratuitos de setembro a dezembro

Numa fase em que a pandemia provocada pelo coronavírus ainda é frágil, todos os eventos passaram a realizar-se de acordo com as normas ditadas pela Direção Geral de Saúde. Assim sendo, embora o programa Cultura em Expansão tenha entrada livre para todos os eventos, existem novas regras de acesso: o uso de máscara vai ser obrigatório, assim como a desinfeção das mãos à entrada. Será necessário levantar o bilhete a partir de duas horas antes do início de cada sessão e todos os espetáculos terão lugares sentados.

A programação vai dividir-se entre a Associação da Pasteleira Torres Vermelhas, o Auditório Junta de Campanhã, o Auditório Grupo Musical de Miragaia e Associação de Moradores da Bouça.

Incluídos no programa estão concertos dos Clã, Lena d’Água, The Legendary Tigerman, entre outros. Pode ainda assistir a espetáculos como “Variações a partir de um coração” pelo Quarteto Contratempos, “Coleção de Amantes”, de Raquel André, ou “Cozinha(s)” do Teatro Experimental do Porto. Além disso, terá também peças de teatro com atores profissionais e amadores, como “Os Sete Pecados Mortais”, e sessões de “Campanhã é a Minha Casa”, iniciativa que desafia os moradores a participarem.

Para encerrar, no dia 19 de dezembro, o Rivoli irá receber a Blind Zero, com Orquestra Juvenil da Bonjóia.

3.ª edição de Drawing Room Lisboa terá versão presencial e online

Foi hoje divulgado num comunicado pela organização da Drawing Room Lisboa que, este ano, a 3.ª edição realizada em outubro foi adaptada. “Terá uma versão de Feira presencial onde serão apresentadas e comercializadas obras das galerias e artistas nacionais, e uma versão online onde se juntam as galerias internacionais. Seguindo todas as normas da DGS (Direção-Geral da Saúde), a Feira terá lugar de 14 a 18 de outubro, na Sociedade Nacional de Belas Artes”.

O destaque desta edição “recairá sobre o desenho contemporâneo Português, privilegiando no espaço físico da feira as galerias e artistas nacionais, bem como algumas galerias espanholas pela presença da Feira congénere Drawing Room Madrid”. Além disso, a Drawing Room “dará espaço e voz a artistas sem galeria, numa curadoria convidada pela Feira, numa mostra coletiva também disponível para venda, contribuindo para o reconhecimento cultural e comercial do trabalho criativo de uma geração de artistas”.

Nesta 3.ª edição, a programação paralela irá decorrer “maioritariamente em formato digital e live, mantendo um programa ativo diário, exibido da biblioteca da Sociedade Nacional de Belas Artes para todos os interessados via online”.

Já o programa presencial de colecionadores será “com marcações de visitas e encontros com artistas no decorrer da feira, bem como um complemento on-line da DR Lisboa em formato digital, com a criação de momentos live exclusivos para o programa de colecionadores internacionais de outros países e mercados”. Segundo a organização, “está igualmente prevista a realização de visitas, por marcação, a ateliers de artistas e a exposições de instituições públicas da cidade que valorizam o desenho e os estudos artísticos”.

Festa do Jazz com transmissão em direto a partir do CCB em Lisboa

A organização refere que “face às condições atuais da pandemia, esta edição da Festa do Jazz não terá público presencial, porém todos os conteúdos serão disponibilizados gratuitamente nas plataformas da RTP Palco – todos os conteúdos Festa do Jazz 2020 estarão disponíveis nesta plataforma, além dos concertos serem transmitidos em direto”.

Desde a primeira edição a Festa do Jazz dedica-se a apoiar os músicos de jazz portugueses e este ano – principalmente este ano – a organização salienta que “esse apoio se torna ainda mais urgente e relevante devido às dificuldades que os técnicos, produtores, músicos e todos os envolvidos nesta área enfrentam”. Conforme as edições anteriores os concertos e outras atividades permitirão refletir sobre o momento que esta área da cultura vive atualmente, revelando assim “o melhor da música improvisada portuguesa”, mas não só. A 18.ª edição terá também, como habitualmente, o Encontro Nacional de Escolas, “permitindo que os jovens novos talentos do jazz nacional possam mostrar o seu trabalho e valor, integrados numa programação de excelência”.

A programação musical inclui atuações de, entre outros, Tomás Marques Quarteto, Andy Sheppard Quarteto, João Barradas a solo, Susana Santos Silva e Angélica Salvi, Sound of Desire (trio de Ricardo Toscano), Maria João e Carlos Bica e uma homenagem a Bernardo Sassetti, com a participação de João Mortágua (saxofone alto), João Pedro Coelho (piano), Carlos Barretto (contrabaixo) e Alexandre Frazão (bateria).

Nesta edição terão ainda especial atenção à solidariedade, tal como se lê no comunicado. “A Festa do Jazz 2020 associa-se ao Fundo de Solidariedade com a Cultura lançado pela Santa Casa, GDA, Audiogest e GEDIPE através da recolha de donativos, via website Associação Sons da Lusofonia, que revertem a 100% para o fundo”.

Mais 49 novos medicamentos inovadores concluídos pela Infarmed

A Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos em Saúde revelou que, da totalidade dos medicamentos avaliados, 36 obtiveram aprovação para utilização e financiamento pelo Serviço Nacional de Saúde, sendo que as áreas terapêuticas com maior número de novos medicamentos aprovados foram a Oncologia e a Neurologia. Já no campo do financiamento da inovação, foram aprovados mais 70 medicamentos genéricos e biossimilares.

Segundo o Infarmed, os processos submetidos após 07 de setembro de 2017, data em que ocorreu uma alteração legislativa do Sistema Nacional de Avaliação de Tecnologias da Saúde (SiNATS), incluindo no prazo de avaliação, tiveram um prazo de conclusão médio de 253 dias.

No entanto, o acesso a estas terapêuticas inovadoras durante o período de avaliação dos medicamentos é possível, nos casos legalmente previstos, através de autorizações excecionais (AUE). Tendo em conta os dados do Infarmed, no primeiro trimestre de 2020 foram concedidas 420 autorizações de utilização excecionais.

O número de aprovações de medicamentos novos bateu recordes dos últimos anos. Os dados oficias do Infarmed fornecidos à aAgência Lusa, descrevem que em 2016 foram aprovados 51, em 2017 foram 60, baixou para 40 em 2018 e em 2019 atingiu os 74 novos fármacos.

16.ª edição do FEST – Festival Novos Realizadores | Novo Cinema

A 16.ª  edição do FEST – Festival Novos Realizadores | Novo Cinema optou, este ano –  e por razões de segurança – ter maior força na cinematografia, com uma seleção de filmes que privilegia mais comédia e temas mais leves, tendo em conta a atual situação provocada pelo coronavírus. Tem como prioridade a mostra de novos realizadores e novos cinemas, deixando de parte a vertente profissional do programa. No entanto são mais de 230 filmes ao todo que, entre os dias 2 e 9 de agosto, ocuparão Espinho e que pela primeira vez se estenderá ao Porto e Lisboa.

Espinho contará com um cinema drive-in instalado no Parque de Estacionamento da Nave Desportiva, existindo também sessões no Auditório da Junta de Freguesia.

Filipe Pereira, diretor do festival, adiantou à Agência Lusa que em Espinho “o caso do ‘drive-in’, que é um formato que tem sido utilizado em várias iniciativas, mas cuja qualidade deixa muito a desejar, pelo que, em vez de alugarmos equipamento externo que nos custaria 10.000 euros por dia, preferimos investir 40.000 euros para adquirir um sistema de imagem de grande qualidade, com uma tela de 15 metros de comprimento e um projetor de 20.000 lumens. Assim podemos assegurar uma experiência a sério, em que todos os carros têm boas condições de visibilidade para o ecrã”. Os espectadores permanecerão dentro do carro e terão sessões gratuitas às 21h30 e às 23h59, tendo como capacidade máxima 40 viaturas, mediante inscrição prévia através do e-mail drivein@fest.pt.

As cidades do Porto e Lisboa irão receber as longas-metragens em competição pelo Cinema Trindade e Cinema Ideal e as curtas-metragens pela Casa Comum da Reitoria da Universidade do Porto, sendo que estas também passarão no Auditório da Junta de Freguesia de Espinho.

Já pode ler o livro “O Balanced Scorecard”

Aplicado ao setor hoteleiro, pode-se ler no seu interior que “o Turismo é uma das atividades com mais crescimento e desenvolvimento a nível mundial”, tendo utilizado como exemplo a comparação entre hotéis portugueses e angolanos, de quatro e cinco estrelas. É assim feita uma análise dos modelos de gestão deste setor, onde apresenta e avalia os resultados obtidos.

Ana Cristina Costa afirma que “o recurso ao BSC poderá abrir um novo caminho para melhoria da performance”.

Nespresso mais amiga do ambiente

A Nespresso reforçou o seu compromisso com a sustentabilidade, lançando novas cápsulas Master Origin Colombia – as primeiras com 80 por cento de alumínio reciclado.

A Nespresso confessa que o objetivo é “adotar esta prática em toda a linha de sistemas domésticos”, estimando assim “uma diminuição de CO2 de cerca de 28,5 mil toneladas”.
A garantia é de uma cápsula “100% reciclável” que mantém a “frescura, sabor e qualidade do café Nespresso” segundo a marca.

Netflix ganhou mais 10.2 milhões subscritores

De acordo com o comunicado da empresa ao The Verge, pode-se ler que “à medida que navegamos por estas circunstâncias turbulentas, estamos focados nos nossos membros ao continuar a melhorar qualidade do nosso serviço e levar novos filmes e séries aos ecrãs das pessoas”. Apesar disso, a Netflix adianta que “estamos à espera de menos crescimento na segunda metade de 2020 comparando com o ano anterior”.

Tratamento inovador para rejuvenescimento facial completo sem cirurgia chega a Portugal

Depois do sucesso em países como Itália, Espanha, Israel e EUA, TRIBELLA™ chega finalmente a Portugal para oferecer uma solução integrada e eficaz de rejuvenescimento facial, combinando três tecnologias num tratamento único e permitindo, assim, abordar diferentes preocupações de uma só vez. Está disponível, em em exclusivo, na Clínica Liberty Portugal na Avenida da Liberdade, em Lisboa.

TRIBELLA™ é um protocolo de tratamento registado que se distingue por uma abordagem que permite colmatar os vários efeitos de envelhecimento que a pele do rosto pode sentir. Quer devido a fatores naturais, como a idade ou a contração habitual dos músculos, ou a outros como a poluição, a má alimentação, o stress e a exposição solar (sobretudo desprotegida). Podendo estes efeitos agrupar-se em três grandes grupos: 1) aumento das linhas de expressão/ rugas, 2) aparecimento ou aumento de manchas no rosto e 3) maior flacidez da pele (especialmente na zona da papada), o protocolo atua, precisamente, com três tecnologias que os neutralizam, promovendo uma pele mais jovem, bonita, luminosa, uniforme e tonificada.

A associação de sucesso conjuga Luz Pulsada Intensa (IPL) + Radiofrequência Multipolar (MP2) e Campos Eletromagnéticos Pulsados + Radiofrequência Nanofracionada (SmartScan™), fazendo desta uma aposta inovadora, com resultados eficazes e extremamente completos.

“O investimento em tecnologia de ponta, naquilo que de melhor sabemos que se está a fazer no resto do mundo, tem sido uma das linhas que guiam a atuação da Clínica Liberty desde o início. Há 4 anos, quando surgirmos, introduzimos no país uma tecnologia sem precedentes para o tratamento da transpiração. Agora, e acompanhando o desenvolvimento e especialização dos nossos serviços, com médicos de renome na área da Medicina e Cirurgia Estética, sabemos que o estamos a fazer de novo, mas desta vez com o foco no rejuvenescimento facial.”, explica Rosália Pedrosa, Managing Partner da Clínica Liberty.

Como principais vantagens, TRIBELLA™ assegura resultados equiparados aos que, na maioria dos casos, só se obtêm através de cirurgias, com o benefício de ser um tratamento não-invasivo e, por isso, permitir que a vida normal retome após cada sessão. Por outro lado, a combinação de tecnologias garante um método único para cuidar da pele, em vez de se recorrerem a diferentes tratamentos de forma isolada.

Durante o período de lançamento, o pack inicial de 3 sessões terá um valor especial, de forma a celebrar a sua chegada a Portugal.

MERCADONA ABRE HOJE SEGUNDO SUPERMERCADO NA CIDADE DE AVEIRO

Em 2019, a Mercadona já tinha entrado no distrito de Aveiro, onde conta atualmente com 4 lojas. Esta nova loja possibilitou a criação de cerca de 60 postos de trabalho, estáveis e de qualidade, com contratos sem termo desde o primeiro dia, contribuindo assim para a criação de emprego local. Continuando com o seu plano de expansão, a empresa tem previsto para 2020 abrir mais uma loja neste distrito (Águeda), outras quatro no distrito do Porto (Ermesinde, Trofa, Paços de Ferreira e Porto) e, pela primeira vez, entra no distrito de Viana do Castelo, com uma loja na cidade.

Este supermercado responde ao Modelo de Loja Eficiente que a empresa está a implementar em toda a rede e conta com uma superfície de vendas de 1.800 m2 e 180 lugares de estacionamento, com um horário de funcionamento das 9:00h às 21:30h, de segunda-feira a domingo.

José Ribau Esteves, Presidente da Câmara Municipal de Aveiro, destaca: “Saúdo a abertura da segunda Loja da Mercadona em Aveiro, exemplo de aposta no Município de Aveiro e de cooperação com a Câmara Municipal de Aveiro num processo de regeneração urbana, materializando a construção de uma nova rotunda na Alameda Silva Rocha, da qualificação do arruamento de ligação à zona da Forca e o projeto (já em obra) da via de ligação à Avenida Vasco Branco. Desejo sucesso à Mercadona nas duas operações de Aveiro e Felicidades aos seus Profissionais”.

Inês Santos, Diretora de Relações Externas Centro e Sul de Portugal da Mercadona, refere: “O novo supermercado Mercadona em Aveiro, situado na Alameda Silva Rocha, destaca-se por ser um projeto que contribuiu para a requalificação da zona onde está inserido. Junto a esta loja foi contruído um jardim com mais de 4 mil metros quadrados, para usufruto dos vizinhos, além das infraestruturas circundantes que visam proporcionar melhores acessos nesta zona da cidade. Orgulhamo-nos muito destes projetos que permitem dar o nosso contributo para a dinamização e requalificação das zonas onde implementamos as nossas lojas.”

A empresa, tal como tem vindo a fazer desde o início desta situação de pandemia, continuará a aplicar todas as medidas de segurança dentro das suas lojas com o objetivo de garantir a saúde e segurança dos seus colaboradores e clientes.

EMPRESAS