Nova Direção da APCC assume compromisso com a Excelência Operacional e a Inovação nos Contact Centers

A nova Direção da Associação Portuguesa dos Contact Centers (APCC) tomou posse no dia 23 de abril, após Assembleia Geral Eleitoral que decorreu a 22 de março. Para os dois anos de mandato, a prioridade passa por desenvolver um trabalho contínuo por forma a que a prestação de serviços de alta qualidade continue a ser o grande desígnio das empresas do Setor, tendo sempre como principal objetivo atingir a excelência na experiência de cliente.

377

“Esta Direção terá como foco ações que visem proteger os interesses dos seus associados, encetando esforços de diálogo frequente junto das autoridades governamentais, reguladoras e outras partes interessadas, em todos as matérias que envolvam nomeadamente a regulamentação do Setor e outras políticas públicas relacionadas com os Contact Centers”, adianta Susana Cipriano, Membro da Direção da APCC. Para além disso, e considerando que as pessoas são um elemento fundamental dos Contact Centers, a Direção que agora toma posse, “enfatizará o investimento no desenvolvimento profissional dos colaboradores, com a continuidade das bolsas Talentum e outras ações formativas, ajudando e apoiando as empresas do setor a garantir a excelência operacional e a manterem uma força de trabalho qualificada e motivada”.

Dos vários desafios que o Setor enfrenta, Susana Cipriano aponta três como decisores para os próximos dois anos, desde logo a adaptação às Mudanças nas Preferências do Cliente, uma vez que as expectativas dos clientes em relação ao serviço prestado estão em constante evolução e cada vez com maior exigência. Outro grande desafio são a Tecnologia e a Inovação, como a inteligência artificial, a automação e a análise de dados. A APCC assume o compromisso de acompanhar os seus associados nesta matéria, ajudando a garantir que os Contact Centers consigam oferecer, cada vez mais, serviços eficientes e de alta qualidade. E por último, mas com grande importância nesta Indústria, a Gestão do Talento. Enquanto associação, é fundamental apoiar a criação de medidas de atração, retenção e desenvolvimento de talentos.

É importante que o Setor esteja preparado para enfrentar estes e outros desafios, com estratégias eficazes e adaptáveis, procurando sempre melhorar a qualidade dos serviços oferecidos pelos Contact Centers e promover o desenvolvimento sustentável do Setor.

De referir, que a nova Direção da APCC é composta por 5 representantes de empresas associadas.

Órgãos Sociais APCC

Diretores

Millennium BCP, representado por Susana Gabriela Santos Cipriano Figueiredo

CTT, representado por Cláudia Sofia de Maia Serra

Teleperformance, representado por Pedro Miguel Magalhães Gomes

Axa Partners, representado por Nuno Pestana Rosa

Visor.ai, representado por Gianluca Pereyra

Conselho Fiscal:

Presidente: Pedro Nuno Castanheira Miranda

Vogal: Magda Sofia Cabeças Lapa

Vogal: Maria de Fátima Fernandes Silva

Mesa da Assembleia Geral:

Presidente: Rui Manuel de Brito Oliveira Henriques

Secretário: Manuel Alçada Rosa Prezado Alves