Carnaval de Torres Vedras cancela as suas atividades

O Carnaval de Torres Vedras é a expressão mais visível da identidade deste território e une todos os torrienses numa festa única, aguardada ano após ano com entusiasmo por foliões vindos de todo o país.

90

Em 2020 o Carnaval foi celebrado imediatamente antes da chegada da epidemia de COVID-19 a Portugal. Este ano, porém, chegamos a este momento em Estado de Emergência e com confinamento geral, situação em que, independentemente das restrições em vigor, a proximidade e espontaneidade do carnaval de rua seriam impossíveis sem graves repercussões para a saúde pública. A Direção-Geral da Saúde realça precisamente, no seu parecer sobre o Carnaval de Torres Vedras, emitido no passado dia 15 de janeiro, que “eventos de qualquer índole, em contexto de pandemia, podem acarretar riscos acrescidos para a saúde pública”.

Assim, face à evolução da pandemia de COVID-19 em todo o território nacional, e em particular no território de Torres Vedras, a organização do Carnaval de Torres Vedras optou pela não realização de quaisquer atividades de carnaval.

De forma a assinalar a “ausência” do Carnaval de Torres Vedras, este ano subordinado ao tema “a máscara”, será implantado no dia 12 de fevereiro na Praça da República o Monumento, como símbolo da resiliência dos torrienses. O Monumento, que estará patente durante um mês, constitui uma homenagem de Torres Vedras a todos os que têm estado na linha da frente do combate à pandemia e neles reconhece o esforço de todos os portugueses e portuguesas.

Cientes do impacto social e económico que o Carnaval tem neste território, a organização do Carnaval de Torres Vedras deixa uma palavra de conforto a todos os foliões, mas também a todos os empresários que são afetados pela não realização desta edição do Carnaval.

Tal como em 1984, ano em que os festejos foram cancelados devido às cheias ocorridas meses antes na cidade, também o Carnaval de Torres Vedras regressará ainda mais forte em 2022, reforçado pela saudade e antecipação dos foliões, que saberão em 2021 cumprir as indicações das autoridades de saúde, adotando uma postura de responsabilidade para proteção de toda a comunidade.