Documentário sobre Incêndio em Pedrogão Grande estreia em Portugal entre 11 a 13 de novembro

A tragédia de Pedrogão Grande vai ser retratada no documentário "O Sopro do Diabo", que estará em exibição entre sexta-feira e domingo em algumas cidades do país, como Lisboa Loulé, Viseu, Coimbra, Matosinhos, Braga, Aveiro e Funchal. 

127

“O Sopro do Diabo”, (“From Devil’s Breayh” em inglês) o documentário de Orlando Von Einsiedel, produzido pelo ator Leonardo DiCaprio, que retrata a tragédia de Pedrogão Grande de 2017,  tem estreia mundial marcada para esta semana, entre os dias 11 e 13 de novembro, em Portugal, tal como anunciou a Cinema Nos.

A curta-metragem documental com duração de 40 minutos terá na totalidade 24 sessões, com uma exibição diária, a partir das 21 horas, em algumas salas de cinema do país, como Lisboa, Loulé, Viseu, Coimbra, Matosinhos, Braga, Aveiro e Funchal.

Conforme o que foi divulgado pela Exibidora, a sessão de inauguração será na próxima sexta-feira no cinema Amoreiras, pelas 18 horas e contará com um debate sobre as alterações climáticas, com a presença do deputado socialista Miguel Costa Matos, com a coprodutora Catarina Fernandes Martins, mas também a responsável pelo desenvolvimento do programa de reflorestação de Pedrógão Grande, Sofia Carmo e ainda a diretora da Casa do Impacto, Inês Sequeira, enquanto moderadora.

Os bilhetes do “Sopro do Diabo” têm “um custo simbólico de cinco euros e parte da receita será doada a um projeto de reflorestação a selecionar pela Casa do Impacto”, que é o ‘hub’ de inovação da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, destaca a Cinema Nos.

Para além de Leonardo DiCaprio, a equipa de produção e coprodução conta com a presença dos jornalistas Tiago Carrasco e Catarina Fernandes Martins.