“Somos reconhecidos pela nossa excelência operacional”

Letícia Soares, Country Manager Portugal da WEALINS, abordou, em entrevista à Revista Pontos de Vista, os fatores que fazem com que esta companhia especializada na conceção de soluções de seguros de vida e capitalização seja uma marca de referência nos mercados onde atua. Saiba quais são as suas vantagens operacionais e, ainda, a sua visão para um futuro em constante evolução.

580

Com sede no Grão-Ducado do Luxemburgo, a WEALINS é uma empresa especializada há 30 anos na conceção de soluções inovadoras de seguros de vida e capitalização. Enquanto Country Manager da marca em Portugal, como analisa o posicionamento atual da mesma no país?
A evolução da WEALINS no setor de seguros tem sido muito positiva e podemos dizer uma história de sucesso. Nos últimos anos a companhia tem vindo a aumentar a sua quota nos vários mercados onde está presente, sendo inclusive em alguns deles líder de mercado.
Também em Portugal, a WEALINS já é uma marca conhecida pelos seus valores: temos uma abordagem centrada no ser humano e por isso partilhamos o nosso conhecimento com os nossos parceiros e colocamos ao seu serviço toda a nossa especialização em diversos mercados, o nosso “foco no Cliente” faz-nos aspirar à excelência do nosso serviço todos dias, mesmo em tempos complexos como os de hoje, mantemos a proximidade com os nossos parceiros para tentar antecipar as necessidades dos seus clientes e não nos podemos esquecer do nosso espírito empreendedor. O Grupo Foyer está e sempre esteve voltado para o futuro e na WEALINS ainda hoje temos esse espírito inovador e junto com os nossos parceiros tentamos construir as soluções em gestão patrimonial do amanhã.
Fazemos parte do Top 5 das seguradoras do Luxemburgo que oferece soluções de seguros de vida e capitalização e o nosso grande objetivo é sermos reconhecidos como o parceiro privilegiado neste tipo de soluções.

As soluções WEALINS são oferecidas a clientes com residência em vários países da Europa ou europeus a viver fora do Espaço Económico Europeu. Quais são as soluções e vantagens que a WEALINS é capaz de oferecer como um jogador puro luxemburguês?
A WEALINS é uma empresa especializada no desenvolvimento de seguros de vida e soluções de capitalização à medida em dez mercados europeus. Somos um jogador puro luxemburguês principalmente porque pertencemos ao Grupo Foyer, o primeiro grupo privado no Luxemburgo, líder histórico do mercado de seguros local desde 1922, independente de qualquer instituição financeira internacional. Para a WEALINS, a vantagem é que temos um acionista familiar, estável e independente.
De um modo geral, o Luxemburgo é reconhecido pela sua exemplar estabilidade política, económica e social (rating AAA, bem como crescimento constante acima da média europeia), uma cultura de estabilidade que tranquiliza os investidores.
Além disso, o contrato de seguro de vida luxemburguês oferecido pela WEALINS oferece múltiplas vantagens, incluindo: o regime de proteção do tomador do seguro mais forte na Europa (com o triângulo de segurança), acesso a uma ampla gama de ativos subjacentes e neutralidade fiscal.

Sendo uma companhia que se concentra numa abordagem de parcerias exclusivas e que oferece soluções de seguros de vida, quais são os maiores desafios que enfrenta quando tem a sua sede num país como o Luxemburgo? Com o aumento da competitividade, que lacunas ainda têm de ser preenchidas para continuar no caminho traçado até agora?
Na verdade, operamos a partir do Luxemburgo. As nossas equipas são multilíngues e multidisciplinares, o que nos permite capitalizar sinergias de competências e conhecimentos (financeiro, jurídico, planeamento patrimonial, comercial, suporte de vendas, back office) em todos os nossos mercados. O nosso entendimento das especificidades de cada mercado em que atuamos permite-nos apoiar cada parceiro e os seus clientes da melhor forma possível. Somos reconhecidos pela nossa excelência operacional e os nossos parceiros reconhecem a agilidade e o profissionalismo das nossas equipas. É uma mais-valia real em relação aos nossos principais concorrentes.
Desenvolvemos com os nossos parceiros uma relação de proximidade e confiança que nos permite compreender e responder perfeitamente às suas preocupações.
O desafio agora (que estamos a assumir) é manter esta qualidade de serviço no dia a dia, face ao crescimento que estamos a ter.

O Luxemburgo é reconhecido como o primeiro centro de distribuição transfronteiriço de seguros de vida na Europa. Graças à portabilidade dos contratos, a WEALINS apoia o cliente de acordo com as mudanças no seu ambiente familiar e situação profissional em vários países. Como é que funciona na prática?
Na realidade o serviço que oferecemos aos nossos parceiros e clientes, inclui apoiar um cliente que, por razões profissionais, pessoais ou familiares, tenha de alterar o seu país de residência. E para isso, a WEALINS trabalha com uma rede independente de especialistas por forma a que os nossos produtos estejam sempre em conformidade com a legislação do novo país de residência do cliente. A portabilidade do contrato de seguro de vida do Luxemburgo significa que o contrato pode acompanhar o tomador do seguro de cada vez que este se altere a sua residência.
Na prática, sempre que um Cliente já possua uma solução WEALINS contratada e decida mudar a sua residência fiscal, o nosso leque de serviços cobre exatamente a análise das eventuais alterações necessárias face à nova jurisdição, para que o produto contratado mantenha a sua classificação enquanto “seguro de vida”, totalmente adaptado como tal à lei vigente desse país, ou seja, com a blindagem necessária para tal.

Os contratos da companhia têm a particularidade de se adaptarem facilmente às restrições legais e fiscais aplicadas em cada país. É toda esta flexibilidade que a WEALINS oferece que dita a qualidade dos seus serviços, tornando-a, claro, num centro de excelência em seguros transfronteiriços?
Correto. Para além das nossas equipas internas de desenvolvimento de produtos que estão sempre atentas às alterações fiscais, legislativas ou outras existentes quer a nível local nos mercados onde disponibilizamos soluções, quer a nível europeu, trabalhamos ainda com especialistas legais e fiscais que validam que todos os nossos produtos estão sempre de acordo com a legislação aplicável ao setor em que atuamos.
Afinal não nos podemos esquecer que um seguro de vida é um produto a longo prazo e sendo a WEALINS uma companhia internacional que exerce atividade na Europa através da livre prestação de serviços, a conformidade à lei de todas as soluções que disponibilizamos é essencial para os nossos parceiros e clientes.

O Luxemburgo tem um mecanismo de “Triangulo de Segurança”, que oferece ao cliente um dos quadros de segurança mais sólidos da Europa. De que forma é que a companhia ajuda neste sentido? Quais os procedimentos?
As regras prudenciais em matéria de seguros de vida no Luxemburgo constituem um modelo de referência de segurança único na Europa. A supervisão do setor dos seguros é realizada pelo Commissariat Aux Assurances (CAA), a autoridade reguladora das companhias de seguros do Luxemburgo.
O titular de um contrato de seguro de vida no Luxemburgo beneficia, graças ao quadro regulamentar específico luxemburguês, de uma tripla proteção:
– Segregação dos ativos subjacentes mobiliários dos restantes ativos da companhia.
– Controlo trimestral pelo CAA do equilíbrio entre as provisões técnicas e os ativos subjacentes.
– O “Super-privilégio” em situação de incumprimento da companhia: o titular de uma apólice de seguro luxemburguesa é um credor privilegiado de primeiro grau destes ativos.
O mecanismo de “Triangulo de Segurança” na realidade é uma convenção tripartida entre a companhia, o banco e o regulador (CAA).
As companhias no Luxemburgo devem depositar os ativos subjacentes mobiliários numa instituição de crédito autorizada em conformidade com as condições estabelecidas pelo CAA. O depósito de títulos só pode ser efetuado após a assinatura e aprovação pelo CAA desta convenção tripartida.
Esta convenção pretende atingir um triplo objetivo:
Em primeiro lugar, permite garantir que os depósitos de ativos subjacentes às provisões técnicas (Ativos Regulamentados) estão claramente segregados dos outros ativos da companhia de seguros (Ativos Livres). A convenção também permite assegurar que estes ativos não sejam onerados com quaisquer garantias, penhoras ou outros ónus que não os dos segurados. E por fim, em situação de incumprimento da Companhia, o CAA tem a possibilidade de proceder ao bloqueio das contas para proteger os direitos dos tomadores de apólices.

Porque é que é importante subscrever um seguro patrimonial num país como o Luxemburgo? Qual o valor acrescentado oferecido pela WEALINS?
São vários os motivos que levam um cliente a subscrever um contrato de seguro de vida no Luxemburgo.
No entanto, considero que os principais são a segurança que o mecanismo do “triangulo de segurança” oferece aos investidores, o facto do Luxemburgo ser um dos poucos países de mundo que ainda mantém um rating AAA, a possibilidade de planear a sucessão através de um seguro de vida e claro as vantagens fiscais que este produto oferece.
A apólice de seguro de vida é um instrumento perfeitamente adaptado às necessidades do planeamento do património e da sucessão. Para a WEALINS, é um instrumento que permite aos tomadores do seguro transmitir o seu património em segurança e de acordo com a sua vontade.
O nosso valor acrescentado é o know-how de quase 30 anos de experiência a comercializar e desenvolver este tipo de solução, tal como a excelência do nosso serviço, reconhecida pelos nossos parceiros.

A tecnologia está plenamente enraizada na vida das pessoas e das empresas. Até que ponto é relevante acompanhar a inovação e a transição digital na área dos seguros de vida? Quais são as maiores mudanças que a empresa tem visto a este respeito?
A inovação está no centro da nossa estratégia de desenvolvimento, mas também faz parte do nosso ADN. As equipas da WEALINS estão a desempenhar um papel ativo na nossa transformação digital e participam ativamente dos diversos projetos de digitalização. A nossa transformação digital começou já há alguns anos, com o objetivo de atender às expetativas dos nossos parceiros e seus clientes que procuram uma oferta digital mais flexível. A nossa abordagem foi simplificar o processo de assinatura, tendo sempre em consideração as necessidades específicas de cada cliente para o qual desenvolvemos soluções sob medida.
Neste momento todos os produtos que temos para os quase dez mercados onde exercemos atividade são digitais. Não só facilita todo o nosso dia a dia, como os dos parceiros e seus clientes.
Claro que a digitalização é um trabalho ongoing. Os nossos clientes já podem ter acesso à nossa plataforma para ter acesso à informação sobre o seu seguro e trabalhamos todo os dias para melhorar e trazer mais qualidade quer à informação que os nosso parceiros e Clientes têm acesso, como simplificar o seu dia a dia. Uma qualquer operação solicitada por um cliente está à distância de uma assinatura no seu computador.

Já vamos a meio do ano de 2023. Que planos e objetivos estão delineados pela WEALINS para esta metade final? Que novidades podemos esperar?
Continuarmos a melhorar o nosso serviço, partilhar com os nossos parceiros o nosso conhecimento, mantermo-nos próximos para podermos antecipar as suas necessidades e principalmente manter a nossa abordagem centrada no ser humano, quer seja junto dos nossos colaboradores, quer seja junto dos nossos clientes. Esta será sempre a nossa posição no mercado. É isso que nos diferencia.