Royal Kids – Uma creche em destaque no Luxemburgo

Determinação, paixão e vocação foram os três eixos principais na história de sucesso de Paula Castro e da sua marca Royal Kids. Sediada no Luxemburgo, esta é uma creche imersa em diversidade, que abraça as «suas» crianças e famílias de forma distinta e que se rege pelo valor mais importante de qualquer estrutura organizacional: o humano. Saiba tudo.

310

No coração do cenário educacional luxemburguês, destaca-se a marca de renome Royal Kids. Com uma abordagem inovadora e um compromisso inabalável com a excelência educacional, esta creche e centro de dia tem conquistado um lugar de destaque de liderança no cuidado e desenvolvimento infantil no país.
Fundada por Paula Castro, com uma visão clara e apaixonada pelo desenvolvimento holístico das crianças, a Royal Kids estabeleceu um padrão elevado no seu setor de atividade. O seu foco está em ser muito mais do que um lugar de cuidado infantil – pretende (e é) um espaço onde as crianças são nutridas em todos os aspetos do crescimento físico, emocional, social e cognitivo.
Uma das características marcantes desta empresa é a sua equipa de educadores altamente qualificados e dedicados. Cada membro é selecionado não apenas pela sua experiência, mas também – e principalmente – pela sua paixão genuína por trabalhar com crianças. Facto é, esta mesma equipa mantém-se quase intacta desde o primeiro dia, algo que comprova o ambiente positivo que vive nesta casa e que, a sua Diretora, tão bem descreve ano após ano.
Esta é uma estrutura que recebe crianças dos dois meses aos 12 anos de idade, das 6h30 às 19h30. A equipa que mencionámos, composta por educadores especializados, educadores auxiliares, nutricionista, entre outros, é multilingue, abrangendo línguas como luxemburguês, alemão, francês, inglês e português e trabalha diariamente pela inclusão e bem-estar de diversas crianças de culturas diferentes. Sobre o tema, Paula Castro afirma que “é extremamente gratificante dar apoio e fazer algo pelas famílias que nos procuram, nomeadamente aquelas que acabaram de chegar ao Luxemburgo. Tentamos, por todos os meios, explicar-lhes os procedimentos e integrá-los da melhor forma possível não só na Royal Kids, mas também no país”. Além desta rede de apoio que se cria na primeira dinâmica com os pais, a Royal Kids compreende a importância de uma colaboração próxima com os mesmos, mantendo por isso uma comunicação transparente e regular, onde se compartilha o progresso e as conquistas das crianças
Sempre aberta a novos conhecimentos, pessoas e culturas diferentes, a Royal Kids perpetua, por isso, um ambiente de inclusão e equidade, fator preponderante na decisão e escolha por parte das famílias por este espaço que acaba por fazer a diferença na vida de várias comunidades. Contudo, existem outros elementos que também destacam a marca. “Aliada à nossa localização fantástica, somos movidos por um valor primordial que promovemos em todos os sentidos, que é a família. Onde se incentiva o respeito e a educação, onde o «por favor» e o «obrigada» se dizem com espontaneidade. Com os meus funcionários é exatamente igual. Posso dizer que todos os dias tomo café com eles e que estou presente nas suas vidas de forma permanente. A partir do momento em que alguém entra e permanece dentro do portão da Royal Kids, faz parte da família”, assume a Diretora.
Certo é que, a Royal Kids é muito mais do que uma creche. É um espaço de descoberta, crescimento e aprendizagem. A sua dedicação à qualidade educacional e ao bem-estar das crianças tem iluminado o cenário educacional do Luxemburgo. Com uma equipa apaixonada, abordagem pedagógica sólida e um compromisso sincero com cada criança que entra nas suas portas, a marca continua a moldar o futuro das gerações vindouras, preparando-as para enfrentar os desafios e os triunfos da vida com confiança e determinação.

Representatividade feminina no mundo da liderança

A igualdade e a inclusão, anteriormente faladas, começa no momento em que a Royal Kids conta com uma liderança feminina, capaz de mudar mentalidades e inspirar tantas outras, nomeadamente no meio educacional, setor onde a mesma se insere.
Paula Castro rumou até ao Luxemburgo em 2007 para (re)iniciar a sua vida e concretizar aquele que é o projeto da sua vida: a Royal Kids. Face ao sucesso atual da sua marca e ao reconhecimento que o país, as comunidades distintas que por lá habitam e as próprias crianças (que sentem pelo abraço acolhedor), a sua Fundadora é um exemplo de uma mulher que contribui para a representatividade feminina no mundo da liderança, tema de extrema relevância e debate na sociedade contemporânea.
“Orgulho-me muito de ser quem sou, de onde vim, de todo o meu percurso, que foi feito com bastante determinação. Nunca deixei de acreditar nos meus objetivos e sempre fiz de tudo para os concretizar, apesar dos entraves que se colocaram no meu caminho. As crianças são o meu mundo. Consegui criar uma marca maravilhosa”, reconhece a nossa entrevistada, assumindo um “enorme sentimento de gratidão a todos os que depositam, diariamente, confiança na Royal Kids”.
Certo é que, quando mulheres ocupam cargos de liderança, são modelos inspiradores para outras, encorajando-as a perseguir as suas ambições. Assim, quando questionada sobre o que gostaria de dizer a todas as jovens que estão agora a começar, Paula Castro não hesitou ao afirmar que “é preciso ter os objetivos bem definidos e muita perseverança. No fim, valerá a pena”.

Novidades a curto e médio prazo

As instalações da Royal Kids merecem todo o destaque – projetadas com atenção aos detalhes, a creche oferece um ambiente seguro, estimulante e acolhedor para todas as crianças. Cada pormenor foi planeado para criar um espaço onde as mesmas possam explorar, aprender, desenvolver-se de maneira saudável e feliz e claro, divertir-se.
Contudo, uma Royal Kids não tem dado resposta a todos os pedidos que chegam, uma vez que já não tem capacidade para acolher mais crianças. É com esta conclusão em mente que Paula Castro nos confidencia que está prevista a abertura de uma segunda creche no fim de 2023 ou início de 2024.
“Queremos que seja um espaço com a mesma estrutura, valores e imagem da «casa mãe». A segunda será apenas uma extensão daquilo que já é desenvolvido na primeira Royal Kids, com os mesmos valores humanos, sociais e profissionais. Nada vai mudar”, assegura a Fundadora da marca, garantindo ainda que “possivelmente, no futuro, poderá haver uma terceira e última estrutura”.
À frente de todas as Royal Kids estará, claro, Paula Castro assim como o seu filho, João Ferreira. Juntos, continuarão a traçar uma história de sucesso e a impulsionar gerações vindouras integradas e felizes.