Piaget lança revista científica “Germinare”

O Instituto Piaget acaba de lançar o primeiro número da sua nova revista científica, a Germinare. A publicação, de acesso livre e disponível em versão online, é criada a pensar nos alunos, docentes e investigadores da instituição académica como um espaço de eleição para a divulgação dos seus artigos científicos.

230

Adicionalmente, a revista estará também aberta a toda a comunidade científica nacional e internacional, para que possa ter outros contributos externos. Coordenada pelo CIIERT – Centro Internacional de Investigação, Epistemologia e Reflexão Transdisciplinar do Instituto Piaget, a revista incluirá artigos em áreas tão diversas como Saúde, Educação, Psicologia, Gestão, Tecnologias, Educação Física e Desporto. Ou seja, as áreas principais que compõem a oferta formativa e de investigação do Instituto.

Todos os artigos submetidos para publicação estarão, como é habitual em publicações de carácter científico, sujeitos a um processo de avaliação pelo sistema double blind peer review realizado por especialistas externos ao Instituto Piaget. Uma forma de assegurar que todos os potenciais autores são tratados com total rigor e isenção.

O primeiro número da Germinare abre com três textos de opinião, da autoria, respetivamente, do presidente do Instituto Piaget, António Oliveira Cruz; do secretário-geral do Instituto; Rui Tomás; e do coordenador executivo do CIIERT, Luís Moreira. Seguem-se oito artigos científicos em áreas como o desporto e exercício físico, a música, a enfermagem e a inteligência artificial.

A edição inclui um artigo sobre as diversas etapas necessárias à redação de um artigo científico, o que pode ser uma ferramenta de grande utilidade para os alunos que estão a iniciar o seu percurso na investigação científica.

A ideia de criar uma revista científica – “um momento único”, como o classifica António Oliveira Cruz que traz à lembrança o “patrono” que deu o seu nome ao Instituto, Jean Piaget, “um dos mais modelares investigadores de todos os tempos” – aconteceu logo nas primeiras reuniões da nova equipa do CIIERT.

“Não se trata apenas de partilhar este conhecimento com um público cientificamente especializado, que o legitima, mas também de o levar a um público mais geral, cada vez mais interessado, ou seja, à sociedade civil, onde no final se aferem e refletem os seus impactos”, refere, por seu turno, Rui Tomás.

A Germinare foi, assim, construída de raiz, utilizando os recursos internos disponíveis e com uma equipa diversificada, que permitiu que o projeto visse agora a luz do dia. “Uma realidade que rapidamente se percebeu ter potencial para crescer além das suas fronteiras internas e, assim, contribuir de forma significativa para o desafio de gerar e divulgar o conhecimento científico”, complementa Rui Tomás.

“O lançamento da 1.ª edição da Germinare ocorre aproximadamente um ano depois de iniciado um novo ciclo de vida do CIIERT”, frisa o responsável deste Centro, Luís Moreira. Um ciclo – acrescenta – que fica marcado “pela redefinição da estratégia para a área da investigação no Instituto Piaget, cuja operacionalização passou, entre outros aspetos, pela reestruturação das estruturas de investigação em três Unidades de Investigação”: o LabEST – Unidade de Investigação em Empreendedorismo, Sociedade e Tecnologia; o KinesioLab – Unidade de Investigação em Movimento Humano; e a RECI – Unidade de Investigação em Educação e Aprendizagem ao Longo da Vida.

A Germinare está acessível através do link https://germinare.ipiaget.org.