Americanos e brasileiros são quem mais procura casa em Portugal entre os estrangeiros

Os americanos foram aqueles que geraram mais pesquisas de casa entre junho e setembro deste ano, com um crescimento de quase 1000% face ao período homólogo de 2021.

Data:

Morar em Portugal estando no estrangeiro é uma tendência que se revela através da pesquisa de casa via plataformas imobiliárias, um dado que levou a Imovirtual, portal com o maior número de imóveis listados para venda ou arrendamento em território nacional, a apurar que houve um crescimento no número de pesquisas de 29% no 3º trimestre deste ano, em relação ao período homólogo do ano passado.

Os residentes nos Estados Unidos foram aqueles que geraram mais pesquisas de casa no território nacional nesse período (mais de 2,5 milhões), com um crescimento de 132% face ao trimestre anterior e +988% em relação ao período homólogo de 2021, quando o tráfego americano representava cerca de 200 mil pesquisas.  “Entre o top 5 de países que mais pesquisaram casa em Portugal, os Estados Unidos são o único que revela crescimento no trimestre em análise”, refere-se no relatório da Imovirtual.

“O Brasil, país que gerava maior tráfego de procura de casa em Portugal, é assim ultrapassado, com uma queda de -37% face ao trimestre anterior, apesar de registar um crescimento de +16% em relação ao mesmo período do ano passado”, acrescenta-se ainda no relatório. Ainda assim, os brasileiros são a segunda nacionalidade que mais procurou casa em Portugal no 3º trimestre deste ano, com cerca de 1,9 milhões de pesquisas.

Após os Estados Unidos e o Brasil, o país que gerou mais tráfego de procura de casa em Portugal no período analisado foi França, com 1,3 milhões de pesquisas, apesar de se registar um decréscimo de -12% em relação ao trimestre anterior e -10% em relação ao 3º trimestre de 2021. No top 5 seguem-se a Suíça (quase 900 mil pesquisas) e o Reino Unido (mais de 625 mil pesquisas), ambos com decréscimos de procura entre -10% e -20% face ao trimestre anterior e ao ano passado.

Lisboa é o distrito mais procurado pelos estrangeiros, com um aumento do interesse de +21% comparativamente ao trimestre anterior e de +81% quando comparado com o 3º trimestre do ano passado. O Porto é o segundo distrito mais procurado, com aumentos de +4% e +46% nos mesmos períodos. Braga, Aveiro e Leiria são as regiões que se seguem, que apesar do decréscimo de procura em relação ao trimestre anterior (-3%, -12% e -25%), crescem face ao 3º trimestre de 2021 (+49%, +74% e +16%).

Partilhar

Revista Digital

Revista Pontos de Vista Edição 116

Popular

Mais Artigos deste tipo

STCP passa a disponibilizar pagamentos por MB WAY

A partir desta segunda-feira, 28 de novembro, na STCP...

Desinfestação de empresas: a Truly Nolen explica

A Truly Nolen, líder mundial em controlo de pragas,...

Surfista Inês Tralha desenvolve método de ensino do SURF

A surfista Inês Tralha, nome de referência no surf...

Montar e decorar uma casa em 90 minutos? LEROY MERLIN desafiou os portugueses nesta Black Friday

O desafio testou duas equipas, lideradas por Mafalda Castro...