“Iniciativas como as da Ordem dos Engenheiros são de extrema importância”

Sónia Costa, Serviço de Infraestruturas de Transporte.

255

A Ordem dos Engenheiros (OE) foi a primeira Ordem Profissional a ter uma Comissão para a Igualdade de Género e a única com um programa com o Governo – o projeto «Engenheiras por um dia». Sendo uma área muitas vezes conotada como uma profissão mais masculina, qual a importância destas iniciativas?
Iniciativas como as da Ordem dos Engenheiros são de extrema importância para que possa haver uma mudança do paradigma mental e comportamental relativamente à mulher “engenheira”, por forma a que mais mulheres possam escolher esta desafiante profissão. Esta mudança contribuirá para um desenlace mais estrutural e de fundo com vista a uma sociedade mais justa e igualitária, que prioriza a eliminação de discrepâncias salariais perante a execução do mesmo trabalho, possibilite progressões de carreira e reconheça o esforço hercúleo efetuado na gestão de dois dos pilares que considero serem fundamentais na vida em sociedade: família e emprego.

A Sónia Costa é licenciada em Engenharia Civil e trabalha no Serviço de Infraestruturas de Transporte da TPF Consultores. De que forma a marca prioriza, no seio da sua organização, a igualdade de oportunidades?
Estando a trabalhar no Serviço de Infraestruturas de Transporte desde 1999, acredito estar há tempo suficiente para poder reconhecer o esforço feito pela organização, no sentido de mitigar o estereótipo de género. Este reconhecimento passa, não só, mas também, pelo profissionalismo e dedicação demonstrado pelas colaboradoras, como na promoção contínua de formação adequada e na participação em projetos cada vez mais desafiantes.